Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

30 de setembro de 2011

Grupo Tramas Urbanas expõe no Museu Joaquim Felizardo

Foto: Divulgação/PMPA
Exposição do grupo Tramas Urbanas, nos jardins do museu
Exposição do grupo Tramas Urbanas, nos jardins do museu
O grupo Tramas Urbanas - laboratório de escultura e poéticas do espaço - realiza exposição nos jardins do Museu Joaquim Felizardo (rua João Alfredo, 582 - Cidade Baixa). A abertura ocorre sábado, 1º de outubro, às 15h, e a exposição segue até o dia 5 de novembro. Os horários de visitação são de terças a sextas-feiras, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30, e aos sábados das 13h30 às 17h30. A entrada é franca. Todos os sábados, acontecerão atividades realizadas pelo grupo no museu e imediações, propondo a interação com o público.

Os integrantes desse coletivo, Antônio Augusto Bueno, Ingrid Noal, Pedro Girardello e Rafael Mazzoca, apresentam propostas artísticas distintas que são colocadas em diálogo através do interesse comum de investigar o espaço externo do museu. O que os une é o fato de todos trabalharem com materialidade da escultura sem se limitarem a tratá-la como mero objeto escultórico, suas atenções estão voltadas também para o entorno do museu e a cidade de Porto Alegre.

O grupo surgiu da necessidade de seus integrantes de criar encontros para pensar e discutir a respeito de questões artísticas, tendo como foco a escultura. Os encontros começaram a acontecer em outubro de 2010 e vem realizando-se periodicamente. Gradualmente, as discussões foram fomentando a elaboração de ações artísticas que se consolidaram como intervenções no espaço urbano.

Um dos objetivos do grupo através de suas intervenções é dialogar com o público, tanto com os passantes, como com os moradores do entorno dos espaços onde se realizam as ocupações artísticas.
Apresentação da obra por Bibiana Ferreira Pereira:
“A exposição inaugural do grupo de artistas Tramas Urbanas, destinada a interagir com o espaço urbano e seus habitantes, apresenta, nos jardins do Museu Joaquim Felizardo, os primeiros passos de um projeto artístico mais amplo. Dispondo seus trabalhos individuais em uma área comum, os artistas e suas identidades compartilham e conversam pela primeira vez através dos resultados de suas trajetórias pessoais. Da escultura para a instalação, da transposição do desenho para o espaço, do objeto para a ação, cada proposta compõe um universo, ao passo que todas convivem e dividem o mesmo lugar. O diálogo com o público e o aproveitamento do espaço externo do museu já demonstram uma vontade de rua, um processo embrionário que se expõe para o olhar da cidade, ansioso por seus próprios desdobramentos.”

Para saber mais detalhes sobre as obras e os artistas clique aqui.

Confira também o site do grupo Tramas Urbanas.
Exposição do Grupo Tramas Urbanas
Museu Joaquim Felizardo (rua João Alfredo, 582 - Cidade Baixa)
De 1º de outubro a 5 de novembro (abertura no dia 1º, às 15h)
De terças a sextas, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30, e aos sábados, das 13h30 às 17h30
Entrada franca.

Programação final de semana 30, 1 e 2 de outubro-dança



O quê? Espetáculo DESCONTRÁRIOS

Com quem? Ballet da UFRGS, em parceria com a Companhia H.

Quando? 30 set | 01 e 02 de out.

Onde? Teatro de Câmera Túlio Piva (Rua da República, 575)

Quanto? NADA - entrada franca




2º Edição/encontro
Iniciativa/projeto da Eduardo Severino Cia. de Dança que contará com
apresentação artística e bate papo entre dois Artistas/criadores convidados.
Com Luciana Paludo e Cibele Sastre
O objetivo deste encontro/projeto é de promover o diálogo entre dois Artistas/criadores de dança e elencar as proximidades, caminhos e afinidades artísticas.
Sobre o encontro das duas artistas no Trocando Figurinha:
“Um corpo, uma cadeira, outro corpo e tantos objetos: duos elos”
Proposta de jogo entre duas intérpretes criadoras de dança, em seus modos de criar movimentos, suas escolhas; seus movimentos, dilemas, formas, riscos, mimeses e aventuras em cena.
Luciana Paludo: bailarina, bacharel e licenciada em dança, trabalha em colaboração com outros artistas e desenvolve seus trabalhos em forma de solo. Também ensina dança e coreografia. Fez especialização em linguagem e comunicação e mestrado em artes visuais. Atualmente cursa o doutorado em educação, onde problematiza a composição coreográfica; é professora do curso de Dança da UFRGS. Faz parte do coletivo de artistas da dança da sala 209.
Cibele Sastre: bailarina, bacharel em artes cênicas, trabalha em colaboração com outros artistas e desenvolve seus trabalhos em forma de solo. Também ensina dança e coreografia. É especialista em análise do movimento, mestre em artes cênicas. Atualmente cursa o doutorado em educação, onde problematiza a aula/performance; é professora do curso de Dança da ULBRA. Faz parte do coletivo de artistas da dança da sala 209.
Sala 209, Usina do Gasômetro/Porto Alegre/RS
Dia – 01 de outubro, Sábado
Horário – 20h
Ingresso – contribuição espontânea
Realização – Eduardo Severino Cia de Dança/Coletivo de Dança Sala 209/ Usina das Artes
Produção/divulgação – Eduardo Severino e Luciano Tavares


4º Clube da Salsa RS
Salsa e Ritmos de Dança de Salão
Dia 30/09/2011(SEXTA) | Horário: 22:30h
Salsa e Ritmos com Djs, Buzinaço e Continuação da Promoção Exclusiva de Final de Ano do Clube da Salsa RS 2011
Valor:
R$ 10,00 (antecipado com Professores Participantes)
R$ 15,00 (local)
Local: Clube Farrapos - Salão Frontal (R. Prof. Cristiano Fischer 1.331 - Porto Alegre/RS)
Produção: Clube da Salsa RS
Mais Info: ea@eduardoargenta.com.br
Baile do Guilherme Biegler
Dança de Salão: Samba, Salsa, Zouk, Forró, Tango, Bolero e Soltinho
Dia 02/10/2011(DOMINGO) | Horário: 21:00h
Todos os Ritmos de Dança de Salão com Dj Edu Argenta
Apresentações Inéditas dos Alunos
Valor: R$ 15,00 (antecipado com Prof. Guilherme Biegler) | R$ 20,00 (local)
Local: Museu do Esporte - Shopping Total (Av. Cristóvão Colombo, 545 - Porto Alegre/RS)
Produção: Guilherme Biegler e Equipe
Mais Info: www.guilhermebiegler.com.br - contato@guilhermebiegler.com.br

Quem Tem Medo de Itália Fausta: estreia gratuita na Usina

Foto: Luciane Pires Ferreira/Divulgação PMPA
Montagem será apresentada na sala 400 da Usina do Gasômetro
Montagem será apresentada na sala 400 da Usina do Gasômetro
A montagem de "Quem Tem Medo de Itália Fausta?", da Cia Teatrofídico estreia no dia 8 de outubro, sábado, na sala 400 da Usina do Gasômetro (av. Presidente João Goulart, 551), às 21h. A peça escrita por Miguel Magno e Ricardo de Almeida é considerada por muitos um clássico da comédia brasileira e apresenta uma dinânica leve, divertida e muito ágil, proporcionando um exercício de fôlego aos atores, que se desdobram em diversos personagens. Os ingressos* custam R$ 15 (50% de desconto para idosos, estudantes e classe artística).
*As apresentações nos dias 8 e 9 de outubro terão, excepcionalmente, entrada franca.
Segundo o diretor, Eduardo Kraemer, o texto permite à Cia Teatrofídico experimentar um gênero pouco explorado em sua história, além de propiciar a entrada, pela primeira vez, no universo clown (fruto de uma oficina realizada com Larissa Sanguiné). A montagem conta ainda com Renato Del Campão, ator multi-premiado nesse gênero de comédia.

Ficha TécnicaAutores: Miguel Magno e Ricardo de Almeida
Elenco: Renato Del Campão, Jairo Klein e Andryos Montanari
Direção, Iluminação, Cenografia e Trilha Sonora: Eduardo Kraemer
Operação de Som: Diego Dorneles
Figurinos: Alunos do curso de Design de Moda da Feevale coordenados por Ana Hoffmann
Produção: Cia Teatrofídico
Fotos: Luciane Pires Ferreira
Projeto Usina das Artes - Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre
Leia texto de Renato Del Campão sobre o espetáculo

Serviço

De 8 à 30 de Outubro
Quem Tem Medo de Itália Fausta - Cia Teatrofídico
Local: Sala 400 da Usina do Gasômetro (Av. Presidente João Goulart, 551)
Horário: Sábados e domingos, às 21h
Ingresso: R$ 15,00 (50% de desconto para idosos, estudantes e classe artística)
Obs: As apresentações do dia 8 e 9 de outubro terão entrada franca.

Praça da Alfândega pronta para a Feira do Livro 2011

Foto: Samuel Maciel/PMPA
As características originais da Praça da Alfândega já estão visíveis...
As características originais da Praça da Alfândega já estão visíveis...
Foto: Samuel Maciel/PMPA
... com passeios mais largos, como foram concebidos no final dos anos 40 ... com passeios mais largos, como foram concebidos no final dos anos 40
As obras de restauração da Praça da Alfândega no Centro Histórico de Porto Alegre serão abertas para visitação pública e início da instalação da Feira do Livro no dia 6 de outubro, às 10h, com presença do prefeito José Fortunati. A entrega definitiva de toda a área está prevista para o segundo semestre de 2012.

As características originais da praça já estão visíveis, com passeios mais largos, tal como concebeu seu autor, o arquiteto Theodor Wiederspahn, no final dos anos 40. O calçamento foi refeito com pedras portuguesas e maior iluminação natural. Várias árvores de campo e floresta, inadequadas e até perigosas para um centro urbano, foram anteriormente removidas e replantadas em outros locais. O término da revitalização acontecerá em 2012. As obras todas deverão custar R$ 3 milhões, pagos pela Prefeitura através da Secretaria da Cultura.

"Removeremos os tapumes que cercam o espaço no começo de outubro a fim de reintegrar o local à cidade e permitir a realização da Feiro do Livro no seu lugar original, no centro da Praça da Alfândega. Após a Feira, eles serão recolocados para que a obra continue. Não temos uma data exata para a entrega definitiva ainda, já que o andamento do trabalho vai depender de fatores como o clima, mas ela deve estar pronta no segundo semestre do ano que vem", afirma a coordenadora do Monumenta Porto Alegre, Briane Bicca.
Algumas das mudanças já estão evidentes. Uma das principais é a remodelação dos canteiros e ampliação dos passeios públicos. A largura média das calçadas internas era de 2m50cm e agora é de 4m60cm, o que vai aliviar a aglomeração de visitantes durante a Feira do Livro. Os bancos, as grades dos canteiros, as luminárias e o piso de pedra portuguesa, renovados, também já se encontram instalados. Ainda fica pendente a jardinagem nos canteiros, a ser concluída após a feira, assim como o restauro do piso e da iluminação no entorno.

Jornada do Audiovisual Gaúcho - Mostra de Cinema Universitário - GRADE DE HORÁRIOS



GRADE DE HORÁRIOS
Dia 29 de setembro de 2011


15h - Jornada do Audiov. Gaúcho - Mostra de Cinema Universitário (DVD 1)
17h - Além da Estrada
18h30 - Jornada do Audiov. Gaúcho - Mostra de Cinema Universitário – (DVDs 2 e 3)

DVD1 01h11min

UFRGS - Geração Z
UNIVATES - Lojas Retrin
UFPEL - Pequena Grande Sofia
UFSM - Coca Cola – A carta mágica
FURG - Gudi e Ivo
UNISC - Bocas Secas
PUCRS - Quarto de espera
UFPEL - Sentimentário
UFSM - Geladeira de estudante
FURG - Experimento

DVD2 01h11min

FURG - Copo Virado
UFPEL - O recheio varia
UFSM - Como fazer um vídeo em 1 minuto.
PUCRS - O Cão
UNISC - Elétrica Lau: de Décio Lau desde 1955
UNIVATES - A Carteira
FURG - Cidade em movimento
UFPEL - A caixa de mensagem

DVD3 01h16min

PUCRS - Maresia
UFSM - A última tarefa
UFRGS - Samba
FURG - Metrópolis: Columbia Livia
UNISC - A Granel
UFPEL - A vida da morte
UNIVATES - Dia de policial

Açorianos pelo Caminho

"O Açorianos é meu maior orgulho. Minha maior conquista como escritora foi o primeiro Açorianos, em 1999. Já tinha ganho outros prêmios fora do Estado, mas esse é diferente, foi sinal de aprovação na minha terra, da minha gente. E além do reconhecimento, é um privilégio ter uma obra do Xico Stockinger na minha casa. O guerreiro é um estímlo para seguir adiante. Todos têm o maior carinho pelo Açorianos, digo isso de coração."

Cíntia Moscovich nasceu em Porto Alegre, em 1958. É jornalista, escritora e mestre em teoria literária. Sua primeira obra foi publicada em 1996, O reino das cebolas. Recebeu o prêmio Açorianos de Literatura em 1999, na categoria Narrativa Longa, por Duas Iguais, em 2001, na categoria Conto, por Anotações durante o incêndio, em 2005, também na categoria Conto, por Arquitetura do Arco-Íris e em 2007, na categoria Narrativa Longa e também Livro do Ano, por Por que sou gorda, mamãe?.

O misticismo dos mates

BLOG:  ROGERIO BASTOS 
Com certeza você já realizou um brinde...

Taças nas mãos, recipientes cheios, erguem-se os braços e tilintam-se os cálices.

Repare que a taça tem, geralmente, o formato de uma meia esfera; que lhe falta a outra metade (superior) para tornar-se uma esfera completa, ou um ser integral, global.
Quando erguemos a taça (a meia-esfera visível) estamos, na verdade, em busca do seu complemento invisível no plano superior. Somente após este gesto "ritual" e que podemos sorver o seu conteúdo, na certeza de estarmos comungando com aquilo que elegemos de mais sublime e, conseqüentemente, tornando-nos um ser mais feliz e mais completo.

É como se déssemos permissão e boas-vindas aos espíritos das quatro direções (dos quatro ventos) que irão propiciar o fortalecimento da harmonia reinante em nós e entre nós.
A tradição xamânica dos índios norte-americanos afirma o valor do despertamento do homem em busca de sua verdadeira essência.

Faz parte dessa tradição, como um de seus elementos mais importantes, a cerimônia do "cachimbo sagrado da paz". Esse cachimbo, aceso de forma respeitosa e ritual, cria uma atmosfera de perfeita integração entre os participantes do grupo, sentados em círculo, geralmente ao redor de uma fogueira, com seus mentores no mundo invisível.

A semelhança é tal com o preparo e o uso que fazemos do mate, que encontramos os pontos de conexão entre esses primitivos rituais.

Fonte:
Wilson Tubino

Curta nas Telas apresenta Pão com Mortadela





PÃO COM MORTADELA NA 37ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 30 de setembro a 13 de outubro de 2011, o curta PÃO COM MORTADELA, de Marcos Mello e Georgina Castro, na Sala 04 do Cinesystem Total, nas sessões das 14h10, 16h40, 19h10 e 21h40, acompanhando as exibições do longa Amizade Colorida (Friends With Benefits), de Will Gluck.
PÃO COM MORTADELA é o terceiro dos 08 filmes selecionados na 37ª edição do Curta nas Telas a entrar em exibição. Léo reencontra Helena, um antigo amor. Uma conversa casual sobre o passado, e a revisão de cartas que desvelam o fulgor de uma paixão adolescente, terminam por apontar nas pequenas coisas o quão diferente a vida os tornou. Afinal, onde estava o brilho daquela paixão?

PÃO COM MORTADELA, de Marcos Mello e Georgina Castro (São Paulo, ficção, 15 min, 35mm, 2009) – Censura Livre
Sinopse: Léo e Helena se reencontram anos depois; uma grande paixão de adolescência. Tão parecidos no passado, já não conseguem reconhecer no outro o que fez com que se amassem um dia.
Direção: Marcos Mello e Georgina Castro / Roteiro: Georgina Castro / Produção Executiva: Vanessa Montenegro / Direção de Fotografia: Marcelo Trotta / Montagem: ZéTó Sé / Empresas produtoras: Cinematográfica Superfilmes Ltda. e Cavallaria Filmes / Elenco: Fernando Alves Pinto e Georgina Castro.
Premiação: Melhor Curta Metragem Paulista VI Prêmio SESI/FIESP 2009.

Sobre o Curta nas Telas
O projeto Curta nas Telas é fruto de um convênio entre a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, o Sindicato das Empresas Exibidoras do Rio Grande do Sul e a Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Rio Grande do Sul e Brasileira de Documentaristas (APTC – ABD/RS). Seu objetivo é divulgar a produção nacional de curtas-metragens, por meio da exibição dos filmes selecionados no circuito de cinemas de Porto Alegre. Em 36 edições do projeto, foram exibidos 249 curtas de todo o Brasil. Em 2011 o Curta nas Telas celebra com orgulho 15 anos de existência, sedimentando sua importância na difusão do curta-metragem nacional. Uma longevidade alcançada, principalmente, graças a excelência do audiovisual brasileiro.


Os próximos selecionados na 37ª Edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

A CIDADE E O POETA, de Luelane Corrêa14 a 30 de outubro, na Cinemateca Paulo Amorim.
MAPA-MÚNDI, de Pedro Zimmermann28 de outubro a 10 de novembro, no Cinemark Ipiranga.MARÉ CAPOEIRA, de Paola Barreto Leblanc11 a 24 de novembro, na rede Arcoíris.AREIA, de Caetano Gotardo25 de novembro a 08 de dezembro, no Cinemark Ipiranga.L’AMAR, de Sandra Alves – 09 a 22 de dezembro, no Unibanco Arteplex.

29 de setembro de 2011

Vem aí: "O mundo em convulsão"

Durante o mês de outubro, o professor Voltaire Schilling irá voltar ao Centro Municipal de Cultura, em mais de um de seus famosos seminários. Desta vez, ele será recebido para falar sobre as revoluções políticas e sociais que deram à luz o mundo contemporâneo. Confira abaixo a programação detalhada:

Dia 10 de outubro
A Revolução Puritana, 1640-1649
O Parlamento enfrenta a Monarquia. As origens ideológicas da revolução puritana. O fracasso do absolutismo na Inglaterra. A Guerra Civil (1642-47). Oliver Cromwell como Lord Protetor. O ato da navegação, liberdade religiosa para os protestantes, a devastação da Irlanda e a submissão da Escócia. Hobbes como monarquista; Milton como republicano. A Gloriosa Revolução ( 1688-9)
Dia 17 de outubro
A Revolução Americana, 1776-1783
A revolta das 13 colônias. "Sem representação não há taxação". A Festa do Chá em Boston. A batalha de Bunker Hill. A declaração de Independência. O Exército Continental e George Washington. A Constituição republicana de 1787.
A Revolução Francesa, 1789
A rebelião dos Estados Gerais: terceiro Estado enfrenta a Monarquia. Origens Ideológicas da Revolução Francesa; o Iluminismo. A Assembléia Nacional e a Declaração dos Direitos do Homem. A República Jacobina, Robespierre e o terror revolucionário. O Termidor. A ascensão de Napoleão.
Dia 24 de outubro
A Revolução Russa, 1917
A 1ª Guerra Mundial e o colapso do czarismo. Antecedentes ideológicos da revolução. Anarquistas, terroristas e socialistas. A Revolução de Outubro de 1917. Bolcheviques no poder. A guerra civil dos vermelhos e brancos. O comunismo de Guerra. Lenin funda o estado soviético. Stálin (socialismo num só pais) versus Trótski (a revolução permanente).
A Revolução Chinesa, 1949
Do colonialismo à independência. Antecedentes ideológicos. Nacionalista e comunistas. A guerra contra o Japão. A guerra civil final. Mao Tsé-Tung no poder. O Grande Salto para Frente. A Revolução Cultural. O revisionismo de Deng Xiaoping e a China atual.
Dia 7 de novembro
A Revolução Mexicana, 1910
A derrocada do porfiriato. Antecedentes ideológicos. D. Francisco Madero lidera a revolução. Pancho Villa e Emiliano Zapata. México em convulsão. A Constituição de 1917. A revolução se estabiliza (P.E. Calles). O Partido Revolucionário Institucional.
As aulas ocorrerão no Teatro Renascença, das 18h30 às 20h. As inscrições, que custam R$10,00 para estudantes, professores, maiores de 60 anos e funcionários da PMPA, e R$20 para o público geral, podem ser feitas aqui mesmo, na Coordenação do Livro e Literatura (Av. Erico Verissimo, 307/ Subsolo da Biblioteca Josué Guimarães) a partir da semana que vem.

OFICINA COM LUIZ PAULO VASCONCELLOS



Abertas as inscrições para
Oficina de DIREÇÃO com LUIZ PAULO VASCONCELLOS
De 17 de outubro a 20 de novembro


INSCRIÇÕES GRATUITAS:
De 28 de setembro a 13 de outubro
Entrega de carta de intenção e currículo resumido (no máximo 1 página) na Coordenação de Artes Cênicas (Av. Érico Veríssimo, 307)
das 09h às 11h30 e das 14h às 17h30
Divulgação selecionados dia 14 de outubro - à noite

Oficina de Direção Teatral Com Luiz Paulo Vasconcellos
De 17 de outubro a 20 de novembro, conforme cronograma
Das 19h às 22h, no Teatro de Câmara Túlio Piva

A oficina, destinada a diretores em formação e atores, pretende oportunizar a experiência da direção teatral percorrendo as etapas fundamentais da elaboração dramática e cênica, como análise do texto, identificação dos gêneros dramáticos, as convenções do palco, direção de ator, composição cênica e ritmo do espetáculo.
As aulas serão intercaladas entre teórico-expositivas e práticas, além de seminários e ensaios.
Cronograma
Outubro 17, 20, 24 , 27 e 31
Novembro 03, 10, 14, 17, 18, 19 e 20
Luiz Paulo Vasconcellos
É ator, diretor e dramaturgo. Bacharel em Artes Cênicas pela UNI-Rio (1969), com estágio na França (CUIFERD, 1970-71) e Mestrado na State University of New York (1983). Foi professor de Direção e Estética do Espetáculo do DAD/UFRGS (1970-1995). Autor do Dicionário de Teatro, L&PM Editores, 1987. Diretor de Agammemnon, As Bacantes, Hamlet, A Tempestade, Arlequim, Servidor de Dois Patrões, Fim de Jogo, Vestido de Noiva, A flauta mágica, dentre outras produções de grande sucesso. Como ator, seu mais recente trabalho foi em O Animal Agonizante, direção de Luciano Alabarse (2011). Recebeu o Prêmio Qorpo Santo (1992), o Troféu Açorianos Especial (1993), o Troféu Açorianos de Melhor Ator (2003) e o Troféu RBS/Histórias Curtas de Melhor Ator Coadjuvante (2006), dentre outros.

Realização
Secretaria Municipal da Cultura
Prefeitura de Porto Alegre

FUNARTE / MINC
Governo Federal

Confira a programação da 3a Mostra de Teatro Infantil de Porto Alegre


A Secretaria Municipal da Cultura, em parceria com o SESC – RS, SESI – FIERGS e SATED, promove esse ano a 3ª Mostra de Teatro Infantil de Porto Alegre que ocorrerá de 8 a 13 de outubro no Teatro Renascença, Teatro de Câmara Túlio Piva, Sala Álvaro Moreyra e Teatro do SESC, com entrada FRANCA.

Co
nfira abaixo a programação completa!

OPERETA PÉ DE PILÃO

10, 11 e 13 de outubro
segunda, terça e quinta | às 10h e às 15h
(exclusivo para agendamento de escolas)
Teatro do SESC
Cinco atores-músicos contam e cantam a história do menino que virou pato e de sua avó enfeitiçada que perde seu encanto: o de nunca envelhecer. Uma aventura que envolve cobra, fada enfeitiçada, Nossa Senhora, meninas traquinas, professor Dom Galaor, e muitos feitiços até ele reencontrar a sua avó.
Texto Mário Quintana.
Direção Geral Claudio Levitan
Elenco Claudio Levitan, Luiz Ângelo Pizzonia, Guilherme Toledo, Clara Coelho, Pamela Amaro, Adriana Fonseca, Melissa Arievo, Eduardo Mendonça e Ed Lanes
Música Claudio Levitan, Nico Nicolaiewsky e Vitor Ramil

O BAÚ - LEMBRANÇAS E BRINCANÇAS
08 a 11 outubro
sábado e domingo às 16h
segunda e terça às 10h e às 15h (exclusivo para agendamento de escolas)
Sala Álvaro Moreyra
Dindim recebe sua amiga Pimpolha para dormir em sua casa, mas é proibida de assistir TV pela mãe. As duas meninas não sabem o que fazer. Enquanto esperam, contam apenas com um baú, algumas tralhas e a imaginação para o passar das horas. Inicialmente, sem a televisão, tudo parece sem graça e monótono, porém ao longo do tempo, percebe-se que há muito que fazer quando crianças podem ser apenas crianças.
Dramaturgia Fábio Castilhos
Direção Fábio Castilhos
Elenco Caroline Falero e Giovanna Zottis
Realização Grupo Trilho de Teatro Popular

PIRATAS
08 a 11 outubro
sábado e domingo às 16h
segunda e terça às 10h e às 15h (exclusivo para agendamento de escolas)
Teatro Renascença
Baseado em uma lenda, quatro piratas tem apenas um dia para cumprir uma missão para se livrar de uma maldição. Para isto contam com a ajuda de dois meninos. Um dos meninos é Pedro, que está de férias na casa de seu avô, o qual sempre lhe conta lindas histórias de piratas. Porém neste ano ele vai ouvir as histórias contadas pelos próprios piratas!
Texto Jadson Silva
Direção Airton de Oliveira
Elenco Dejayr Ferreira, Jadson Silva, Paulo Adriane, Paulo Resendez e Sandra Loureiro
Atriz Standing Mychelle Niederauer
Realização Telúrica Produções - Cia Vento Minuano - Grupo de Teatro Loucos de Palco

PITOCANDO
08 a 11 de outubro
sábado e domingo às 16h
segunda e terça às 10h e às 15h (exclusivo para agendamento de escolas)
Teatro de Câmara Túlio Piva
Um passeio musical por músicas pinçadas do repertório folclórico, cantadas com o auxílio de 40 instrumentos (de origens das mais variadas) misturados a materiais musicais alternativos. A platéia é convidada a participar com a trupe, tocando clavas coloridas, caxixis, cantando, brincando de adivinhas e se remexendo.
Concepção, direção musical e arranjos Cláudia Braga e Nise Franklin
Músicos cantores/instrumentistas Cláudia Braga, Ju Dariano e Mateus Mapa
Músicas e letras folclore brasileiro Luciano Zanatta, Mauren Veras, Cláudia Braga e Nise Franklin
Realização Casa Elétrica – espaço de cultura

BIBI! QUE LEGAL! UM CARRINHO DE PEDAL!
8 de outubro | Sábado às 18h | Teatro Renascença
Esta é a história de um menino chamado Lucas e suas aventuras no mundo dos sinais de trânsito, contada através de teatro de bonecos e de músicas criadas especialmente para o espetáculo. Criado para a EPTC, O público aprende com emoção o comportamento necessário para um trânsito mais seguro e civilizado.
Texto Criação coletiva sobre o argumento de Virlei Pedroso dos Reis
Direção Tânia de Castro
Elenco Julio César Moreira de Almeida, Juranês Guimarães de Castro Junior, Luciana Pereira da Silva e Virlei Pedroso dos Reis
Bonecos, acessórios cênicos e adereços Tânia de Castro
Realização Grupo Teatral Sinal de Alerta

BANDA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE
12 outubro | às 11h | Teatro Renascença
Espetáculo interativo feito especialmente para crianças que integra a série Ensaios Didáticos da Banda Municipal. A idéia é conhecer a Banda Municipal, ouvir o som de cada instrumento, identificar os elementos da Música, brincar com sons e ritmos produzidos pelo próprio corpo, reger e cantar com a Banda...
A regência é do Maestro André de Oliveira.
.
ORQUESTRA JOVEM DE CÂMARA
12 outubro | às 16h | Teatro Renascença
O Concerto pretende trabalhar a integração dos jovens com a música, mostrando como se produz a montagem musical da orquestra. Ao mesmo tempo, o concerto será composto de temas brasileiros infantis, trabalhados por compositores. Um painel musical desde o Barroco com Vivaldi, até nossa tradição com Querência Amada e a Sul-Americana Mercedita.

RUA DA CRIANÇA
12 de outubro | das 14h às 19h
na rua Lopo Gonçalves (entre as Ruas Lima e Silva e José do Patrocínio)
Uma quadra fechada para apresentações de música, circo e teatro; banca de maquiagem, resgate de brincadeiras de rua e muitas outras atrações.

AULA ESPETÁCULO - UNIDADE MÓVEL DO CIRCO DA CULTURA.
12 de outubro | das 10h às 12h
Centro Municipal de Cultura
Jogos acrobáticos e musicais que envolvem toda a família.
Quem quiser participar é só vir com roupas confortáveis.
Crianças menos de sete anos devem estar acompanhadas de adultos

Paço Municipal, nosso espaço democrático




No seu relatório ao Conselho Municipal apresentado em 1901, o Intendente José Montaury de Aguiar Leitão comunica o fim das obras do Paço Municipal. O prédio tão necessário ao funcionamento dos serviços da municipalidade foi apontado como obra prioritária em 1897, primeiro ano do longo governo desse administrador municipal.As obras do prédio da Intendência Municipal tiveram início em 1898, sendo mais uma das iniciativas de transformar a capital dos gaúchos numa cidade de destaque no cenário internacional.

O Paço Municipal, sede do governo porto-alegrense foi, ao longo desses 110 anos, palco de anseios para conquistas de cidadania. Entre manifestações de greves e os grandes comícios políticos, os direitos democráticos sobreviveram; nesse espaço repleto com bandeiras, em 13 de abril de 1984, ocorreu o grande comício das diretas que marcou profundamente a vida de toda uma geração de brasileiros impedida por décadas do exercício pleno da democracia, de votar para escolha do Presidente da República do Brasil.
Fonte:Correio do Povo de 14/4/1984

Mostra Universitária da I Jornada do Audiovisual Gaúcho


Dia 29 de setembro, a Fundação Cinema RS – Fundacine realizará a Mostra Universitária da I Jornada do Audiovisual Gaúcho, com o intuito de divulgar as produções audiovisuais realizadas por estudantes de universidades gaúchas.

A Mostra Universitária acontecerá na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro, das 15h às 20h. Participarão filmes de estudantes das seguintes universidades: UFSM, UFPEL, UFRGS, UNISC, PUCRS, UNIVATES e FURG.

Revitalização do Cais: comissão da prefeitura avalia propostas

Foto: Evandro Oliveira/PMPA
Da Rodoviária ao Gasômetro: Cais Mauá terá 2,5 quilômetros de revitalização
Da Rodoviária ao Gasômetro: Cais Mauá terá 2,5 quilômetros de revitalização
A Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento (Cauge) da Prefeitura de Porto Alegre reúne-se, hoje, 28, a partir das 14h30  para tratar do projeto de revitalização do Cais Mauá. O encontro será realizado no Paço Municipal (Praça Montevidéo, 10).
Na ocasião, os representantes dos escritórios dos arquitetos Jaime Lerner e Fermín Vázquez, responsáveis pelo projeto, farão a apresentação detalhada da proposta aos técnicos da prefeitura. A Comissão é responsável pelos Estudos de Viabilidade Urbanística (EVU) de projetos especiais de empreendimentos de impacto urbano na Capital. Os integrantes da Cauge trabalham para cumprir a primeira etapa do estudo no prazo de 30 dias, estabelecido pelo prefeito José Fortunati, a partir da entrega do projeto ao município pela empresa Porto Cais Mauá.

A revitalização do Cais compreende o trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros que vai da Estação Rodoviária à Usina do Gasômetro. O plano prevê a construção de prédios comerciais e mistos, além da recuperação dos armazéns para o funcionamento de bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais.

A empresa responsável pelo empreendimento estima que serão gerados cerca de 9 mil empregos diretos e indiretos na operação. As obras estão previstas para começar no primeiro semestre de 2012, com a entrega dos armazéns revitalizados em 2014.

Cultura abre inscrições para o Curta nas Telas

As inscrições para a 38ª Edição do Concurso Curta nas Telas estarão abertas de 6 a 28 de outubro. O Concurso tem por objetivo divulgar a produção cinematográfica nacional, por meio de seleção de 12 (doze) filmes de curta-metragem. Os projetos selecionados serão exibidos no circuito comercial de cinemas de Porto Alegre, por um período de 14 (quatorze) dias para cada um, em sistema de rodízio entre as salas exibidoras.

Poderão participar filmes nacionais de curta-metragem que tenham cópia em boas condições na bitola 35 mm ou com matriz encodada no sistema digital, com duração de até 15 (quinze) minutos, sem considerar o tempo de duração dos créditos finais, que não tenham sido exibidos pelo disposto na Lei Federal n° 6281 de 09/12/1975, e que tenham sido realizados após o ano de 1990, inscritos por pessoas físicas ou jurídicas.

Para baixar o edital, clique aqui.

Curta nas Telas
 
O projeto Curta nas Telas foi criado em 1996 por meio de uma parceria entre Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Sindicato das Empresas Exibidoras do Rio Grande do Sul e a Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Rio  Grande do Sul e Brasileira de Documentaristas. Desde sua implementação já foram exibidos 249 curtas de todo o Brasil. Em 2011, o Curta nas Telas celebra 15 anos de existência.

Reconhecimento ao teatro gaúcho encerra Porto Alegre em cena

Foto: Luciano Lanes / PMPA
Braskem em Cena premiou cinco atores e espetáculos
Braskem em Cena premiou cinco atores e espetáculos
Após apresentar 64 espetáculos nacionais e internacionais de teatro, ópera, dança e música, a 18º edição do Porto Alegre em Cena terminou na noite de terça-feira, 27, no Teatro do Bourbon, neste ano pela primeira vez, com a entrega do Prêmio Braskem em Cena. O reconhecimento ao teatro gaúcho concedeu seis distinções, com destaque para o espetáculo Wonderland, que conquistou os prêmios de melhor espetáculo e melhor diretor.
A premiação aconteceu simultaneamente ao show das “Mônicas”, como foi chamada a apresentação das cantoras Monica Tomasi e Mônica Feijó. O musical encerrou a programação do festival que se estendeu de 6 a 27 de setembro, numa realização da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, liderada pelo secretário Sérgius Gonzaga.
Ao entregar a principal premiação da noite, de melhor espetáculo pelo júri, o prefeito José Fortunati exaltou a qualificação gradativa do festival ao longo dos 18 anos de trajetória, em paralelo ao desenvolvimento do teatro gaúcho. “Além do Em Cena ter evoluído de forma fantástica, não há dúvidas sobre o crescimento do qualificado trabalho dos grupos gaúchos”, disse o prefeito, destacando que, no período do festival, Porto Alegre torna-se a capital cultural do Brasil.
Melhores - O prêmio Braskem Em Cena, na sexta edição, destacou os melhores espetáculos (prêmio do júri e prêmio popular), melhor ator, melhor atriz e melhor diretor (relação dos premiados abaixo). O júri foi integrado pelos jornalistas Alice Urbim, Fabio Prickladnicki, Vera Pinto e Michele Rolim. Concorreram aos prêmios as peças A mulher sem pecado, A tecelã, Clube do fracasso, Dia desmanchado, Ditos e malditos: Desejos da clausura, Hotel Fuck – num dia quente a maionese pode te matar, Hybris, Wonderland – e o que M. Jackson encontrou por lá, 5 tempos para a morte, 9 mentiras sobre a verdade.

O coordenador geral do festival, Luciano Alabarse, afirmou que a distinção valoriza a produção do teatro de Porto Alegre dentro do festival. A escolha dos vencedores é feita de forma técnica. Uma comissão escolhe inicialmente as dez peças, que depois serão votadas pelos profissionais selecionados para o júri. Na cerimônia, Alabarse anunciou que Luis Paulo Vasconcelos será o padrinho do Em Cena 2012.

Prêmio Braskem Em Cena
Júri popular
- Melhor espetáculo do júri popular, Hybris

Júri oficial
- Melhor atriz ou bailarina: Carolina Garcia
- Melhor ator ou bailarino: Denis Gosh
- Melhor diretor (a) ou coreógrafo (a):  Daniel Colin
- Melhor espetáculo: Wonderland
18º Porto Alegre em Cena- Patrocínio: Petrobras, Braskem, NET, Caixa, Multiplan/ BarraShoppingSul, Cia Zaffari, Ingresso Rápido e Eletrosul
- Apoio cultural: Panvel Farmácias, Funarte, Opus Promoções e Vivo

28 de setembro de 2011

Seguem em exibição Alem da Estrada e A Casa de Sandro



a casa de sandro / gustavo beck
 A Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) segue exibindo na próxima semana a co-produção brasileira-uruguaia Além da Estrada, de Charly Braun, que divide horários com o longa brasileiro A Casa de Sandro, de Gustavo Beck, exibido na sessão das 17h30.

alem da estrada / charly braun


No dia 29 de setembro, a Sala P. F. Gastal recebe parte da programação da Jornada do Audiovisual Gaúcho, realizada pela Fundacine RS, exibindo filmes produzidos em universidades do estado.

Já nas sessões do final de semana, dias 1º e 2 de outubro, o cinema da Usina do Gasômetro abre espaço para uma mostra de produções de temática ecológica.

GRADE DE HORÁRIOS
Semana de 27 de setembro a 2 de outubro de 2011

27 de setembro (terça-feira)

15:30 – Além da Estrada
17:30 – A Casa de Sandro
19:00 – Sessão fechada para alunos da rede municipal

28 de setembro (quarta-feira)

15:30 – Além da Estrada
17:30 – A Casa de Sandro
19:00 – Sessão fechada para alunos da rede municipal

29 de setembro (quinta-feira)

15:00 – Jornada do Audiovisual Gaúcho (Mostra de Cinema Universitário)
17:00 – Além da Estrada
18:30 – Jornada do Audiovisual Gaúcho (Mostra de Cinema Universitário)

30 de setembro (sexta-feira)

15:00 – Além da Estrada
17:30 – A Casa de Sandro
19:00 – Além da Estrada

1º de outubro (sábado)

15:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia
17:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia
19:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia

2 de outubro (domingo)
15:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia
17:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia
19:00 – Mostra BioNat – Cinema e Ecologia

Caminhos para um teatro popular


27 de setembro de 2011

Galeria Iberê Camargo abre exposição “Agregados”

A exposição “Agregados”, de Julio Castro, será inaugurada em 6 de outubro, às 19h, na Galeria Iberê Camargo da Usina do Gasômetro. A mostra ficará aberta ao público até 13 de novembro. A visitação será das 14h às 19h, de terças a domingos. Julio Castro coloca em movimento um jogo de repetição, diferença e multiplicação em escala, que vai ao limite do esforço físico. Uma relação com o corpo que atinge o observador através do movimento inscrito na obra, cuja sensação de que as formas “circulam” e “saltam” para o espaço tridimensional como que confirma a aspiração da pintura de recriar o espaço real.
 
Setor de Mostras e Exposições
Coordenação de Artes Plásticas
Usina do Gasômetro - Sala 605
Fones: (51) 3289-8127 e (51) 3289-8124
Fone/Fax: (51) 3289-8126

Jane Tutikian é a patronesse da 57ª Feira do Livro

A diretora do Instituto de Letras da UFRGS, Jane Tutikian, foi anunciada na manhã desta terça-feira como patronesse da 57ª Feira do Livro de Porto Alegre. Jane recebeu o anúncio feito pelo presidente da Câmera Rio-Grandense do Livro, João Carneiro, ao lado de Airton Ortiz, Celso Gutfreind e Luiz Coronel, demais patronáveis. O evento, que ocorreu no Restaurante Moeda, do Santander Cultural, contou com a presença do coordenador do Livro e Literatura, Márcio Pinheiro, representando o secretário municipal da Cultura, Sergius Gonzaga, e o secretário adjunto, Jéferson Assumção, em nome do secretário estadual da Cultura, Luiz Antônio de Assis Brasil.


Jane declarou que ser patronesse da Feira do Livro era um sonho e, para um escritor, é a maior honra que se pode receber e sentir.

- Quando o escritor está dentro de uma sala escrevendo, esse tempo que ele deixou de viver com a família, com os amigos, ele não é recuperado - porque tempo é a única coisa na vida que a gente não recupera. A não ser o escritor, que talvez seja a única pessoa que tem a oportunidade de recuperá-lo cada vez que alguém abre seu livro. Então, ser patrono também é uma forma de dizer ao leitor "muito obrigado".


Com 59 anos de idade e 30 como escritora, Jane acredita que a honraria chegou em um momento muito bom. "A tarefa de ser patrono vem em um momento certo, e este é o meu momento", declarou. Para comemorar as três décadas de contribuições à literatura gaúcha, lançará uma Antologia com 25 contos intitulada Coisa Viva - "porque literatura também é isso".

Dos 47 homenageados com o título de Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, desde sua 11ª edição, apenas quatro são foram mulheres: Maria Dinorah, em 1989, Lya Luft, em 1996, Patrícia Bins, em 1998, e, nesta 57ª edição, Jane Tutikian. Ao final do seu discurso, a escritora deixou o recado: "Mulheres, estamos aí".

A Feira do Livro acontece de 28 de outubro a 15 de novembro, na Praça da Alfândega.







26 de setembro de 2011

Regulamento VII Prêmio Santander Cultural/PMPA/APTC


Clique na imagem para acessar o regulamento completo

Bate-papo entre bailarinas no 2º Trocando Figurinhas

Foto: Silvia Machado/Divulgação PMPA
Bailarina Luciana Paludo ensina dança e coreografia
Bailarina Luciana Paludo ensina dança e coreografia
No primeiro dia do mês de outubro, próximo sábado, 1º, será realizada a segunda edição do evento “Trocando figurinha”. O encontro acontecerá na sala 209 da Usina do Gasômetro (av. Presidente João Goulart, 551), a partir das 20h. O ingresso consiste em uma contribuição espontânea.
O projeto, que é realizado por Eduardo Severino Cia. de Dança, tem como objetivo promover o diálogo entre dois artistas/criadores da área da dança e como resultado desse encontro mostrar as afinidades artísticas entre eles. Nesta edição, participarão do bate-papo as bailarinas Luciana Paludo e Cibele Sastre.

Luciana Paludo: bailarina, bacharel e licenciada em dança, trabalha em colaboração com outros artistas e desenvolve seus trabalhos em forma de solo. Também ensina dança e coreografia. Fez especialização em linguagem e comunicação e mestrado em artes visuais. Atualmente cursa o doutorado em educação, onde problematiza a composição coreográfica; é professora do curso de Dança da Ufrgs. Faz parte do coletivo de artistas da dança da sala 209.
Cibele Sastre: bailarina, bacharel em artes cênicas, trabalha em colaboração com outros artistas e desenvolve seus trabalhos em forma de solo. Também ensina dança e coreografia. É especialista em análise do movimento, mestre em artes cênicas. Atualmente cursa o doutorado em educação, onde problematiza a aula/performance; é professora do curso de Dança da Ulbra. Faz parte do coletivo de artistas da dança da sala 209.
Serviço
O quê: Projeto "Trocando Figurinha"
Quando: 01 de outubro, às 20h
Onde: Sala 209 da Usina do Gasômetro (Av. Presidente João Goulart, 551)
Ingresso: Contribuição espontânea

Exposição Nove é apresentada no Centro Municipal de Cultura

Foto: Carlos Cruz Fotografia/Divulgação PMPA
Uma das peças que compõe a exposição
Uma das peças que compõe a exposição
Nesta quinta-feira, 29, às 19h, será inaugurada a exposição "Nove", da artista plástica Meris Slomp. As visitações podem ser feitas diariamente, das 9h às 22h, até o dia 20 de outubro, no Saguão do Centro Municipal de Cultura (av. Érico Veríssimo, 307).  Entrada franca. Para saber mais sobre a obra, nas palavras da própria artista, clique aqui.


Exposição: "Nove", de Meris Slomp
Abertura: 29 de setembro, às 19h
Visitação: de 29 de setembro a 20 de outubro, diariamente, das 9h às 22h
Local: Saguão do Centro Municipal de Cultura (av. Érico Veríssimo, 307)

ÚLTIMOS DIAS DE INSCRIÇÕES NA OFICINA DE ROTEIRO - ENCONTROS COM JUAN VILLEGAS


 

ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÃO NA OFICINA DE ROTEIRO 

ENCONTROS COM JUAN VILLEGAS:

OFICINA DE ROTEIRO, CONSULTORIA DE PROJETOS e MOSTRA DE FILMES

 

 

            O Ministério das Relações Exteriores, em parceria com o Santander Cultural e com o apoio da Fundacine/RS, APTC/ABD/RS e SIAV/RS, realizará uma oficina de roteiro com o roteirista e diretor Juan Villegas nos dias 04, 05, 06 e 07 de outubro de 2011. Paralelamente à oficina, o roteirista dará consultoria individual a 3 roteiros de longa-metragem.

Adrián Caetano, que estava previsto para ministrar esta oficina, não poderá vir a Porto Alegre por motivos de saúde. Em seu lugar virá Juan Villegas, roteistas de premiados curtas e longas metragens (currículo em anexo).

A oficina, ministrada à noite e em espanhol, é dirigida para 25 profissionais e estudantes de cinema com conhecimento prévio de redação de roteiros. As manhãs e tardes serão reservadas para as consultorias individuais a 3 projetos de longa-metragem que já possuam o primeiro tratamento do roteiro.

 

OFICINA DE ROTEIRO

Quando: de 04 a 07 de outubro de 2011 - terça a sexta

Horário: 19h às 22h30

Valor: R$ 80,00. Desconto de 50% para sócios da APTC/ABD/RS e SIAV/RS em dia com as contribuições e estudantes de cinema. Pagamento à vista e em dinheiro. Se o cantidato não residir em Porto Alegre, poderá fazer a inscrição através do e-mail ecine@santander.com.br

Vagas: 25 vagas

Onde: Sala Multiuso do Santander Cultural

Inscrições: A partir de 02 de agosto até 04 de outubro na bilheteria do Cine Santander Cultural das 15h às 19h; telefone (51) 3287.5718.

Pré-requisito: realização de pelo menos um roteiro de curta-metragem e ter cursado ao menos uma cadeira de roteiro num curso superior de cinema reconhecido pelo MEC.

Necessidades para inscrição: breve currículo, cópia do registro profissional, histórico de curso comprovando ter cursado uma cadeira de roteiro, preenchimento da ficha de inscrição disponível na bilheteria do Cine Santander Cultural e nos sites das entidades que apóiam o evento.

Observação: as vagas serão preenchidas conforme ordem de inscrição pelos candidatos que preencherem os requisitos exigidos.

  

Maiores informações:

Cine Santander Cultural: fone (51) 3287.5996 com Helana Oliveira (ecine@santander.com.br)

Santander Cultural

Rua Sete de Setembro, 1028

Centro Histórico

Porto Alegre  RS  Brasil  90010-191

 

Fundação Cinema RS - Fundacine: fone (51) 3226.3311 com Simone Luferrier (simoneluferrier@fundacine.org.br) / (producao@fundacine.org.br)

Fundacine

Rua dos Andradas, 1234 - 10º andar - sala 1006

Centro Histórico

Porto Alegre  RS  Brasil  90020-008

 

OFICINA E CONSULTORIA DE ROTEIRO COM JUAN VILLEGAS

 

Realização: Ministério das Relações Internacionais / Brasil

Co-realização: Santander Cultural

Apoio: FUNDACINE/RS, APTC-ABD/RS e SIAV-RS