Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

31 de dezembro de 2011

Conheça os filmes que ganharam recursos do governo


Cada um dos 10 projetos recebeu R$ 150 mil do governo do Estado para sua fase de conclusão


Conheça os filmes que ganharam recursos do governo Otto Desenhos/Divulgação
"Até que a Sbórnia nos Separe" é um dos longas contemplados Foto: Otto Desenhos / Divulgação
ZH conversou com os realizadores dos 10 filmes que acabaram de ganhar, cada um, o prêmio de até R$ 150 mil do edital de finalização de longas-metragens do governo do Estado. Mesmo para os que já contam com outras linhas de financiamento, este incentivo acelera a conclusão dos projetos, que deverão estar prontos nos próximos três meses. Confira detalhes de cada longa e a expectativa de seus autores para o lançamento - a próxima etapa do processo.
Até que a Sbórnia nos SepareAnimação que o diretor Otto Guerra e a equipe da Otto Desenhos Animados começaram a tocar há mais de cinco anos e que vai suceder Wood & Stock, Sexo, Orégano e Rock'n'Roll (2006). E que, segundo o animador, está "nos finalmentes".
- Terminamos a animação em outubro, no Dia da Criança - conta Otto Guerra. - Agora estamos fazendo a composição e o som. É a última etapa antes da finalização. Foi complexo, porque toda a concepção visual é muito elaborada. Quem for ver vai notar que desta vez nos puxamos muito.
Trata-se uma aventura estrelada por Kraunus Sang e pelo Maestro Pletskaya - os personagens de Hique Gomes e Nico Nicolaiewsky no espetáculo Tangos & Tragédias. Diz Otto que a estratégia de lançamento ainda está sendo bolada, mas a ideia é que Até que a Sbórnia nos Separe seja inscrito em um festival "de grande porte" antes de entrar em circuito.
Ah, para você que não se ligou: este é o mesmo projeto que até pouco tempo atrás vinha sendo vendido como Fuga em Ré Menor para Kraunus e Pletskaya. Nada a ver com Cidade dos Piratas - este é o outro longa que Otto Guerra está preparando, inspirado no trabalho do cartunista Laerte e que está em fase bem menos adiantada de produção.
Espia SóDocumentário musical que reconstitui os passos do maestro e violonista Octávio Dutra (1884 — 1937), também compositor - de choros e valsas - e um dos precursores da música urbana do Rio Grande do Sul. O longa intercala depoimentos e imagens de arquivo com números musicais, em que instrumentistas gaúchos como Daniel Wolff, Plauto Cruz, Hique Gomez, Yamandú Costa e Pedro Costa interpretam as canções de Octávio Dutra em locais que fazem lembrar a Porto Alegre de cem anos atrás.
O diretor Saturnino Rocha e os produtores Carlos Peralta e Vera Riet formam o mesmo trio do média-metragem Tango - Uma Paixão, produção local lançada em 2008. Arthur de Faria assina a direção musical de todos os números, que foram rodados no início de 2009 na Capital.
- Era para ser um média, como Tango - explicou Saturnino a ZH à época das filmagens -, mas as canções e as entrevistas ficaram tão boas, e o Arthur foi escrevendo novos arranjos para mais e mais músicas, que acabamos estendendo o projeto.
Espia Só tem este título em referência a uma canção de Octávio Dutra. O grupo que ele liderou foi o Terror dos Facões - "facões" era uma gíria para instrumentistas ruins.
As Aventuras do Avião VermelhoA animação de Frederico Pinto e José Maia, realizadores de curtas como Docinhos (2002), já tem data e distribuidora garantida para estrear nos cinemas - a Imagem Filmes pretende fazer o Avião Vermelho aterrissar nas salas do país em outubro de 2012.
O filme é uma adaptação do livro homônimo que Erico Verissimo lançou em 1936 visando ao público infantil. Narra a viagem fantástica do menino Fernandinho pelo mundo. Ele acabou de perder a mãe e é fascinado pelo livro As Aventuras do Capitão Tormenta, que conta as histórias de um aviador que ficou preso na península do Kamchatka, na extremidade oriental da Rússia. É em busca do personagem que o fascina que Fernandinho parte, numa jornada marcada por descobertas e superação de medos.
O garoto Pedro Yan dá voz ao protagonista, enquanto atores como Lázaro Ramos, Milton Gonçalves, Zezeh Barbosa, Sérgio Lulkin e Fernando Alves Pinto completam o elenco de dubladores. Acompanhe detalhes da produção em www.aviaovermelho.com.br - o site é completo em informações sobre os bastidores da produção, que já envolveu, até aqui, nada menos do que 120 profissionais de desenho e cinema.
SimoneO novo longa do diretor colombiano radicado em Porto Alegre Juan Zapata combina documentário e ficção para contar a história de uma atriz lésbica (papel de Simone Telecch) que vive uma fase de questionamento de sua sexualidade ao se relacionar pela primeira vez com um homem.
- Escrevi o roteiro a partir das experiências pessoais de uma amiga - diz Zapata. - O filme está na fase final da montagem. Um primeiro corte está sendo usado para inscrição em festivais. Acreditamos que o filme tem potencial no mercado internacional.
Simone foi filmado em Porto Alegre dentro de um espírito de realização coletiva. O realizador está à frente da Zapata Filmes, produtora com também na distribuição de produções latino-americanas. Segundo ele, uma parceria com o portal Terra deve exibir Simone na internet na América Latina e nos Estados Unidos.
Menos que NadaEm seu sexto longa, Carlos Gerbase conta a história de Dante (Felipe Kannenberg), arqueólogo que tem sua vida passada em revista do presente, no sanatório em que se encontra internado, ao passado, com as razões que o levaram a enlouquecer. No elenco de Menos que Nada estão duas atrizes de destaque no cinema brasileiro, Rosanne Mulholland, como René, arqueóloga carioca que tirou a vida de Dante dos trilhos, e Branca Messina, no papel de Paula, médica psiquiatra que acompanha seu tratamento.
Com previsão de estreia em junho de 2012, o filme está na fase de edição de áudio e finalização de efeitos especiais.
- A cena mais difícil prevê a superposição de computação gráfica e imagens geradas pela câmera, sem o uso de tela verde - explica Gerbase. - Outra etapa importante será a produção da audiodescrição (versão para deficientes visuais). E, mais importante, vamos lançar uma versão exclusivamente em áudio, com roteiro original que estou escrevendo. Será semelhante aos audiolivros, mas com uma sofisticação sonora muito maior. Não conheço outro filme brasileiro lançado numa versão assim. Na Europa, especialmente na França, é uma prática conhecida, mais em documentários. A ideia é lançar nas quatro plataformas já utilizadas (cinema, internet, TV e DVD) e ainda incluir esta quinta, em áudio. Tudo de forma simultânea. O espectador decide onde assistir.
A Casa ElétricaDrama histórico que vai marcar a estreia de Gustavo Fogaça no longa-metragem. A história é a da aventura do imigrante Savério Leonetti, que veio da Itália, morou em Buenos Aires e fundou em Porto Alegre a Casa A Eléctrica, loja de quinquilharias que se tornou pioneira na gravação dos velhos bolachões dos primórdios da indústria musical ao lançar o selo Discos Gaúcho. Tudo isso nas três primeiras décadas do século 20.
Rodado em parte na capital argentina, o longa produzido pela Panda Filmes é estrelado por Nicola Siri. Tinha orçamento inicial - e ideal, segundo Fogaça, de R$ 4 milhões -, mas será concluído com não mais do que R$ 1,5 milhão. A expectativa é de que seja finalizado até o fim de março, para, a partir de então, buscar espaço primeiro nos festivais, depois no circuito das salas de cinema.
Xico StockingerFrederico Mendina escolheu para sua estreia em longa-metragem biografar um personagem que conheceu na infância, Xico Stockinger (1919 — 2009), austríaco radicado em Porto Alegre que se tornou um dos grandes nomes das artes plásticas do Brasil. O documentário acompanha a intimidade do artista entre 2008 e 2009, pouco antes de sua morte. Mendina combina depoimentos de Stockinger com imagens de arquivo que destacam as técnicas inovadoras de escultura e gravura por ele desenvolvidas.
- Quando criança, no caminho do colégio passava sempre na frente da casa do "seu Xico", na Zona Sul - recorda Frederico. - Mais tarde, por coincidência, me tornei colega e amigo de seu neto na faculdade de Direito. Quando tive a ideia do filme, apresentei ao Xico uma pesquisa com 40 páginas. Ele fez uns reparos e topou fazer o documentário.
DaluaQuando falou com ZH, a codiretora Fernanda Krumel (que assina o projeto juntamente com Rodrigo Pesavento e Tiago de Castro) estava correndo. Queria finalizar o primeiro corte do filme a tempo de inscrevê-lo no festival internacional de documentários É Tudo Verdade.
Produção da Zeppelin e da Tempo Porto Alegre, Dalua é o resultado de dois anos de trabalho, em que a equipe acompanhou o skatista gaúcho Douglas Dalua em sua luta para se tornar campeão mundial de Downhill (descida de ladeiras).
- Estivemos em acampamentos nos cinco continentes, filmamos todo o clima das competições, que é bem legal - descreve Fernanda.
Entre os diversos locais que a equipe visitou está Teutônia, município do Vale do Taquari. É ali que é disputada a etapa brasileira do Mundial de Downhill.
- O filme se passa em grande parte do tempo em Teutônia - explica Fernanda. - É uma das etapas mais velozes do circuito, em que os atletas atingem 120km/h.
Dromedário do AsfaltoA estreia em longa do premiado curta-metragista Gilson Vargas é um road movie que se passa entre Porto Alegre e o interior do Uruguai, jornada que o levou a percorrer, estima, cerca de 10 mil quilômetros entre idas e vindas. Conta a história de Pedro (Marcos Contreras), jovem que sai da Capital em busca de seu pai, homem que vive recluso em algum lugar do litoral uruguaio. É um reencontro ensaiado há muitos anos, desde a morte da mãe de Pedro.
- É um filme sobre movimento, tanto o físico quanto o existencial - explica Vargas. - Filmei em etapas, entre 2009 e 2010, sem compromisso com prazos, o que me deu liberdade de experimentar, refazer o que achei que não funcionava. Estamos indo para o quarto corte, e a expectativa é lançar no primeiro semestre de 2012.
Segundo Gilson, a distribuição de Dromedário no Asfalto está sendo alinhavada com a Vitrine Filmes (responsável pelo lançamento de alguns dos mais elogiados filmes nacionais de 2011):
- Mas a ideia é começar o lançamento pelo Uruguai, com um sistema de exibição itinerante, até chegar a Porto Alegre.
ReferendoO documentário de Jaime Lerner, um dos nomes de destaque do cinema gaúcho, tem como tema o referendo sobre as armas de fogo que houve em 2005 no Brasil. Seu ponto de partida é investigar o que aconteceu entre julho e outubro daquele ano. As pesquisas indicavam que 82% da população votaria no "Sim", pela proibição da comercialização das armas de fogo, mas 64% votou no "Não". Referendo aborda questões como cidadania, democracia, violência, e segurança pública.
- O filme já tem corte final de imagem, falta finalizar a edição de som, mixagem, adquirir o direito de uma música e fazer pós-produção de correção de cor, masterização em HD e cópias - informa Lerner. - Gostaria muito de estrear ainda no primeiro semestre de 2012, pois estamos trabalhando neste filme há mais de quatro anos. Acredito que mesmo sendo um documentário, é um filme com um bom potencial de público, já que trata de questões superimportantes para cada um de nós e faz revelações, digamos, "instigantes". Um dos distribuidores interessados comentou que ele poder vir a ser o Tropa de Elite dos documentários.

ZERO HORA

30 de dezembro de 2011

Nota da Prefeitura sobre o lacramento da Usina do Gasômetro

A respeito da liminar que na noite de ontem, 29, determinou o completo lacramento da Usina do Gasômetro, baseada em informação incompleta de que aquele prédio seria utilizado para lançamento de fogos de artifício por ocasião do Reveillon da Usina, a Prefeitura de Porto Alegre afirma que:

1) Em momento algum foi cogitado utilizar o prédio da Usina sem a devida suspensão da presente interdição judicial até que seja obtido o alvará a ser fornecido pelo Corpo de Bombeiros. Esse alvará dependia apenas de acertos finais na instalação de uma bomba hídrica que aumentaria a pressão de água no último andar do prédio.

2) O lançamento de fogos de artifício do Reveillon da Usina ocorrerá desde um ponto localizado no Cais Mauá, seguindo acerto combinado com o Corpo de Bombeiros, respeitando estritamente as normas de segurança para eventos do gênero.

Por outro lado, a Prefeitura de Porto Alegre alerta para o fato de que essa medida judicial não somente impede que se trabalhe no local para concluir as medidas de segurança que, uma vez atendidas, permitiriam aos porto-alegrenses voltar a usufruir daquele espaço cultural como também inviabiliza:

a) a utilização e monitoramento das câmaras de segurança internas e externa
b) o acionamento da iluminação daquele entorno
c) a presença da Guarda Municipal dentro daquele prédio.

A Prefeitura lembra que desta maneira a Usina e todos os equipamentos do seu interior encontram-se vulneráveis à ação de vândalos e eventualmente também de ladrões. No momento a Prefeitura trabalha no sentido de reaver o acesso ao local para retomar os procedimentos que permitam reabrir o local e também reativar aqueles que ampliam a segurança daquele prédio e seu entorno.

Caderno traz balanço de atividades culturais da Câmara em 2011

 
Lançamento do Relatório Cultural 2011


Em frente à escultura “Olhos Atentos”, na Usina do Gasômetro, e com a vista preenchida pela Orla do Guaíba, a presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereadora Sofia Cavedon (PT), lançou o caderno “Direito à Cultura, Direito de Todos”. A publicação foi apresentada na manhã desta quinta-feira (29/12) e traz uma prestação de contas de todas as atividades culturais desenvolvidas na Casa ao longo de 2011. 

“Este caderno oferece uma dimensão do que se pode fazer na Câmara em termos de cultura”, destacou Sofia. Neste ano, o Teatro Glênio Peres foi reativado e recebeu 30 apresentações entre música, dança, teatro e exibição de filmes, além de oito edições do Terças in Câmara. Foram 23 exposições artísticas e 14 exposições históricas. 

A Casa ainda sediou quatro edições dos Debates Capitais – como convidados, o sociólogo Boaventura de Sousa Santos, a urbanista e relatora da ONU Raquel Rolnik, o escritor e ativista paquistanês Tariq Ali e a filósofa Marilena Chaui. A Câmara ainda proporcionou visitas guiadas a monumentos da Capital, por meio do projeto Arte Pública, e lançou quatro compilações de Legislação Municipal – Criança e Adolescente, PCDs, Direitos da Mulher, Conselhos Municipais – e o livro Dez Anos de Leis e de Ações Municipais: 2002 a 2011. “A Câmara não pode retroceder no que diz respeito à cultura”, entende Sofia.

Marta Resing (reg. prof. 5405)
Assessoria de Imprensa da Presidência

Justiça mantém interdição da Usina do Gasômetro e impõe restrições à festa de Réveillon

Prefeitura da Capital tenta reverter decisão que impede fogos de artifícios no local

A Justiça de Porto Alegre decidiu nesta quinta-feira que vai manter a interdição da Usina no Gasômetro. A determinação impõe restrições à tradicional festa de Réveillon realizada no local. A circulação de pessoas e a instalação de fogos de artifício no prédio estão proibidos.
A decisão foi motivada por pedido do Ministério Público, que informou à Justiça a intenção de descumprimento, por parte da prefeitura, do despacho que determinou a interdição. Conforme o MP, foi protocolado no Corpo de Bombeiros requerimento para instalação de fogos de artifício no prédio do Gasômetro.

O Complexo Cultural do Porto Seco (Sambódromo) também continua interditado pela Justiça. O prazo para desocupação dos galpões pelas pessoas que residem no local, porém, ainda não se esgotou.
O que diz a prefeitura
Conforme o coordenador de Música da prefeitura de Porto Alegre, Jorge André Brittes, foi solicitado que a montagem dos aparelhos para a pirotecnia respeitasse uma distância mínima de 50 metros da torre. Ainda não está decidido em que ponto do terreno do Gasômetro será armada a estrutura, o que deveria ocorrer até o final da noite de hoje.
— Havia uma possibilidade de projetarmos os fogos desde balsas de dentro do Guaíba, mas isto também nos foi negado. Então, traçaremos um plano para que ocorra em um local seguro, em terra — destacou Brittes.
Conforme a prefeitura, a decisão ainda pode ser revertida até a manhã de sábado, desde que os técnicos consigam cumprir as determinações de segurança.

ZERO HORA

29 de dezembro de 2011

Editais abertos


Com informações da Regional Sul do Ministério da Cultura www.cultura.gov.br

Até 10 de Janeiro

  • Edital recebe projetos inéditos de vídeos sobre Patrimônio Cultural Imaterial brasileiro
    Idealizado pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan, em parceria com a Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edson Carneiro (Acamufec), e patrocinado pela Petrobras, o Edital de apoio a documentários etnográficos sobre patrimônio cultural imaterial – Etnodoc recebe de 24 de novembro a 10 de janeiro de 2012 projetos inéditos de documentário etnográfico, voltado para exibição em redes públicas de TV. Leia mais
Até 23 de Janeiro de 2012

  • Concurso Nacional para seleção de projetos de vídeos autorais de Pontos e Pontões e Cultura
    Já estão abertas as inscrições para o edital Concurso Nacional para seleção de projetos de vídeos autorais de Pontos e Pontões de Cultura. O Laboratório Cultura Viva é um projeto realizado pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em parceria com o Ministério da Cultura/Secretaria de Cidadania Cultural e com a Fundação Universitária José Bonifácio, que visa a produção, exibição, difusão, formação, pesquisa e experimentação em audiovisual e multimídia dos Pontos e Pontões de Cultura, através da articulação de redes, do desenvolvimento de uma plataforma on-line de produção colaborativa e da produção de uma Revista Eletrônica para veiculação em TV e multimídia. 13.7. O Edital ficará à disposição dos interessados no site www.labculturaviva.org
Até 27 de Janeiro

  • Museu Alfredo Andersen de Curitiba lança edital de exposições
    Estão abertas as inscrições para ocupação dos espaços expositivos no Museu Alfredo Andersen de Curitiba para o ano de 2012. Podem se inscrever artistas que tenham tido, ao longo da trajetória artística, vínculo com o Ateliê de Arte do Museu Alfredo Andersen como orientador, aluno, palestrante ou ministrante de workshop. O interessado deve enviar via Correios ou entregar pessoalmente no Museu a ficha de inscrição, acompanhada do portfólio da exposição pretendida. O prazo é até 27 de janeiro de 2012. O museu está localizado na Rua Mateus Leme, 336 - São Francisco, Curitiba - PR CEP 80510-190. O edital completo e a ficha estão disponíveis em www.seec.pr.gov.br e www.maa.pr.gov.br. Informações: (41) 3222-8262 / 3323-5148.
Até 31 de Janeiro

  • Prêmio Agente Jovem de Cultura: Diálogos e Ações Interculturais
    Vai conceder 500 prêmios, no valor de R$ 9 mil cada, a iniciativas culturais já realizadas e concluídas, propostas por jovens agentes culturais de todo o país. As inscrições para a premiação estão abertas até 31 de janeiro de 2012, e poderão ser realizadas no endereço eletrônico do MinC ou encaminhadas via Correios. Poderão participar da iniciativa jovens brasileiros natos ou naturalizados e estrangeiros residentes há mais de três anos no país, na faixa etária entre 15 e 29 anos. Leia mais
Até 31 de março

Cadastros

  • Cadastro Nacional de Livros de Baixo Preço
    A Fundação Biblioteca Nacional torna pública a criação do Cadastro Nacional de Livros e Pontos de Venda. O Cadastro está aberto aos editores interessados em comercializar livros, cujo preço final de venda ao consumidor não exceda o valor de 10,00 (Dez Reais). Leia mais
Patrocínio

  • BNDES divulga cronograma para seleção de projetos para patrocínio em 2012
    O BNDES adotou um novo sistema para recebimento de solicitações de patrocínio a publicações, eventos culturais e técnicos cuja realização esteja programada para o ano de 2012. O envio de projetos deverá obedecer aos períodos específicos de inscrição estabelecidos pelo Banco, que busca, assim, garantir maior agilidade à análise dos pleitos. Para os eventos e publicações com início de março a maio de 2012, as inscrições se encerram no final do mês, e podem ser feitas no site do BNDES. Já para os projetos que se iniciam entre os meses de junho e agosto, as inscrições poderão ser realizadas de 1º de fevereiro a 15 de março. E, por fim, eventos e publicações realizados de setembro a novembro terão inscrições no período de 1º de maio a 15 de junho. Leia Mais

CURSO MODULAR DE GESTÃO CULTURAL TURMAS 2012 -PORTO ALEGRE(RS)


INSCRIÇÃO PROMOCIONAL ATÉ DIA 10 DE JANEIRO DE 2012


CURSO MODULAR DE GESTÃO CULTURAL TURMAS 2012

Inscrições abertas para as turmas de 2012 nas cidades de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Brasília (DF), São Paulo (SP) e Cascavel (PR)

A Quixote Art & Eventos já está com as inscrições abertas desde o dia 05 de novembro para os interessados em participar das novas turmas de 2012 do Curso Modular de Gestão Cultural ministrado pelo consultor e produtor cultural Marcelo Miguel. As fichas de inscrição já podem ser solicitadas através do e-mail cursos@quixoteart.com.br

Para o próximo ano as novidades do curso ficam por conta do aumento do número de módulos, passando agora de 08 para 09 encontros presenciais (aulas), e também para a inclusão de novas cidades no roteiro. São Paulo (SP), Brasília (DF) e Cascavel (PR) passarão também a contar com uma turma permanente, além da manutenção das turmas nas cidades de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC).

O Curso Modular de Gestão Cultural será dividido em 09 módulos (09 encontros presenciais), mas terá também em sua programação as chamadas revisões online, para que os alunos tenham condições de acompanhar através da internet aulas de revisão utilizando o twitter e/ou programa skype, onde serão abordados os conteúdos apresentados em sala de aula.

Além disso, um dos grandes diferenciais deste curso, é que os alunos podem também participar das atividades extra-aula como a incubadora de projetos culturais e o laboratório de projetos culturais, que na prática funcionaram como uma consultoria coletiva para os projetos e ações culturais desenvolvidas pelos próprios alunos.

Nos últimos 06 anos, os Cursos mantidos pela Quixote Art & Eventos já foram ministrados em mais de 76 diferentes cidades, espalhadas em 08 estados brasileiros, atendendo um público total aproximado de 7.500 alunos. Muitos destes alunos, mantém até hoje parceria com a Quixote Art & Eventos na realização de seus projetos, ações e programas culturais.
Início das aulas:
Curitiba (PR), Porto Alegre (SP) e São Paulo (SP) em
Fevereiro de 2012


ATENÇÃO
AULA ESPECIAL DE APRESENTAÇÂO (ENTENDENDO A LEI ROUANET):

Nos dias 17, 18 e 19 de janeiro de 2012, como preparação para o início das atividades do curso, estaremos realizando gratuitamente uma aula on-line de apresentação da Lei Rouanet.
Os interessados poderão acompanhar através do twitcam independentemente de estar matriculado em nosso curso.

Dias 17, 18 e 19 de janeiro (terça, quarta e quinta) das 18h30 às 20h
www.twitter.com/quixote64


Como funciona o Curso Modular de Gestão Cultural

OBJETIVOS DO CURSO E DIFERENCIAL:

O grande objetivo deste curso é apresentar de forma geral questões pertinentes a gestão cultural para todos os segmentos artísticos.
Durante o curso serão enfocadas principalmente noções gerais para planejamento e formatação de projetos culturais, apresentação das leis de incentivo à Cultura, com destaque ao funcionamento da Lei Rouanet tanto no mecanismo do mecenato como do Fundo Nacional de Cultura, noções gerais sobre políticas públicas de cultura, como Sistema Nacional de Cultura e os principais programas mantidos pelo governo federal, Lei de Direito Autoral, gestão de eventos, noções para organização e execução do trabalho de captação de recursos, assessoria de comunicação para projetos culturais, gestão de acervos, apresentação do Sistema Brasileiro de Museus, lei do audiovisual, código de defesa do consumidor aplicado aos produtos culturais, etc.

Ao contrário de outros cursos, mais do que uma atividade de formação e capacitação, este curso ofertado pela Quixote Art & Eventos tem como princípio oferecer aos seus participantes uma consultoria dirigida, buscando sempre atender as suas necessidades e os seus interesses na formatação de seus próprios projetos culturais.

Outra característica do curso, é que as atividades não estão pautadas apenas nas aulas presenciais, as chamadas atividades extra-aula, pois o curso oferece também ações como as revisões on-line (revisões pela internet) e as reuniões da incubadora de projetos culturais e do laboratório de projetos culturais, que como ações pedagógica também contribuem neste processo de formação e capacitação dos alunos.

Um exemplo desta questão é que atualmente, muitos alunos que já participaram dos cursos promovidos pela Quixote Art & Eventos, ainda hoje mantém com regularidade um estreito contato com os instrutores e com as atividades do curso. Inclusive, muitos ex-alunos, mesmo depois de já terem concluído o curso em anos anteriores, acabam retornando e voltando as aulas para se atualizarem. Estes alunos são convidados especiais e não pagam nenhuma taxa por estas participações pós-curso.


LOCAL DAS AULAS:

PORTO ALEGRE /RS**
Prédio do IAPC - Rua Baronesa do Gravataí 700 - Cidade Baixa (Próximo ao Praia de Belas Shopping)
**As aulas presenciais acontecerão sempre no segundo sábado de cada mês das 9h as 17h (Aulas de fevereiro a outubro de 2012) * Nesta turma, nos meses de junho, setembro e outubro em virtude de feriados as aulas serão transferidas para o terceiro sábado do mês  (veja a programação com as datas)


Aulas presenciais para o Curso Modular de Gestão Cultural em 2012

Em cada uma das cidades abaixo será montada uma turma com as aulas acontecendo uma vez por mês. Somente na cidade de Cascavel/PR precisaremos confirmar um número mínimo de 10 alunos, com a possibilidade de cancelamento da turma. Nas demais cidades as turmas estão confirmadas independentemente do número de participantes matriculados.


TURMA em PORTO ALEGRE /RS
Turma A2 - As aulas presenciais acontecerão sempre no segundo sábado de cada mês das 9h as 17h (Aulas de fevereiro a outubro de 2012)
·                    Nesta turma, nos meses de junho, setembro e outubro em virtude dos feriados as aulas serão transferidas para o terceiro sábado do mês
(veja a programação com as datas)


PROGRAMAÇÃO DO CURSO POR MÒDULOS:

Modulo Especial
Introdução a Produção Cultural e a Economia da Cultura / Apresentação da Lei Rouanet

Turma A2 Porto Alegre (RS) 11 de fevereiro (sábado das 9h às 17h)

Modulo 01
Formatação e Planejamento de Projetos Culturais / Apresentação do SALIC WEB

Turma A2 Porto Alegre (RS) 10 de março (sábado das 9h às 17h)
 
Modulo 02
Marketing Cultural e Captação de Recursos /
Apresentação do processo de captação de recursos através da Lei Rouanet

Turma A2 Porto Alegre (RS) 14 de abril (sábado das 9h às 17h)

Modulo 03
Políticas Públicas para a Cultura /
Apresentação do Fundo Nacional de Cultura

Turma A2 Porto Alegre (RS) 12 de maio (sábado das 9h às 17h)


Modulo 04
Cultura e Terceiro Setor /
Apresentação dos procedimentos para Prestação de Contas de projetos beneficiados pela Lei Rouanet

Turma A2 Porto Alegre (RS) 16 de junho (sábado das 9h às 17h)

Modulo 05
Legislação e Cultura / Apresentação da Lei do Direito Autoral
Turma A1   Porto Alegre (RS) 07 de julho (sábado das 9h as 17h)
Turma A2 Porto Alegre (RS) 14 de julho (sábado das 9h às 17h)

Modulo 06
Planejamento de Comunicação para Projetos Culturais/
Identidade Cultural e Diversidade Cultural / Tratado Internacional de Diversidade Cultural

Turma A2 Porto Alegre (RS)11 de agosto (sábado das 9h às 17h)

Modulo 07
Patrimônio Cultural Material e Imaterial e Gestão de Acervos e Museus /
Apresentação do Sistema Brasileiro de Museus

Turma A2 Porto Alegre (RS) 15 de setembro (sábado das 9h às 17h)

Modulo 08
Produção Executiva para Projetos Audiovisuais / Apresentação da Lei do Audiovisual

Turma A2 Porto Alegre (RS) 20 de  outubro (sábado das 9h às 17h)

ATIVIDADES EXTRA-AULA:
Revisão de aulas on-line apresentadas pela internet através do twitcam e plataforma skype

Modulo Especial – Terça-feira dia 27 de março das 19h às 20h30
Modulo 01 – Terça-feira dia 24 de abril das 19h às 20h30
Modulo 02 – Terça-feira dia 29 de maio das 19h às 20h30
Modulo 03 – Terça-feira dia 26 de junho das 19h às 20h30
Modulo 04 – Terça-feira dia 31 de julho das 19h às 20h30
Modulo 05 – Terça-feira dia 28 de agosto das 19h às 20h30
Modulo 06 – Terça-feira dia 25 de setembro das 19h às 20h30
Modulo 07 – Terça-feira dia 30 de outubro das 19h às 20h30
Modulo 08 – Terça-feira dia 27 de novembro das 19h às 20h30

Reuniões da incubadora de projetos culturais

Encontros presenciais – sempre as sextas-feiras das 18h as 21h

Porto Alegre (RS) – 09 de março / 13 de abril / 11 de maio / 15 de junho/ 13 de julho
São Paulo (SP) – 27 de abril / 25 de maio / 22 de junho/ 27 de julho

Encontros Online da incubadora de projetos – sempre as terças-feiras das 18h30 as 20h30
17 de abril / 22 de maio / 19 de junho / 24 de julho


CARGA HORÁRIA TOTAL:

A carga horária total deste curso é composta de 90 horas/atividades, assim distribuídas:

* 09 módulos presenciais com 06 horas/aula
cada módulo num total de 54 horas/aula
* 09 aulas de revisão via internet com 01 hora duração
cada aula num total de 9 horas/aula
* 09 Reuniões da incubadora de projetos culturais
e do laboratório de projetos culturais com um total 27 horas/atividades.


INSTRUTOR DO CURSO:

Marcelo Miguel

(Consultor, Produtor Cultural, Radialista e Poeta) - Editor do Jornal Cultural Quixote (1998-2010) e Diretor da Quixote Art & Eventos, Marcelo Miguel atua no segmento cultural desde 1985. Já foi assessor da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo entre os 1989 e 1992, Consultor Especial da ASSSOCULT (Associação dos Dirigentes Culturais e Secretarios Municipais de Cultura de Curitiba e Região Metropolitana) entre os anos de 1997 e 2002,  Ex-Coordenador do Fórum Permanente de Cultura do Estado do Paraná entre 2000 e 2003, responsável pelos projetos Vladimir Kózak e os Índios do Brasil, HIP-HOP e a Cidadania em parceria com a OAB/PR, 40 anos do INCRA no Paraná e instalação do Memorial do INCRA em Cascavel/PR (Museu da reforma Agrária), Exposição do Artista Plástico Silvio Rocha - Fragmentos Xetá, Teatro Nas escolas de Marechal Candido Rondon, Encontro Paranaense de Poetas, Digitalização do acervo do Museu do Milênio - Prudentópolis/PR, Festival de Cinema da Lapa/PR.


BENEFÍCIOS AOS ALUNOS:
Todos os alunos do curso receberão um Kit contendo apostilas e um CD-Room com dados e informações complementares sobre os temas abordados.
Os alunos que freqüentarem o curso completo ou que atingirem pelo menos 75% de freqüência das aulas também receberão um CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO.

Os alunos que fizerem sua inscrição a vista receberão um desconto e mais um brinde extra.

VAGAS OFERTADAS:
Para cada cidade serão ofertadas 25 vagas

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÃO:
As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 10 de novembro de 2011
Informações podem ser obtidas pelos telefones abaixo ou através de nossos email:
(41) 3029-3660 ou (41) 8481-6651

FORMAS DE INSCRIÇÃO:
Para efetuar a inscrição o interessado deverá preencher a ficha de inscrição e enviar através do e-mail cursos@quixoteart.com.br.
Em seguida deverá ser quitada a taxa de inscrição, à vista ou de forma parcelada de acordo com a tabela de valores abaixo.

A quitação da taxa de inscrição poderá feita da seguinte forma:

a) Pessoalmente na sede da Quixote Art & Eventos em Curitiba
R. Conselheiro Laurindo 502 cjto 904;

b) No primeiro dia de aula do curso no próprio local de aula;

c) Ou ainda, através de deposito ou transferência bancária em conta indicada ou através de boleto bancário remetido após envio da ficha de inscrição;

INVESTIMENTO:
O valor da taxa de inscrição no Curso Modular de Gestão Cultural é o mesmo para todas as turmas mas varia conforme a data de confirmação da inscrição por parte do aluno:

Para inscrições até 10 de janeiro:

Taxa de inscrição a vista:
R$ 650,00 (Seiscentos e Cinqüenta Reais)
Taxa de inscrição parcelada: R$ 80,00 (Oitenta Reais) em 10 parcelas

Para inscrições até 10 de fevereiro:

Taxa de inscrição a vista:
R$ 750,00 (Setecentos e Cinqüenta Reais)
Taxa de inscrição parcelada: R$ 90,00 (Noventa Reais) em 10 parcelas

Para inscrições até 10 de Março:

Taxa de inscrição a vista:
R$  850,00 (Oitocentos e Cinqüenta Reais)
Taxa de inscrição parcelada: R$ 105,00 (Cento a Cinco Reais) em 10 parcelas

Para inscrições após o dia 11 de Março:

Taxa de inscrição a vista:
R$  950,00 (Novecentos e Cinqüenta Reais)
Taxa de inscrição parcelada: R$ 130,00 (Cento e Trinta Reais) em 09 parcelas

(A quitação da taxa de matrícula acontece no ato da inscrição e as demais parcelas podem ser quitadas a cada módulo durante as aulas)

Os alunos que fizerem a quitação da taxa de inscrição a vista receberão todo o material em sua primeira aula, além de receberem um brinde.
Os alunos que fizerem a opção da quitação parcelada, receberão o material parcialmente a cada módulo.


PROGRAMA DO CURSO
Conteúdo Programático do Curso Modular de Gestão Cultural

Modulo Especial – Introdução a Produção Cultural e a Economia da Cultura
Apresentação da Lei Rouanet

Aula 01 – Parte 01 – Introdução ao estudo da produção cultural – Aspectos da produção cultural no Brasil. Principais dificuldades no desenvolvimento de ações e projetos culturais. Aula 01 – Parte 02 – Introdução aos conceitos da Economia da Cultura. A sustentabilidade de projetos culturais. As principais alternativas para a busca de recursos para a execução de projetos culturais. Noções gerais de planejamento. Aula 01 – Parte 03 – Conceituação de projeto e seus principais elementos. Aspectos do planejamento de projetos. Conceituação e etapas do planejamento. A construção do diagnóstico e o estudo de viabilidade. Definição de objetivos e metas. A construção do planejamento estratégico e a definição do público alvo. Aula 01 - Parte 04 – Leis de Incentivo à Cultura - A evolução histórica das leis de incentivo á Cultura no Brasil e o surgimento da Lei Rouanet. Perspectivas para as futuras alterações. Considerações a respeito do PROCULTURA.  Apresentação do PRONAC e dos Mecanismos de incentivo: Mecenato (isenção fiscal), FNC e FICART. Aspectos jurídicos do mecenato na Lei Rouanet

Modulo 01 – Formatação e Planejamento de Projetos Culturais
Apresentação do SALIC WEB

Aula 02 - Parte 01 – Leis de Incentivo à Cultura - O proponente e os impedimentos legais. Principais exigências para o cadastramento de propostas culturais. Prazos. Quem pode se beneficiar com a isenção fiscal. Apresentação do artigo 18 e 26 da Lei Rouanet e o valor da isenção fiscal concedida aos patrocinadores. Aula 02 - Parte 02 – Leis de Incentivo à Cultura - Trâmite para a aprovação de projetos culturais na Lei Rouanet. O cadastramento. Análise técnica. Reunião da CNIC. Publicação no Diário Oficial. Abertura das contas correntes do projeto e a gestão do projeto. Aula 02 - Parte 03 – Leis de Incentivo à Cultura - Apresentação do SALICWEB e da Instrução Normativa 01/2010. O usuário e as exigências legais. Apresentação do formulário eletrônico. A construção da planilha de custos. Anexação de documentos. Aula 02 - Parte 04 – Leis de Incentivo à Cultura – Noções gerais de formatação de projetos. A identificação do diferencial e o valor agregado do projeto cultural.

Modulo 02 –  Marketing Cultural e Captação de Recursos
Apresentação do processo de captação de recursos através da Lei Rouanet

Aula 03 - Parte 01 – Marketing Cultural - Introdução ao estudo do marketing. Conceituação de marketing cultural e as suas principais características. O marketing a favor da cultura. Conceituação de mecenato. Características e diferenças entre apoio, patrocínio e permuta. Aula 03 - Parte 02 – Marketing Cultural - O que leva uma empresa a investir em projetos culturais. Vantagens e benefícios que poderão ser oferecidos aos patrocinadores. A construção do plano de negócios. O perfil do captador de recursos.
Aula 03 - Parte 03 – Planejamento de Captação de Recursos – Organização do planejamento de captação de recursos. A prospecção de patrocinadores em potencial. Estratégias para a abordagem. A elaboração do material de apoio. A negociação com os patrocinadores. Os contratos de patrocínio e as principais preocupações.
Aula 03 - Parte 04 – Leis de Incentivo à Cultura – A captação de patrocínios através da Lei Rouanet.  A publicação da portaria no diário oficial. A emissão do recibo e a relação com o patrocinador segundo a legislação. A liberação dos recursos.

Modulo 03 – Políticas Públicas para a Cultura
Apresentação do Fundo Nacional de Cultura

Aula 04 - Parte 01 – Políticas Públicas para a Cultura – O poder público e a gestão da cultura. Histórico dos primeiros órgãos públicos de gestão e os principais marcos legais. A estrutura atual do Governo Federal para a Gestão da Cultura. O Ministério da Cultura e sua organização. Aspectos e diferenças na organização das Secretarias e Fundações Culturais estaduais e municipais. Aula 04 - Parte 02 – Sistema Nacional de Cultura (SNC) – Evolução histórica do SNC. O Plano Nacional de Cultura e suas características. O Sistema Federal de Cultura e o Plano Federal de Cultura. Apresentação do Sistema Nacional de Cultura e seus principais elementos. A construção dos Sistemas estaduais e municipais de cultura. Os instrumentos de controle social. Os conselhos de cultura e as conferências de cultura. Aula 04 - Parte 03 – Fundo Nacional de Cultura (FNC) – Diferenças do FNC e do mecenato da Lei Rouanet. Quem pode se beneficiar do FNC e qual o perfil dos projetos aprovados. Como funciona. O que é o SICONV e como cadastrar uma entidade ou organismos no SICONV. Principais aspectos dos convênios e base legal. Origem dos recursos do FNC. Aula 04 - Parte 04 – Gestão Pública da Cultura – Principais programas mantidos pelo governo Federal. Apresentação do Mais Cultura e do programa Cultura Viva.  O Vale Cultura e sua aplicação. Aspectos gerais da administração pública.  Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei das Licitações.

Modulo 04 – Cultura e Terceiro Setor
Apresentação da Prestação de Contas da Lei Rouanet

Aula 05 - Parte 01 – Terceiro Setor – Apresentação do terceiro setor. Conceituação e evolução histórica do terceiro setor no Brasil. Características do terceiro setor. Atuação do terceiro setor no universo da produção cultural. Apresentação de projetos culturais mantido por entidades sem fins lucrativos e estudos de caso. O terceiro setor e a Lei Rouanet.  Aula 05 - Parte 02 – Introdução ao estudo  de direito – O direito e a sociedade. Conceituação de personalidade jurídica e capacidade jurídica. Definição de Pessoas jurídicas e definições e aspectos do código civil. O que é uma associação e uma fundação. Características e diferenças. Como criar e registrar uma entidade sem fins lucrativos. Aula 05 - Parte 03 – Terceiro Setor – Certificados e títulos para entidades sem fins lucrativos. Título de utilidade pública federal, estadual e municipal. Benefícios e forma de obtenção. Título de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Benefícios e forma de obtenção.  Aspectos gerais da Lei Federal 9.790/99. Título do CEAS e OS. Aula 05 - Parte 04 – Lei de Incentivo – A prestação de contas para projetos culturais que utilizaram recursos da Lei Rouanet. Apresentação dos formulários e principais preocupações.  Os relatórios e a comprovação de execução dos objetivos do projeto.

Modulo 05  – Legislação e Cultura
Apresentação da Lei do Direito Autoral

Aula 06 - Parte 01 – Gestão Cultural – Os atores da gestão da cultura. Características e formas de gestão de projetos. Princípios administrativos.
Aula 06 - Parte 02 – Gestão de eventos – Legislação aplicada a gestão de eventos. Código de defesa do consumidor e eventos públicos. Principais preocupações do produtor cultural na realização de eventos públicos. O espaço público e as exigências legais. Alvarás e liberações obrigatórias. O ART para construções assessórias. O acesso de menores. O atendimento médico em eventos públicos. Tipos de seguros e segurança. O serviço receptivo. Aula 06 - Parte 03 – Lei de Direito Autoral – Apresentação da Lei de Direito Autoral. A propriedade intelectual e o registro de marcas e patentes. O direito moral e patrimonial do autor. Direitos conexos. O registro de autoria. O domínio público. O ECAD e a fiscalização da execução pública de músicas. As futuras alterações da legislação. Aula 06 - Parte 04 – Legislação aplicada ao setor cultural – Noções gerais de legislação trabalhista aplicada ao setor cultural. Apresentação da Lei 6.533. Noções gerais de contrato. A contratação de artistas estrangeiros para atuar no Brasil. A importação de obras de arte. Aspectos gerais da pós-produção.

Modulo 06  – Planejamento de Comunicação para Projetos Culturais/ Identidade Cultural e Diversidade Cultural
Tratado Internacional de Diversidade Cultural

Aula 07 - Parte 01 – Introdução ao Estudo da Comunicação – Noções gerais de comunicação e apresentação dos profissionais e atividades de comunicação relacionadas aos projetos culturais. O assessor de imprensa, o publicitário e o relações públicas. Características e diferenças. Aula 07 - Parte 02 – Planejamento de comunicação– Etapas do planejamento de comunicação. Identificação do público alvo e a construção do mapa de mídia. Definição de estratégias de ação. A produção do material de apoio. Manual de identidade visual do governo e da Lei Rouanet. Procedimentos para uso das logomarcas e adoção do material de divulgação nos projetos contemplados pela Lei Rouanet. Aula 07 - Parte 03 – Assessoria de Imprensa e Jornalismo Cultural – O perfil do assessor de imprensa. Instrumentos de trabalho para a assessoria de imprensa de projetos culturais. O press-release e o kit imprensa. A relação com a mídia. Características do jornalismo cultural. Principais veículos de comunicação e o jornalismo cultural. A internet como novo espaço do jornalismo cultural. Aula 07 - Parte 04 – Identidade Cultural e Diversidade Cultural – Conceitos e noções gerais sobre identidade e diversidade cultural. O Tratado de Diversidade Cultural da UNESCO.

Modulo 07 – Patrimônio Cultural Material e Imaterial e Gestão de Acervos e Museus
Apresentação do Sistema Brasileiro de Museus
Aula 08 - Parte 01 – Patrimônio Cultural Material – Base legal da criação do patrimônio cultural e o papel do estado nas ações de conservação e  preservação. O que é Bem Cultural e suas particularidades. Conceituação de patrimônio e suas categorias. O Tombamento. Características e a legislação aplicada ao patrimônio cultural material. Programas especiais mantidos pelo poder público voltado ao patrimônio cultural. Apresentação do Programa Monumenta e o PAC do Patrimônio Cultural. A estrutura do IPHAN e sua evolução histórica. Aula 08 - Parte 02 – Patrimônio Cultural Imaterial – Conceituação de Patrimônio Cultural Imaterial e sua evolução. Definição e diferenciação de Patrimônio Cultural Material e Imaterial. Legislação brasileira e programas de fomento. Metodologia de inventário e pesquisa aplicada ao Patrimônio Imaterial. Aula 08 - Parte 03 – Gestão de acervos e museus – Tipologia de museu. O colecionismo e tipos de coleções. A confecção do plano museográfico e do plano museológico. O espaço físico para museus e suas características. A montagem das exposições e a manutenção dos acervos. Relação acervo x público. Aula 08 - Parte 04 –Gestão de acervos e museus – Apresentação do Sistema Brasileiro de Museus e exigências legais. A construção do plano museológico. O IBRAM e a sua estrutura legal.

Modulo 08  – Produção Executiva para Projetos Audiovisuais
Apresentação da Lei do Audiovisual

Aula 09 - Parte 01 – Projetos Audiovisuais – História do cinema no Brasil e no Mundo. Evolução dos órgãos públicos ligados ao setor audiovisual. A ANCINE e sua estrutura. O cadastro de produtores audiovisuais. Principais conceitos trazidos pela MP 2228/01. O que são projetos audiovisuais. As cotas de tela e legislação correlacionada ao setor cultural. Aula 09 - Parte 02 – Projetos Audiovisuais– Alternativas para a busca de recursos e patrocínios para a realização de projetos audiovisuais. Apresentação da Lei do Audiovisual. Instrumentos de isenção fiscal através dos art.1, 1ª, 3 e 3ª da Lei do Audiovisual. A captação de recursos através dos art. 18 e 26 da Lei Rouanet. O art. 39 da MP 2228/01. Aula 09 - Parte 03 – Projetos Audiovisuais– Fundos de apoio para projetos audiovisuais. O FUNCINE e os FSA. O FINEP e o FNC. O PAR – Prêmio Adicional de Renda. Lei Federal 10.179 e o mecanismo de conversão da dívida externa. Aula 09 - Parte 04 – Projetos Audiovisuais – O CPB (Certificado de Produto Brasileiro). Os principais profissionais e funções em projetos audiovisuais. Principais preocupações dos produtores audiovisuais. O roteiro e sua função no processo de planejamento. O storybord e suas características. A captação de imagem e a logística para transporte de equipe e equipamentos. O plano de locação. Liberação de direito de imagem. Edição e finalização dos produtos audiovisuais. Aspectos de eventos audiovisuais. A organização de Mostras e Festivais de Cinema e Vídeo.

28 de dezembro de 2011

Cursos intensivos de verão


Danças e Ritmos Gina Vitola

Início 02 de janeiro.

Cia de Arte (Andradas, 1780 - Centro - PoA).

Horários
Quarta
Sábado
14:00 ás 15:30

Dança Cigana
15:30 ás 17:00

Dança do Ventre
17:00 às 18:00

Dança do Ventre e Fusão
18:00 ás 19:30
Dança Cigana

19:30 ás 21:00
Dança do Ventre

21:00 ás 22:00
Dança do Ventre e Fusão


Centro Flor de Lótus (Cel. Fernando Machado, 657 - Centro - PoA).


Horários
Segunda
Terça
Quarta
Quinta

9h ás 10h

Dança do Ventre (I e II)


Dança Cigana
Dança do Ventre (I e II)

Dança Cigana
17h ás 18h

Dança do Ventre


Dança Cigana

Valores mensais por modalidade:

Modalidade Dança do Ventre (básico I e II)
1X por semana - R$ 65,00
2X por semana - R$ 85,00
3X por semana - R$ 95,00

Modalidade Dança Cigana
1X por semana - R$ 65,00
2X por semana - R$ 85,00
3X por semana - R$ 95,00


Casa Z – Cultura e Dança Cigana (Lima e Silva, 163 – Novo Hamburgo).

Horário
Terça - Feira
18:30 ás 20:00
Dança do Ventre
20:00 às 21:30
Fusões



Modalidade Dança do Ventre
1X por semana (1h30min de aula) - R$ 75,00

Modalidade de Fusões
1X por semana (1h30min de aula) – R$ 75,00


OBS: As turmas serão abertas somente se houver o mínimo de 03 alunas, favor entrar em contato.

Contatos:
Gina Vitola
(051) 9108.0402

Dança Contemporânea com Eva Shul






De 10 a 20 de janeiro (2ª a 6ª)

18h as 19h30 - iniciantes
19h30 as 21h - intermediário/avançado
21h as 22h - improvisação/composição

Local: Sala 209 da Usina do Gasometro

Informações: 99799020


Escola de Flamenco Del Puerto









9 a 13 de janeiro

Iniciação ao flamenco - com Tatiana Flores
Introdução à castanholas - com Juliana Kersting

16 a 20 de janeiro
Iniciação ao Flamenco e musicalização para crianças - com Daniele Zill
Mirabrás com Mantón - com Ana Medeiros
Soleá com Bata de Cola - com Ana Medeiros

23 a 27 de janeiro
Iniciação ao Flamenco e musicalização para crianças - com Daniele Zill
Guajiras com Abanico - com Daniele Zill
Patadas por Bulerías - com Cia. de Flamenco Del Puerto


*Todas as aulas terão acompanhamento de violão com Giovanne Capeletti

Valor por curso: 150,00

Porto Alegre cia de Dança Escola

Curso de Artes integradas - crianças
Público: meninas e meninos
Turma A - crianças de 5 e 7 anos
Turma B – crianças de 8 a 12 anos
Período: de 3 a 26 de janeiro
Dias: 3ª, 4 ª e 5ª
Horário: 9:00 – 12:00
Local: Companhia de Artes – Andradas 1780 - 4º andar
Número de vagas: 20 em cada turma
contato: escolaportoalegreciadedanca@gmail.com

Ballet Clássico - Adultos iniciantes
Público: adultos com nenhuma ou pouca experiência em dança
Início: 3 de janeiro
Dias: 3ª e 5ª
Horário: 19:00 – 20:30
Local: Companhia de Artes – Andradas 1780 - 4º andar
Valor: R$ 150,00 p/mês

Workshop de Dança Moderna - Adultos
módulo I
Período: 4 a 30 de janeiro 2012
Dia: segundas e quartas
Horário: 19:00 às 20:30
Local: Companhia de Artes – Andradas 1780 - 4º andar
Valor: R$ 200,00

Flamenco com Silvia Canarim

Alegrías com Abanico
Nível Intermediário

Local: Naira Nawroski Centro de Artes
de 17 a 26 de janeiro - turma única
3ª e 5ª das 19h às 20h e 4ª das 20h30 as 21h30

Mais informações 33316269 ou 81464045
s.canarim@hotmail.com


Escola de Dança de Salão 8 tempos

SAMBA NO PÉ (para homens e mulheres)
QUINTA DAS 19:30 ÀS 20:30
PERÍODO: 05.01.2012 até 26.01.2012 (4 aulas)
PROFESSORES: Carolina Dias e Ranieri Camargo
INVESTIMENTO: R$ 75,00 por pessoa

FORRÓ
QUINTA DAS 20:30 ÀS 22:00
PERÍODO: 05.01.2012 até 15.02.2012 (7 aulas)
PROFESSORES: Carolina Dias e Ranieri Camargo
INVESTIMENTO: R$ 128,00 por pessoa

RITMOS
TERÇA E QUINTA DAS 18:30 ÀS 19:30
PROFESSOR: Luienne Lucena
INVESTIMENTO: R$ 85,00 por pessoa

Mais informações
Rua Marcílio Dias, 1269 - Menino Deus - POA/RS
(51) 3028 8508 / (51) 7811 9778
Escola de Danças Mais


Teatro
Terças e Quintas - 16h as 18h

Yoga
Quartas as 19h15

Zouk para Mulheres
Iniciação TPMC - técnica passiva de movimentação com a cabeça
dia 31/01 - as 19h30

Dança do Ventro -técnica com véus
terças e quintas as 19h15
Sabados as 13h

Ritmos
Quartas e Quintas- 19h15

Jazz
Juvenil
Terças e Quintas - 15h
Adultos
Terças e Quintas - 20h30
Mais Informações: 30859697
Workshop de Salsa on 1
Workshop de salsa on 1 com Dana Vargas e Gerson Vargas

16/01- 20h30 ás 22h Ladies Iniciante
17/01- 19h ás 20h Ladies Intermediário
17/01- 20h ás 22h Salsa on 1
19/01- 19h ás 20h Ladies Intermediário
19/01- 20h ás 22h Salsa on 1

20/01 Baile de aniversário de Dana Vargas
no Salão Phoenix do Clube Farrapos a partir das 22h
com DJ Eduardo Argenta e Shows de Dança de Salão
e claro sem contar com a Salsa da aniversariante e apresentação do grupo de ladies
Comemoraremos os aniversário dos amigos Silvana Aranda, Agildo Marques, Daniel Severo e Bruna Biegler....
Valor do Baile : R$20,00

Valores do workshop:
Ladies iniciante ou intermediario - R$ 40,00
Ladies iniciante e intermediário - R$ 60,00
Salsa on 1 individual - R$ 60,00
Salsa on 1 casal - R$ 90,00
Salsa on 1 individual e ladies completo- R$ 100,00
Salsa on 1 casal e ladies completo - R$ 130,00

Informações e inscrições pelos fones 93537039 - 93268769
email : saborlatinosalsa@hotmail.com