Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

30 de junho de 2012

Publicação ‘As Metas do Plano Nacional de Cultura'


A Secretaria de Políticas Culturais produziu uma publicação sobre as metas do Plano Nacional de Cultura que busca, de forma didática e lúdica, traduzir as 53 metas do PNC para a sociedade brasileira. As metas, aprovadas em dezembro de 2011, foram construídas num esforço coletivo que envolveu a sociedade civil e todas as unidades do Sistema MinC.

Nesta publicação, elas são apresentadas com textos sintéticos e imagens que contribuem para sua compreensão. O lançamento da publicação representa um importante passo na consolidação do Plano Nacional de Cultura. O material será disponibilizado em formato impresso e também em formato digital, para download no site do MinC.

Contato: pnc@cultura.gov.br e fone (61) 2024-2026 , falar com Lídia ou Isabelle.
Divulgação: MinC Regional Sul
Link: www.cultura.gov.br/site/wp-content/uploads/2012/06/As-Metas-do-Plano-Nacional-de-Cultura.pdf

Estúdio Geraldo Flach será inaugurado terça-feira

O novo estúdio Geraldo Flach, localizado junto ao Teatro de Câmara (rua da República, 575), será inaugurado terça-feira, 3, às 20h. O espaço foi criado para oferecer à comunidade musical gaúcha uma alternativa sem custos e de alta qualidade técnica para gravação de projetos artísticos em CD. O estúdio foi obtido com financiamento do Ministério da Cultura (MinC), gerido pela Secretaria da Cultura de Porto Alegre.


A adequação do espaço físico do estúdio foi concluída e já nos próximos dias deve acontecer a publicação de um edital que selecionará projetos musicais para registro em CD. A localização do equipamento junto a um teatro teve a objetivo de oferecer aos músicos, além da possibilidade de registro em estúdio, a chance de realizar gravações ao vivo, com presença de público.

De início, o projeto levaria o nome de Araújo Vianna, e ficaria próximo ao auditório homônimo. Posteriormente, com a decisão técnica de instalação no Teatro de Câmara, tomou corpo a ideia de homenagear o pianista e compositor Geraldo Flach, falecido em janeiro do ano passado.


/musica

Texto de: Marcelo Oliveira da Silva
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução

Inscrições para Acampamento Farroupilha abrem terça


As inscrições para piquetes para o próximo Acampamento Farroupilha 2012 estarão abertas de terça-feira, 3, a sexta-feira, 13, no Galpão da Guarda do Parque da Harmonia (Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, s/n), das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30. As inscrições são exclusivamente para instituições que já participaram do evento em edições anteriores.


/acampamento_farroupilha
Texto de: Marcelo Oliveira da Silva
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução dos

Secretaria da Cultura promove capacitação FAC para prefeituras

 
 

As prefeituras de todo Estado ainda podem aproveitar para inscrever projetos nos editais do Fundo de Apoio à Cultura – FAC de Desenvolvimento da Economia da Cultura e Programação para Feira de Livro. O primeiro edital contemplará 53 projetos em diferentes cidades e o segundo, 15 diferentes feiras. O fomento é direto e soma R$ 2,4 milhões.

Programação continuada em espaços culturais, desenvolvimento de diagnósticos que auxiliem na construção de políticas públicas e a qualificação da programação cultural das Feiras de Livro são apenas algumas das possibilidades abertas para os municípios gaúchos a partir destes dois editais.

A fim de estimular a participação e contornar as dúvidas mais comuns, a Secretaria de Estado da Cultura, através da Diretoria de Economia da Cultura, realiza a segunda capacitação FAC para prefeituras na próxima quarta-feira, 4 de julho, a partir das 14h30 no Auditório do CAFF.

Contamos com a presença de todos.

Serviço:

O que: 2° Capacitação para editais do Fundo de Apoio à Cultura – FAC 2012 – Prefeituras

Quando: Quarta-feira, 4 de julho de 2012, a partir das 14h30

Onde: Auditório do Centro Administrativo do Estado do Rio Grande do Sul (CAFF) – Av. Borges de Medeiros, 1501 – Centro – Porto Alegre

Texto: Asscom Sedac

29 de junho de 2012

Convite Entidades -Lançamento Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre

"Ilustríssimos,

É com satisfação que encaminho este convite para o evento de lançamento do Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre.
O evento é marco executivo dessa trajetória que desenvolverá um plano de cultura para os próximos 10 anos de nossa cidade.
(Favor confirmar presença até 04/07).

Atenciosamente,
Sergius Gonzaga
Secretário Municipal da Cultura"


Agradecemos desde já sua presença e a divulgação deste convite à sua rede de contatos.

Convite Divulgação -Plano Municipal de Cultura - Comunidade Cultural

"Ilustríssima Comunidade Cultural Porto-Alegrense,

É com satisfação que encaminho este convite para o evento de lançamento do Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre.
O evento é marco executivo dessa trajetória que desenvolverá um plano de cultura para os próximos 10 anos de nossa cidade.
O evento é aberto a todos e sua participação é fundamental.

Atenciosamente,
Sergius Gonzaga
Secretário Municipal da Cultura"

Agradecemos desde já sua presença e a divulgação deste convite à sua rede de contatos.



Secretaria apresenta Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre

A Secretaria Municipal da Cultura (SMC) lança, na quinta-feira, 5, o Plano Municipal de Cultura (PMC) de Porto Alegre. Será às 19h no Teatro Renascença (av. Érico Veríssimo, 307). A iniciativa, em parceria com o Ministério da Cultura, é um projeto-piloto no Brasil. O desenvolvimento do PMC é coordenado a partir dos desejos da classe artística e da sociedade civil, expressos durante oito conferencias municipais de Cultura. É também parte integrante da construção do Sistema Municipal de Cultura.
O desenvolvimento do PMC está previsto no Sistema Nacional de Cultura (SNC), que vem sendo implantado em todo Brasil a partir da criação de órgãos gestores da área, da constituição de conselhos de política cultural, como o Conselho Municipal da Cultura de Porto Alegre, reativado em 2009. O processo inclui a realização de conferências com ampla participação dos diversos segmentos culturais e sociais, elaboração de planos de cultura e instituição de fundos de cultura, entre outras ações. Em Porto Alegre, o PMC é coordenado pelo secretário-executivo da Cultura, Antônio Hohlfeldt.
O plano prevê a assistência técnica a estados e municípios, estabelecendo, como responsabilidade da União, estimular a capacitação das demais esferas para o exercício de suas responsabilidades a partir de um planejamento adequado e alinhado às diretrizes nacionais.


/cultura

Texto de: Marcelo Oliveira
Edição de: Caren Mello

Selecionados GESTÃO DAS ARTES CÊNICAS: POLÍTICA CULTURAL E IDENTIDADE com Héctor Ariel Olmos e Ricardo Santillán Güemes (Argentina)



WorkshopGESTÃO DAS ARTES CÊNICAS: POLÍTICA CULTURAL E IDENTIDADE
com Héctor Ariel Olmos e Ricardo Santillán Güemes (Argentina)
Dia 04 de julho - quarta das 14h - 18h
Teatro Renascença
Propõe articular as temáticas do campo da cultura e da gestão, políticas culturais, cultura e identidade, o vínculo entre a gestão cultural e a comunidade, e o teatro no desenvolvimento cultural de uma comunidade.

Selecionados
Adriane Mottola
Airton Fabro
Alessandra Chemello
Alessandro Daniel Silveira Moraes
Alexandre Fávero
Alexandre Magalhães da Silva
Alexandre Prinzer Karpowicz
Amanda Gatti
Ana Caroline de Albuquerque Machado
Angelo Antonio Ferreira
Anna Fuão
Brasilia da Silva Dutra
Bruna Spezia Immich
Camila Bortolozzo de Souza
Camila Zimmer da Luz
Carlos Pinto
Cecília Daudt
claudia maria perrone
Clotildes Oliveira Daitx Faria
Daniel Gustavo Oliveira Gonçalves
Daniela dos Reis Entrudo Entrudo
Daniele Silva de Carvalho
Deborah Finocchiaro
Denisson Beretta Gargione
Diana Manenti
Dianni Fernandes Moccelin Titello
Diego Mac
Dinorah Araújo
Djenet Barbosa Rodrigues
Doris Dornelles deAlmeida
Eduardo da Silva toledo
Eliana Ines de Castro
Elisa Martins Lucas
Elisiane da Silva Quevedo
Eliza Pierim
Fabiana Bigarella
Fabio Oliveiras dos Santos
Fernanda Thiel
Francisco Cléber da Silva Ravalha
Gabriela Henemann Barboza
Graziela Castro Saraiva
Guilherme Adriani da Silva
Guilherme Matias de Morães
Gustavo Machado de Araujo
Henrique Ferraz
iuri wander
Jacimara Machado Heckler
Jessé Oliveira
Jordana Janke
José renato Echibarria Lopes
Josi Lícia Pereira Saldanha
Juliana de Carvalho Pereira
Juliana Inês Ceni
juliana wolkmer
Letícia de Cássia Costa de Oliveira
Liana Beatriz Ferreira Zogbi
Lívia Biasotto
Lucas Luz
Luciana Éboli
Luciane Panisson
Lucimaura Souza Rodrigues
Ludmila Piva Kowalewski
Luis Fernando Oliveira Lopes
Luiz Fernando Martins
Lurdes de Fátima Simôes de Souza
Maíra da Silva Pinheiro
Manolo Silveiro Cachafeiro
Mara Elisa da Rosa
Marcia Berselli
Marco Alexandre Fronckowiak
Marco Aurelio Julio Rodrigues
Marcos José de Souza Soares
Mariana Ballardin
Marilise
Marli Barruffe
Marlise Damin
Mateus Dal Ponte
Matheus Silveira Corrêa
Melissa Rabelo Velasques
Mirah Laline de Souza Carvalho
Nelson Roberto Haas
Paola Vasconcelos
Patrícia Andrea Barbosa Machado
Patricia Souza de Almeida
Paula Freitas
Paulo Brody
Paulo Guimaraes
Paulo Zanini Durgante
Plínio Mósca
Rafael Costa
Raisa Torterola Barbosa
Ramon Ortiz
Raphaela Donaduce
Raquel Pilger
Renata Pinheiro de Freitas
Ricardo Zigomático Pereira Teixeira
Roberto Monaco
Rosimeri Carvalho
Rossano Gastaldo
Sandino Rafael
Sandro Lopes
Sidnei Junior Linguissaman Vieira
Silvana da Costa Alves
Sílvia Regina Ferrare
Suzana Pohia
Tamara Regis Carvalho de Farias
Tassia Dutra Machado

Selecionados Workshop ECONOMIA CRIATIVA EM ARTES CÊNICAS - NEGÓCIOS INOVADORES E SUSTENTÁVEIS com Lala Deheinzelin (SP)



ECONOMIA CRIATIVA EM ARTES CÊNICAS - NEGÓCIOS INOVADORES E SUSTENTÁVEIS
com Lala Deheinzelin (SP)
Dia 02 de julho - segunda das 14h às 18h
Teatro Renascença

A oficina pretende abordar os pilares da economia criativa e a sustentabilidade na gestão das artes cênicas. Pensando em novos modelos colaborativos de trabalho, a oficina abordará a mudança de época por que estamos passando, as novas tecnologias de informação, redes e processos colaborativos, diversificação de nichos de atuação e a sistematização e indicadores de ações fundamentais para a gestão criativa.


Selecionados:
Adriane Mottola
Airton Fabro
Alessandra Chemello
Alessandro Daniel Silveira Moraes
Alexandre Fávero
Alexandre Magalhães da Silva
Alexandre Prinzler Karpowicz

Amanda Gatti
Ana Caroline de Albuquerque Machado

Angelo Antonio Ferreira
Anna Fuão
Brasilia da Silva Dutra
Bruna Spezia Immich
Camila Bortolozzo de Souza
Camila Zimmer da Luz
Carlos Pinto
Cecília Daudt

Claudia Maria Perrone
Clotildes Oliveira Daitx Faria
Daniel Gustavo Oliveira Gonçalves
Daniela dos Reis Entrudo Entrudo
Daniele Silva de Carvalho
Deborah Finocchiaro
Denisson Beretta Gargione
Diana Manenti
Dianni Fernandes Moccelin Titello

Diego Mac
Dinorah Araújo
Djenet Barbosa Rodrigues
Doris Dornelles deAlmeida
Eduardo da Silva toledo
Eliana Ines de Castro
Elisa Martins Lucas
Elisiane da Silva Quevedo
Eliza Pierim
Fabiana Bigarella
Fabio Oliveiras dos Santos

Fernanda Thiel
Francisco Cléber da Silva Ravalha
Gabriela Henemann Barboza
Graziela Castro Saraiva
Guilherme Adriani da Silva
Guilherme Matias de Morães
Gustavo Machado de Araujo
Henrique Ferraz
Iuri Wander
Jacimara Machado Heckler
Jessé Oliveira
Jordana Janke
José renato Echibarria Lopes
Josi Lícia Pereira Saldanha
Juliana de Carvalho Pereira
Juliana Inês Ceni
juliana wolkmer
Letícia de Cássia Costa de Oliveira

Liana Beatriz Ferreira Zogbi
Lívia Biasotto
Lucas Luz
Luciana Éboli
Luciane Panisson
Lucimaura Souza Rodrigues
Ludmila Piva Kowalewski
Luis Fernando Oliveira Lopes
Luiz Fernando Martins
Lurdes de Fátima Simôes de Souza
Maíra da Silva Pinheiro
Manolo Silveiro Cachafeiro
Mara Elisa da Rosa
Marcia Berselli
Marco Alexandre Fronckowiak
Marco Aurelio Julio Rodrigues
Marcos José de Souza Soares
Mariana Ballardin
Marilise
Marli Barruffe
Marlise Damin
Mateus Dal Ponte
Matheus Silveira Corrêa
Melissa Rabelo Velasques
Mirah Laline de Souza Carvalho
Nelson Roberto Haas
Paola Vasconcelos
Patrícia Andrea Barbosa Machado
Patricia Souza de Almeida
Paula Freitas
Paulo Brody
Paulo Guimaraes
Paulo Zanini Durgante
Plínio Mósca
Rafael Costa
Raisa Torterola Barbosa
Ramon Ortiz
Raphaela Donaduce
Raquel Pilger
Renata Pinheiro de Freitas
Ricardo Zigomático Pereira Teixeira
Roberto Monaco
Rosimeri Carvalho
Rossano Gastaldo
Sandino Rafael
Sandro Lopes
Sidnei Junior Linguissaman Vieira
Silvana da Costa Alves
Sílvia Regina Ferrare
Suzana Pohia
Tamara Regis Carvalho de Farias
Tassia Dutra Machado
Tiago R. Souza
Vanessa Tedesco
Vanja Ca Michel
Vítor Hugo Furtado Leal
Vivian Costa da Silva

Selecionados para a oficina "A pedra lançada no rio: possibilidades para o trabalho do ator"


Lista dos Selecionados para a oficina
"A pedra lançada no rio: possibilidades para o trabalho do ator"
Ministrantes: Fabíola Rahde e Marcos Rangel
Data: 2, 3, 4, 5 e 6 de julho
Horário: 18 às 22 horas
Local: Sala 209 da Usina do Gasômetro

1. Adriana Gabriela Santos Teixeira
2. Alexsander Vidaleti
3. Ana Denise Ulrich
4. Bianca Menti
5. Daiane Oliveira Guimarães Krug
6. Daniel Coelho
7. Fernanda Castro dos Santos Pereira
8. Fayller Augusto Dos Santos Aprato
9. Gabriel Fontoura
10. Juliana de Souza
11. Lóri Nelson Nogueira Dias
12. Lucas Ferreira
13.Luiz Fernando Martins
14. Marília Jeffman
15. Niva Inez Ferreira
16. Rita de Cássia Nachtigall Mauricio
17. Roger Santos

28 de junho de 2012

PORTAS ABERTAS PARA AS ARTES - CASA DO ARTISTA RS - Reportagem do JORNAL DO COMÉCIO


 

CASA DO ARTISTA DE PORTAS ABERTAS no JORNAL DO COMÉRCIO 


A Casa do Artista rio-grandense está de portas abertas para receber mais histórias. Todo último sábado do mês acontece um sarau, que pretende reunir os mais variados segmentos artísticos. Neste sábado, dia 30, às 16h, ocorre a quarta edição do evento, em parceria com o Sindicato dos Músicos, e tem uma novidade, uma exposição de quadros do marionetista Ubiratan Carlos Gomes. Os artistas da casa participam da programação, fazendo performances em suas áreas de atuação. 

No bairro Glória, as paredes da antiga casa localizada na rua Anchieta, 280, têm muitas histórias emocionantes para contar. Desde 1949, artistas das mais diversas áreas e gerações já passaram pelo local. Atualmente, a Casa do Artista abriga 11 moradores, pessoas que marcaram as artes do Rio Grande do Sul e que ainda esperam por novos desafios. Sim, aguardam novas oportunidades, pois não importa a idade quando se tem uma alma artística; a arte não se aposenta.

Há pouco mais de dois anos, quem administra a casa é o jovem ator circense Luciano Fernandes, 37 anos. Com muitos projetos em mente, ele afirma que pretende retomar a casa dentro de uma questão de valorização, já que o local é referência. "Isso aqui é um museu histórico do movimento cultural", declara. Mas é preciso auxílio para tocar o projeto, que necessita de apoio da sociedade. Além de doações, Fernandes solicita "um pouco de amor e carinho para os moradores da casa".

Outro ponto já encaminhado chama-se Artistas conectados, que pretende informatizar a casa e colocar os moradores em contato com o público e outros colegas da classe artística. A sala de informática já conta com seis computadores e, através de uma parceria com o Corag e Senac, as aulas se iniciam no mês que vem.

Lar de muitas histórias

Atores, músicos, radialistas, radioatores, modelos e até o pessoal da parte técnica de rádio e TV fazem parte da turma que vive na Casa do Artista. Entre os 11 moradores, apenas uma mulher está presente no recinto. O bendito fruto, Laís Dias, está na casa há mais de dez anos e comenta, discretamente, que sente falta de uma companhia feminina. Outro companheiro que já pertence ao local há bastante tempo é Wilson Gomes, 70 anos. Com uma voz grossa, Gomes denuncia sua antiga profissão: radioator. Ele traçou uma longa trajetória nas rádios da Capital gaúcha e também em São Paulo, como ator e locutor. Depois de ter sido zelador da Casa do Artista por algum tempo, hoje ele é quem traz vida e cores ao ambiente. O muro da entrada, a sala, os corredores; em tudo estão presentes as coloridas pinceladas de quem hoje tem como terapia e distração as artes plásticas.

Carlos La Porta é um nome que teve grande destaque no Estado e até no País. Começou a carreira artística com apenas cinco anos de idade e trabalhou como ator em rádio, teatro e televisão. Além disso, fez sucesso como modelo fotográfico e de passarela e montou sua própria academia. Hoje com 76 anos, ele mantém a postura intacta e chama a atenção com seus olhos azuis. Afirma que está disposto a continuar: "quero montar minha academia novamente, ainda tenho condições".

Carlos Conde, por sua vez, era um cantor da boemia porto-alegrense e, atualmente, sem as plateias que costumava ter antigamente, segue cantando em seu quarto. Todas as noites, Conde se posiciona em frente ao notebook e acompanha, ao microfone, suas músicas favoritas. Um terceiro Carlos, de sobrenome Silveira Borges, sempre trabalhou na parte técnica de rádios e televisões. Apesar dos 70 anos vividos, continua entusiasmado com os seus aparatos e segue trabalhando com edição de áudio e vídeo. 

O mais novo integrante da casa é o ator Sirmar Antunes, com 56 anos, alojado há pouco mais de seis meses. Com muita vitalidade, ele diz estar apenas de passagem, pois muitos projetos profissionais o esperam. Iniciou atuando em teatro e, em 1997, com o filme Lua de Outubro, ganhou espaço no cinema. A partir daí participou de longas como Netto perde sua alma, com o qual ganhou como melhor ator coadjuvante em festivais de cinema, e Os senhores da guerra, de Tabajara Ruas, que estreia ainda este ano.

Paralelamente ao cinema, Antunes retomou a carreira no teatro e está se preparando para a segunda temporada da peça O coração de um boxeador, que esteve em cartaz na Capital recentemente. Ele insiste que a melhor contribuição que se pode dar à Casa do Artista é oportunidade de trabalho. "As pessoas precisam se sentir úteis, pois o artista não deixa de ser artista só por que se aposenta por idade. Precisa se sentir vivo!", enfatiza. 

Como ajudar a Casa do Artista

Alimentos, materiais de limpeza e de construção são sempre bem-vindos. Já existem alguns doadores fixos e, com muita divulgação através das redes sociais, cada dia mais a sociedade tem se preocupado em colaborar. Interessados em fazer doações podem entrar em contato pelo telefone (51) 9123-7519 ou, então, realizá-las diretamente via Banrisul (agência 0073, conta-corrente 06.011348.0-8).

Livia Auler, especial JC
CADERNO PANORAMA DO JORNAL DO COMÉRCIO

Foto de Marco Quintana
Porto Alegre, quinta-feira, 28 de junho de 2012

 

 

PROJETO ANTIGO- INFORMAÇÃO(JUNHO 2010), CASA DOS CONSELHOS DE PORTO ALEGRE

ESSE É O PROJETO ANTIGO, ESTAMOS ESPERANDO O NOVO:


Projeto Casa dos Conselhos Municipais foi pauta no Fórum dos Conselhos, 27/04/11 e será novamente em 25/07/2012, quando deverá ser apresentado o novo projeto.



VISTA PELA VENÂNCIO AIRES

VISTA PELA JOÃO PESSOA
VISTA GERAL


No dia 17/06/10, por ocasião da segunda reunião realizada nesse ano do Fórum dos Conselhos Municipais foi apresentado pelo Arquiteto Ernani Borges da Secopa o projeto da futura Casa dos Conselhos.
O projeto executivo está pronto, dentro de mais ou menos 60 dias poderá ser aberta a licitação para uma obra que depois de iniciada levará mais ou menos 18 meses para ser concluída.
O projeto da construção da casa dos conselhos conta com total apoio da Prefeitura de Porto Alegre e em especial do Prefeito José Fortunatti, conforme seu discurso de posse de valorizar os Conselhos.Terá um custo de mais ou menos 3,5 milhões de reais, e sofreu alguns atrasou, um em especial devido a um erro na cessão de uso por troca de metragens entre a área já construída e a área do terreno, só isso atrasou 4 meses.
Conselhos terão sede única em Porto Alegre, espaço na esquina da Venâncio Aires, esquina com João Pessoa. Vai abrigar 20 Conselhos,pois existem 3 que não irão para lá.
Responsável:arquiteto Ernani Borges
Novo prédio de 1328m² acomodará 20 salas de Conselhos, 5 salas de reuniões, biblioteca, centro de documentos, etc.

Central de inteligência agilizará serviços na Capital

Foto: Luciano Lanes/PMPA
Órgãos municipais vão trocar informações com governos estadual e federal
Órgãos municipais vão trocar informações com governos estadual e federal
Porto Alegre terá uma central de inteligência, como poucas cidades do Brasil, integrando órgãos e informações. Nesta quinta-feira, 28, o prefeito José Fortunati apresentou o Centro Integrado de Comando (Ceic) em fase de implantação na rua João Neves da Fontoura. A cerimônia contou com a presença de secretários municipais, que já identificam servidores de cada área para atuarem no centro. O local deve estar com todos os equipamentos instalados em 90 dias e em funcionamento até o final do ano.

Com investimento em tecnologia e inovação, a estrutura reunirá 18 órgãos municipais e ampliará a troca de dados com outras estruturas do governo estadual e federal, permitindo que áreas vitais do serviço público sejam monitoradas 24 horas e, em caso de emergências, a população seja atendida com rapidez e simultaneidade com ações estratégicas.

"Esse é um momento especial para a cidade porque o uso da tecnologia está sendo cada vez mais ampliado para servir ao cidadão. Esse centro amplia e integra as ações que a gestão vem implementando dentro do conceito de Cidade Inteligente, usando a tecnologia para fazer a diferença na gestão da cidade", afirmou Fortunati.

Sinaleiras inteligentes, metroclima (que analisa e cria base de informações do tempo e clima da cidade), câmeras de videomonitoramento, saúde, limpeza urbana, iluminação pública, mobilidade e segurança estão entre as áreas que serão interligadas e acompanhadas em tempo real. O Ceic otimizará as atividades da prefeitura, permitindo uma visão integrada para buscar mais eficiência, agilidade, antecipação dos fatos e proatividade (sinônimo de iniciativa e resolução de problemas) no serviço público.

Cidade inteligente -
O Ceic marca uma nova fase na gestão da cidade, com novas ferramentas e tecnologia para melhorar a vida dos cidadãos. No centro será possível criar históricos de incidentes, estudar suas causas e agir pontualmente para evitar novos casos. Com um panorama sistêmico, além de realizar um planejamento estratégico, será possível operar ativamente no dia a dia da cidade, em caráter preventivo ou para o enfrentamento de eventual crise.

Tecnologia - Foi adquirida uma tecnologia de ponta no que se refere ao vídeo wall, que não é apenas um painel de monitoramento de imagens das ruas, mas uma solução inteligente, com software que pode ser programado para atender eventos de grande porte.

Todas as imagens que as câmeras de videomonitoramento captam na cidade poderão ser acompanhadas no Ceic. Hoje, são cerca de 300 desses equipamentos instalados a serviço de diversos órgãos, entre os quais EPTC e Secretaria de Educação. Até o final do ano, a EPTC, que hoje tem 88 câmeras, chegará a 100. A Guarda Municipal, que hoje conta com 25 câmeras, chegará a 50.

O Ceic terá 39 monitores de LCD com 55 polegadas recebendo imagens diferentes. Na sala do prefeito, haverá uma tela slim e touch screen com 70 polegadas, integrada com o sistema do vídeo wall, a qual poderá selecionar a imagem que preferir. A cada órgão representado na bancada do Ceic, caberão duas telas de micro computador (na bancada) que poderão também receber qualquer uma das imagens dos 39 monitores do videowall.

O Centro funcionará a partir de um novo Data Center, construído pela Procempa. A sala-cofre contará com avançados sistema de segurança e integrará diversas informações sobre o setor público com base em padrões internacionais.

Integração -
O Centro de Comando não substituirá os centros de operações existentes, porque o cotidiano de cada órgão permanecerá inalterado. No entanto, quando ocorrerem situações de emergência ou crise, entrará em ação o Ceic, e, a partir disso, todos os órgãos integrantes do Centro passam a atender determinações do comando de operações. O prefeito terá uma sala de situação no local, bem como uma área para o serviço de imprensa.

Integram esse centro, a Procempa, a EPTC, a Guarda Municipal, a Coordenação de Defesa Civil, o Dmae, o DEP e o DMLU, as secretarias municipais de Saúde (incluindo o Samu e emergências), Meio Ambiente, Obras e Viação, Gestão e Acompanhamento Estratégico, Educação, Produção, Indústria e Comércio e Turismo, a Carris, a Fundação de Assistêncial Social e Cidadania, o Departamento Municipal de Habitação e a Supervisão de Comunicação Social.
O QUÊ PERMITE O CENTRO INTEGRADO:
- Coordenação concentrada de ações urgentes em casos de emergência/crise/especiais (alagamentos, grandes eventos ou acidentes de trânsito, incêndios, entre outros);
- Deslocamento rápido e simultâneo de equipes de resposta rápida;
- Melhoria na capacidade organizacional e técnica para prevenção, preparação, resposta e recuperação de desastres naturais, humanos e tecnológicos;
- Avaliações preventivas para a identificação e qualificação de ameaças a exemplo de trânsito e inundações;
- Simulação de crises e desastres para treinamento e qualificação de pessoal e logística;
- Controle e distribuição de recursos estratégicos, alimentos, água e medicamentos em situação de crise;
- Redução de custos de manutenção (monitoramento integrado a distância);
- Melhores resultados na mobilidade urbana;
- Monitoramento geral do funcionamento da cidade;
- Transparência nas informações;
- Prevenção e alerta de riscos e problemas potenciais, inclusive nos arredores da cidade e
- Estabelecimento e cumprimento de protocolos de gestão para tomadas de decisão em crises.


/cidade /servicos
Texto de: Angela Bortolotto
Edição de: Vanessa Oppelt Conte

Câmara aprova PEC que cria SNC em 2º turno

Com 326 votos favoráveis, proposta será encaminhada ao Senado Federal

Brasília – Em sessão extraordinária desta terça-feira (26) o plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Proposta de Emenda à Constituição nº 416/2005, que institui o Sistema Nacional de Cultura (SNC).

O ministro interino da Cultura, Vitor Ortiz, acompanhou a aprovação no plenário. "Foi uma importante vitória. Obtivemos a aprovação em primeiro e segundo turnos antes do início do recesso parlamentar".

Vitor Ortiz disse, também, que no segundo semestre, o esforço volta-se para o Senado. "A PEC vai para apreciação dos senadores e nossa expectativa é que ela seja aprovada ainda este ano e, efetivamente, incluída na Constituição brasileira", explica.

"A previsão da existência do SNC está para o MinC, assim como o SUS está para o Ministério da Saúde e o Sistema Nacional de Educação para o MEC. Ou seja, é a consolidação do espaço institucional das políticas culturais no Brasil", avaliou o ministro interino Vitor Ortiz.

Ortiz agradeceu o empenho do presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT-RS), em reunir os parlamentares para apreciação da matéria. "A Proposta só teve um voto contrário", disse.

A proposta é considerada uma importante pauta legislativa do Ministério da Cultura (MinC) e essencial para o desenvolvimento e implementação do Plano Nacional de Cultura (PNC).

O objetivo do sistema é integrar as três instâncias governamentais (federal, estadual e municipal) e a sociedade brasileira em um interesse comum: o investimento na cultura nacional. O SNC também assegura a continuidade das políticas públicas na área cultural.

O SNC será composto por representantes do MinC; do Conselho Nacional da Cultura; dos sistemas de Cultura dos estados, do Distrito Federal e dos municípios; das instituições públicas e privadas ligadas à promoção, ao financiamento e à realização de atividades culturais; e dos subsistemas complementares, como os sistemas de museus, de bibliotecas, de arquivos, de informações culturais, de fomento e de incentivo à cultura.

Com a aprovação o sistema passa a funcionar regularmente e possibilita a democratização dos processos de tomada de decisões importantes para o meio cultural, tais como a capacitação de pessoal, a formação de uma infraestrutura cultural (construção de bibliotecas, museus, teatros), além do financiamento a projetos em todos os municípios brasileiros.

A proposta foi aprovada em segundo turno e será encaminhada para apreciação, em dois turnos, no Senado Federal.

(Texto: Ascom/MinC)
(Foto: Bruno Spada)

Comissão da Câmara aprova PL do Cultura Viva

Projeto que transforma programa em política de Estado recebe aval da comissão


Brasília – O projeto de Lei (PL) nº 757/2011, que institucionaliza o programa Cultura Viva, foi aprovado hoje (27) pela comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados.
De acordo com o texto, o programa desenvolvido pelo Ministério da Cultura (MinC) desde 2005 passa a ser uma política de Estado.
“É um importante avanço na implementação das políticas públicas para a cidadania e diversidade”, disse a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Márcia Rollemberg.
A fixação do programa, por meio da lei, cria a Política Nacional de Cultura Viva e atende ao que estabelece a Constituição Federal (art.215) no que diz respeito aos direitos culturais.
Um dos ganhos é que a nova política tornará mais simples a prestação de contas por parte dos Pontos Cultura, antiga reivindicação das comunidades dos pontos.

Autora do PL, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ) destaca o fim dos excessos burocráticos. “Desburocratiza o processo de avaliação e prestação de contas, retirando algumas imposições da Lei 8.666/93 (lei das licitações), o que facilita para um Ponto de Cultura Indígena por exemplo, que não tem familiaridade com esses trâmites”, disse.
Feghali também comemora o fato de o projeto ter ultrapassado a comissão de Educação e Cultura, na qual é analisado o conteúdo da matéria. “Foi aprovado na comissão temática, estou segura de que passa pelas outras duas.”
O projeto ainda passa pelas comissões de Finança e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Como tramita em caráter conclusivo nas comissões, depois segue direto para o Senado. Aprovado, vai à sanção presidencial.
(Texto: Marcelo Leal, Ascom/MinC)
(Fotos: Divulgação MinC)

Porto Alegre integra Consulta do Orçamento Estadual 2013

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local (SMGL), participa do processo de Votação de Prioridades do Orçamento RS 2013, que acontecerá no dia 4 de julho, das 8h às 18h, em vários pontos de votação com urnas e também pela Internet, no site www.participa.rs.gov.br, que pode ser acessado via celular até as 23h59 do mesmo dia.
A Votação para o Orçamento RS 2013 é um instrumento de democracia direta pelo qual o cidadão pode escolher onde quer aplicar o orçamento público estadual. Porto Alegre faz parte do Corede Metropolitano e Delta do Jacuí, composto por mais nove municípios: Alvorada, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Glorinha, Guaíba, Gravataí, Santo Antônio da Patrulha, Triunfo e Viamão.

Estão previstas mais de 500 urnas na Capital. Desse cômputo, 100 serão espalhadas em diversos pontos da cidade, como Esquina Democrática, Mercado Público, Santa Casa, Pronto Socorro, Estação do Trensurb, Mercado Público, Rodoviária, Delegacias de Polícia, Largo Glênio Peres, Postos da Brigada Militar e Tribunais. As outras 400 urnas serão disponibilizadas nas 17 regiões do Orçamento Participativo, em pontos estratégicos escolhidos pelos Centros Administrativos Regionais nas comunidades. A votação também poderá ser feita pela Internet.
Projetos - Os eleitores terão à disposição 15 projetos prioritários, dos quais poderão eleger quatro. Esses projetos já contam com previsão orçamentária. Além deles, poderão ser escolhidos, de um total de cinco, mais dois projetos, esses sem recursos definidos. Veja aqui a cédula com as duas categorias de projetos e as áreas respectivas. Estão previstos para os dez municípios do Corede Metropolitano e Delta do Jacuí recursos na ordem de R$ 24 milhões. Desse valor, 50% obedece a três critérios: 10% de acordo com a população, 20% renda per capta e 20% para distribuição igualitária, ou seja, R$ 500 mil para cada um dos dez municípios. Os outros 50% são distribuídos de acordo com o número de votos. Quanto mais votos o município obtiver, mais recursos conquistará.
Para o representante da prefeitura na coordenação do Corede Metropolitano e Delta do Jacuí, Julio Pujol, apesar da votação não ser obrigatória é muito importante que cada vez mais pessoas participem. “Dessa forma, garantiremos o maior volume de recursos para investimentos prioritários em nossa cidade”, destaca. Pujol lembra ainda que, para a votação via Internet, é necessário o título eleitoral. “Isso é importante para que seja identificado como voto de Porto Alegre”, diz. No dia da votação, o eleitor que optar pela votação via Internet e não estiver com o título eleitoral terá à disposição o link do Tribunal Regional Eleitoral, onde poderá obter o número e votar.
Quem pode votar?
Todo eleitor gaúcho, mediante apresentação do título eleitoral ou da carteira de identidade. Como e onde votar?
Serão distribuídas urnas para votação em diversos pontos da cidade. A população também poderá escolher as demandas prioritárias pela Internet e pelo celular, no site www.participa.rs.gov.br.
Por que votar?
Para o cidadão poder escolher onde quer aplicar o orçamento público estadual.


/participacaopopular
Texto de: Indaiá Dillenburg
Edição de: Paulo Tomás Velho Cardone

Abertas inscrições para rematrículas do Atelier Livre

O Atelier Livre da Secretaria Municipal de Cultura está disponibilizando as informações para rematrículas nos cursos oferecidos para o segundo semestre de 2012. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail alivre@smc.prefpoa.com.br ou na Secretaria da instituição (av. Érico Veríssimo, 307).
Confira aqui os cursos, valores e informações detalhadas para as inscrições.


/cultura /cursos
Texto de: Gabriel Ferreira (estagiário/SMC) Supervisão Marcelo de Oliveira
Edição de: Paulo Tomás Velho Cardone

27 de junho de 2012

Confirmado Acampamento Farroupilha na Copa 2014


Porto Alegre contará com uma amostra em julho do que ocorre no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho em setembro

Em 2014, Porto Alegre terá dois acampamentos farroupilhas. O tradicional, em setembro, e o extraordinário, em julho, durante a Copa do Mundo. A lei que institui a edição extra foi sancionada pelo prefeito José Fortunati e publicada hoje no Diário Oficial do município.
O Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) será o palco do evento extra em julho, mas o foco será no turista. Por isso, a prefeitura e o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) ainda estudam o seu formato. Sabe-se que será um miniacampamento, com cerca de um décimo dos 360 galpões montados em setembro no parque, segundo o secretário municipal da Cultura, Sergius Gonzaga.
— Será uma mostra do que é o acampamento. É uma necessidade para a Copa porque se o turista ficar aqui 15 dias, temos de ter atrações culturais para ele — afirmou.
Os piquetes deverão apresentar projetos culturais para participar do acampamento. Os melhores serão escolhidos.

ZERO HORA

Coro Sinfônico da Ospa seleciona cantores


O Coro Sinfônico da Ospa está à procura de vozes para os naipes de tenores e baixos. Os pré-requisitos são: saber ler partituras e ter experiência em canto coral.
Os ensaios dos tenores acontecem nas quartas-feiras, das 19h30 às 22h, e aos sábados, das 14h30 às 17h30. Para os baixos, os ensaios são nas sextas-feiras, das 19h30 às 22h, e aos sábados, das 14h30 às 17h30.
O teste deve ser agendado pelo telefone (51) 8578-5103 ou pelo e-mail coro.ospa@gmail.com, com Rosana Rodrigues, coordenadora do coro.
O Coro é regido pelo maestro Manfredo Schmiedt e conta com o preparo vocal do professor Ricardo Barpp.
Texto: Ana Laura Freitas
Edição: Asscom Sedac

Gil e os livros


Hoje, dia 26 de junho, um dos mais importantes músicos brasileiros faz aniversário: Gilberto Gil completa 70 anos de vida.

Suas composições, desde os Festivais da Record no final dos anos 1960 até os dias de hoje, são integrantes inseparáveis da identidade cultural brasileira. Ao lado de Caetano, as canções e letras de Gil integram o imaginário coletivo do povo brasileiro. Quem quer entender as letras das músicas destes dois compositores pode participar da palestra A Letra e a Música a partir de Caetano e Gil, com Antônio Cícero, que ocorre durante o 7º Festival de Inverno de Porto Alegre, no dia 27 de julho. Para maiores informações sobre a palestra, clique aqui.

O ex-Ministro da Cultura dedicou a vida inteira à música e outras produções culturais brasileiras. Como não poderia deixar de ser, sua atuação como ator cultural, além de fazer com que fosse conhecido pela população do País inteiro, também o transformou em assunto de diversos livros. Apresentamos a seguir algumas obras que falam sobre a trajetória e as músicas de Gil:

Todas as letras, de Gilberto Gil (Companhia das Letras, 2003)










O sol nasceu pra todos - A história secreta do samba, de Luis Carlos de Morais Júnior (Litteris, 2011)









Tropicalismo - Ideologia ou utopia?, de Judite Botafogo (Nova Presença, 2003)

CONVITE LANÇAMENTO PLANO MUNICIPAL DE CULTURA

RETRANSMITAM PARA SEUS CONTATOS:
 
PARA TODA SOCIEDADE DE PORTO ALEGRE, POIS O PLANO É DE TODOS:

É com satisfação que encaminho este convite para o evento de lançamento do Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre.
O evento é marco executivo dessa trajetória que desenvolverá um plano de cultura para os próximos 10 anos de nossa cidade.

Atenciosamente,
Sergius Gonzaga
Secretário Municipal da Cultura






26 de junho de 2012

: PMC - Convite

 

Compartilho convite recebido:

 Ilustríssimo Guimarães,

 

É com satisfação que encaminho este convite para o evento de lançamento do Plano Municipal de Cultura de Porto Alegre e compor a mesa do cerimonial.

O evento é marco executivo dessa trajetória que desenvolverá um plano de cultura para os próximos 10 anos de nossa cidade.

 

Atenciosamente,

Sergius Gonzaga

Secretário Municipal da Cultura

 

 

Copa 2014: Reunião mobiliza entidades

A prefeitura, por meio das secretarias municipais de Educação (Smed); de Esportes, Recreação e Lazer; da Juventude; Extraordinária da Copa 2014 e da Fundação de Assistência Social e Cidadania, promove evento nesta quarta-feira, 27, a partir das 11h. Durante o encontro, que ocorrerá no Hotel Coral Tower Trade Center (av. Protásio Alves, 2966), ocorrerá o lançamento do Projeto Cidades da Copa – Movimento pelo Legado dos Megaeventos Esportivos (Copa do Mundo de 2014 e Olimpíada/Paraolimpíada de 2016).
A pauta prevê a apresentação dos parceiros e do projeto; formação da equipe de trabalho e definição de responsabilidades e funções, além da definição da agenda dos encontros. A apresentação do projeto ficará a cargo de membro do Instituto Esporte & Educação, presidido pela ex-atleta olímpica de vôlei Ana Moser, que participará do evento, aberto a representantes de clubes, fundações, federações, associações, universidades e entidades de classe ligadas a diferentes modalidades esportivas.
No dia 15, em reunião no auditório da Smed, parceiros da prefeitura estiveram reunidos com o objetivo de começar a elaborar um calendário de trabalho. “A ideia é fazer com que todas as cidades que sediarão jogos da Copa em 2014 façam, além de melhorias urbanas, outras ações capazes de registrar o evento”, sugeriu, na oportunidade, a secretária Cleci, ao propor a organização de todos neste sentido, a partir do mapeamento de ações e equipamentos.
O projeto é financiado pelas empresas Votorantim e CCR, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, com apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), e pretende contribuir com os esforços do país previstos no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015 para a construção de legado da Copa do Mundo de 2014. A proposta é garantir a todos o direito ao esporte, à educação e ao desenvolvimento pleno.

Projeto Cidades da Copa – Iniciativa do Movimento pelo Legado Social dos Megaeventos Esportivos e apoiado pela Rede de Esporte pela Mudança Social, Unicef e Atletas pela Cidadania. Entre os objetivos estão elaborar e monitorar a implantação de plano municipal de esporte em cada cidade-sede da Copa; ampliar e dinamizar o Comitê do Legado da Copa 2014; construir uma rede para discussão e disseminação do esporte como direito nas cidades-sede da Copa do Mundo e propor agenda pública para o alcance dos objetivos do plano de ação municipal. É uma ação de mobilização e conta com o compromisso de participação do governo, organizações da sociedade civil, atores locais, crianças e adolescentes.



/educacao
Texto de: Tiago Naquesaurt
Edição de: Álvaro Luiz Oliveira Teixeira

URGENTE-CMCPOA -Solicitamos a marcação da reunião com vereadores e segmento do livro e leitura


PREZADO VEREADOR PROFESSOR GARCIA

Nos reportamos ao assunto em questão, pedindo novamente, lembrando a cronologia dos fatos:
1 -Dia 24/04/12 - Audiência na CECE, com encaminhamento de marcação de reunião com vereadores interessados e segmento do livro e leitura.
2 - Dia 26/04/12 - Tribuna popular na Câmara, que teve como encaminhamento a marcação de reunião com vereadores interessados e segmento do livro e leitura.
3 - Posteriormente foi feito encaminhamentos por email, por parte deste conselho (cmc) para a Presidência da Câmara pedindo que fosse marcada a referida reunião.
4 - Tal encaminhamento foi repassado com brevidade para a CECE.
5- Nós, conselheiros de cultura entramos em contato com o Senhor. para saber quando seria a reunião e nos foi informado que seria condição para marcação da mesma que o conselho enviasse um documento para a CECE e para o Prefeito informando sobre o a questão debatida, não compreendemos a exigência, mas mesmo assim acatamos.
6 - Encaminhamos no dia 25/05, protocolado, documento solicitado para a CECE, bem como com cópia no Gabinete do Prefeito.
7 - Após quatro telefonemas para Sr.Albano , Chefe de Gabinete do Professor Garcia, para falar sobre o assunto, apenas tivemos retorno do primeiro, mas sem resultado.
8 - Até o presente momento ainda não foi marcado a reunião e com o passar de dois meses de encaminhamento, é fato notório, que está ocorrendo um descaso da Comissão-CECE, com um assunto de tamanha relevância para a sociedade, de acordo com a solicitação legítima do conselho, o qual na representação dos seus 66 conselheiros, abrange um percentual significativo da área cultural.
Baseado nos fatos relatados solicitamos a urgência para conclusão do assunto da maneira mais positiva possível.

Atenciosamente

Paulo Roberto Rossal Guimarães
Pres. Conselho de Cultura de Porto Alegre




From: Guimarães
Sent: Tuesday, June 12, 2012 7:44 PM

Subject: Solicitamos a marcação da reunião com vereadores e segmento do livro e leitura

PREZADO VEREADOR PROFESSOR GARCIA

SOLICITAMOS, informação sobre a marcação da reunião com bancadas e cadeia do livro e leitura sobre solução do impasse da criação do conselho do livro e leitura, que conforme exigência sua já protocolamos na CECE o referido documento endereçado ao prefeito, esperando agora a pronta marcação da reunião com os vereadores e o segmento do livro e leitura.
Guimarães Presidente Conselho Municipal de Cultura
F: 3026.6777 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

MinC prorroga prazo para cadastro de eleitores e candidatos aos Colegiados Setoriais e CNPC

Tendo em vista as diversas solicitações recebidas de representantes dos segmentos culturais, o Ministério da Cultura (MinC) informa que o prazo para cadastramento de eleitores e candidatos aos Colegiados Setoriais e Plenário do Conselho Nacional de Política Cultural – CNPC foi prorrogado até o dia 8 de agosto de 2012, conforme Portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 25 de junho, segunda-feira.
Link da plataforma virtual do processo eleitoral do CNPC: http://www.cultura.gov.br/setoriais/
Texto: Asscom Sedac

Lançado prêmio para Empreendedores Culturais


No final da manhã dessa segunda-feira (25) foi lançado o prêmio Empreendedor Cultural, com a presença do secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, na sede da AES Sul, em Porto Alegre.
O concurso reforça a parceria entre os setores público e privado com realização da Cida Cultural. O patrocínio é da AES Sul, por meio do sistema Pró-Cultura RS – Lei de Incentivo Cultural (LIC).
O valor diferenciado do prêmio é a formação de novos produtores culturais.A finalidade é fomentar iniciativas inovadoras e sustentáveis, democratizando o acesso ao financiamento de projetos culturais. Na primeira edição serão R$ 400 mil destinados a projetos dos segmentos de música, literatura, artes cênicas ( teatro, dança e circo) e artes visuais.


Assis Brasil destacou a importância do apoio aos projetos culturais- Foto: Tatiana Faleiro
O secretário Assis Brasil falou sobre a importância da circulação da produção cultural. “O estado como ente político na sua moderna concepção é um conjunto de cidadãos.O Rio Grande do Sul entende isto de uma maneira muito clara, que o estado é conjunto. E neste conjunto as empresas desempenham um papel muito importante. As empresas podem ter maior ou menor sensibilidade para os propósitos da sociedade e do estado. Destacamos a preocupação de que o prêmio atenda a todas as expressões culturais. O estado não pode interferir na produção. A função do governo é fazer circular os bens da cultura de tal maneira que possam chegar ao maior numero possível de cidadãos. Nesse sentido a Secretaria da Cultura tem trabalhado na formatação de alguns projetos que favorecem diretamente a produção cultural. E por isso recebemos com satisfação essa participação da AES Sul no patrocínio deste prêmio”.
O diretor geral da AES Sul, Antonio Carlos de Oliveira, destacou a inclusão da sustentabilidade como um dos princípios do prêmio. “ Essa parceria com o governo, pelo mecanismo de financiamento, nos aproxima ainda mais da produção cultural do estado. O princípio do Prêmio é o de que um empreendimento cultural pode contribuir significativamente para o desenvolvimento sustentável de uma região, tanto permitindo que comunidades possam produzir e apreciar arte e exercer suas manifestações culturais; como inovando em jeitos de empreender”
O curador do prêmio, André Martinez, fez uma apresentação sobre o formato do prêmio. “Precisamos pensar na relação entre cultura, inovação e sustentabilidade. Precisamos mudar a forma de pensar. Mês estimula a convergência do interesse da empresa em patrocinar de forma sustentável e de ver um governo com agenda pública para a cultura. O estado voltou a ter conceito e ação sobre cultura. O empreendedor cultura deve fazer a sociedade se revisar e neste sentido o prêmio faz uma provocação. E abre uma possibilidade de apoio aos produtores que possuem dificuldade de buscar patrocínio na competição do mercado”.
Inscrições
As inscrições ao Prêmio Empreendedor Cultural estarão abertas de 03 de julho até 03 de setembro de 2012 através do portal www.empreendedorcultural.com.br. Na plataforma online serão disponibilizados o regulamento, cronograma, formulário de inscrição e as atualizações do processo. Poderão se inscrever todos os produtores culturais com cadastro habilitado no Sistema Pró-Cultura RS, pessoas jurídicas da sociedade civil organizada, de 120 municípios do Rio Grande do Sul (em anexo).
Seleção e premiação dos projetos
Os projetos serão analisados e selecionados por especialistas de notório saber, a partir dos critérios: relevância cultural e artística e adequação às finalidades do Prêmio. Serão priorizadas as propostas que gerarem benefícios e oportunidades a comunidades.
Os projetos contemplados serão divulgados em dezembro e receberão recursos entre R$ 15 mil (quinze mil reais) e R$ 40 mil (quarenta mil reais).
Seminários de capacitação
Durante a primeira quinzena do mês de julho serão realizados quatro seminários de lançamento, nas cidades de Lajeado, Santa Maria, Canoas e Uruguaiana, onde os produtores culturais poderão conhecer o funcionamento do Prêmio, desde a sua concepção até as questões técnicas de regulamentação e inscrições.
Em cada seminário haverá uma apresentação do Prêmio, seguida da palestra Empreendedorismo Cultural, Inovação e Sustentabilidade de André Martinez, especialista em tecnologia sociocultural e curador do Prêmio Empreendedor Cultural. Serão abordados novos paradigmas de gestão que tratam o empreendimento criativo como processo de aprendizagem comunitária: ecologia cultural, transversalidade, complexidade, dialogia e colaboração.
Logo após, Cida Herok, especialista em Economia da Cultura e coordenadora geral do Prêmio Empreendedor Cultural, fará uma explanação sobre os aspectos técnicos e dicas para inscrição de projetos no Prêmio.
Confira a agenda:
3 de julho – Seminário de lançamento em Lajeado
Local: Auditório da Prefeitura (Rua Julio May, 242 – Centro)
Horário: das 14h às 17h
4 de julho – Seminário de lançamento em Santa Maria
Local: Salão de Atos da SUCV (Rua Venâncio Aires, 1934 – Centro)
Horário: das 14h às 17h
6 de julho – Seminário de lançamento em Canoas
Local: Casa das Artes Villa Mimosa (Rua Guilherme Schell, 6270 – Centro)
Horário: das 14h às 17h
9 de julho – Seminário de lançamento em Uruguaiana
Local: Salão Nobre da Prefeitura
Horário: das 9h às 12h (Rua XV de Novembro, 1882 – Centro)
Os interessados em participar dos seminários deverão confirmar presença pelo e-mail comunicacao@cidacultural.com.br ou (51) 3219.8983. As inscrições são gratuitas.
Texto: Asscom Sedac

Editais da Rede RS de Pontos de Cultura


Edital nº 10 - para municípios de até 10 mil habitantes

Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – APÊNDICE – Dados do Censo 2010
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – Ementário de Despesa
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – TABELA I – Distribuição por grupos socioculturais
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – TABELA IV – Listagem de municípios por COREDE
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO I – Requerimento
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO II – Ficha de Inscrição
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO III – Plano de Trabalho
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO IV – Relatório das atividades da Instituição
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO VI – Carta de Anuência
Edital nº 10, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – até 10 mil habitantes – ANEXO VII – Planilha de Avaliação

Edital nº 11 – para municípios com mais de 10 mil habitantes


Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – APÊNDICE – Dados do Censo 2010
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – Ementário de Despesa
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – TABELA I – Distribuição por grupos socioculturais
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – TABELA III – Territórios de Paz RS
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – TABELA V – Listagem de municípios por COREDE
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO I – Requerimento
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO II – Ficha de Inscrição
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO III – Plano de Trabalho
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO IV – Relatório das atividades da Instituição
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO VI – Carta de Anuência
Edital nº 11, de 2012 – Rede RS de Pontos de Cultura – mais de 10 mil habitantes – ANEXO VII – Planilha de Avaliação