Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

19 de julho de 2017

Governo do Estado libera espaços para realização da Bienal do Mercosul



Secretário Victor Hugo assinou termo de cedência de espaços do Margs e do Memorial para a 11ª Bienal do Mercosul
Secretário Victor Hugo assinou termo de cedência de espaços do Margs e do Memorial para a 11ª Bienal do Mercosul
A Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel) irá ceder dois de seus espaços para a realização da 11ª Bienal do Mercosul. O secretário Victor Hugo assinou nesta quarta-feira (19) um termo de autorização de uso para salas do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs) e do Memorial do Rio Grande do Sul.
Estiveram presentes, além do secretário, o presidente da Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, o diretor do Memorial, Dilmar Bosco, e o diretor do Margs, Paulo Amaral. A Bienal ocorrerá de 5 de abril a 4 de junho de 2018, com o título “O triângulo do Atlântico”.

O triângulo do Atlântico

O crítico de arte e curador Alfons Hug será responsável pelo projeto curatorial e direção artística do evento. Hug nasceu em Hochdorf, na Alemanha, e estudou Linguística, Literatura Comparada e Cultura em Freiburg, Berlim, Dublin e Moscou. Atuou nas Bienais de Veneza, São Paulo, Montevidéu, Dakar e na Bienal do Fim do Mundo (no sul da Argentina). Atualmente dirige o Goethe Institut, el lagos, Nigéria.
Seu projeto curatorial para a Bienal do Mercosul  denomina-se “Triângulo do Atlântico” por fundamentar-se nas influências culturais dos três vértices históricos da América Latina: as matrizes europeia, americana e africana.