Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

7 de junho de 2017

Oportunidade para consultores em patrimônio cultural





O Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), abre, nesta quarta-feira (8), convocatória para seleção de consultor especializado para desenvolver trabalho técnico para subsidiar a candidatura dos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) ao Registro de Melhores Práticas de Salvaguarda da Convenção da Unesco para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial.

O consultor deverá ter graduação em antropologia, história ou ciências sociais e especialização nas áreas de preservação e/ou gestão do patrimônio cultural, preferencialmente de natureza imaterial. Interessados deverão comprovar o domínio de um dos dois idiomas de trabalho da Unesco (inglês ou francês) e experiência profissional de, no mínimo, dois anos em temas relacionados à preservação e/ou gestão do patrimônio cultural, de preferência de natureza imaterial. Experiência em políticas culturais e/ou em projetos relacionados à cultura gaúcha também serão avaliados positivamente.

Mais informações sobre a consultoria e os produtos a serem desenvolvidos estarão disponíveis no site da Representação da Unesco no Brasil a partir do dia 8 de junho. Interessados deverão acessar o edital nº 01/2017, relativo ao Projeto 914BRZ4013, que estará disponível neste link. O prazo para envio de currículos é até 14 de junho, quando terá início o processo de seleção, por meio de análise de currículos (eliminatório) e entrevistas (classificatório).

O consultor contratado deverá entregar os produtos de acordo com os prazos previstos no cronograma, constante do contrato a ser firmado, devendo o último produto ser apresentado até o fim de dezembro deste ano. Tanto o requerimento quanto o dossiê da candidatura no âmbito da Convenção de 2003, na qualidade de produtos a serem desenvolvidos pelo consultor, estarão sujeitos à avaliação e à aprovação das instâncias nacionais competentes.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura