Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

13 de outubro de 2014

MinC muda prazos de edital de chamamento para CNIC

O cronograma do edital para chamamento de candidatos para compor a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) foi alterado. A data de divulgação da lista das entidades habilitadas para o processo de indicação passa a ser no dia 22 de outubro e o prazo para recursos será de 22 a 28 de outubro.
Assim, o prazo de análise dos recursos pela Comissão Avaliadora é de 29 e 30 de outubro. A divulgação, publicação de resultados dos recursos e convocatória para reunião das entidades habilitadas está marcada para o dia 10 de novembro.
Já a reunião de indicação e eleição dos representantes que comporão as listas de indicados das seis áreas culturais e do empresariado nacional será no dia 28 de novembro de 2014.
Até 15 de dezembro, será feita a apreciação das listas de indicados pela ministra da Cultura, Marta Suplicy e, até 15 de janeiro de 2015, haverá a publicação dos nomes dos comissários da CNIC para o biênio 2015/2016 no Diário Oficial da União.
A comissão é formada por sete titulares e 14 suplentes da sociedade civil, com mandato de dois anos, renováveis por mais dois. Sua função, como órgão colegiado consultivo, é de subsidiar as decisões do ministério na autorização de projetos culturais para captação de recursos por meio do mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet.
As vagas na CNIC são destinadas a representantes de entidades associativas de setores culturais e artísticos e de entidades representativas do empresariado nacional nos seguintes setores: artes cênicas; audiovisual; música; artes visuais, arte digital e eletrônica; patrimônio cultural material e imaterial, inclusive museológico e expressões das culturas negra, indígena, e das populações tradicionais; ou humanidades, inclusive a literatura e obras de referência.
O trabalho dos integrantes da CNIC é voluntário, com passagens aéreas e a ajuda de custo financiados pelo ministério. Os encontros do grupo são mensais e duram de dois a cinco dias. Os integrantes viajam pelas cinco regiões brasileiras, onde fazem visitas técnicas a projetos culturais incentivados pela Lei, além de participarem de encontros setoriais com os produtores e agentes culturais locais, para debaterem aspectos da Lei e da realidade da produção cultural.
Clique aqui para acessar o edital.
*Com informações do site do MinC
Tags:,