Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

12 de junho de 2016

Debate faz homenagem a Simões Lopes Neto

Foto: Divulgação/PMPA
Homenagem a Simões Lopes Neto ocorre no dia em que completa 100 de sua morte

Homenagem a Simões Lopes Neto ocorre no dia em que completa 100 de sua morte
A Coordenação do Livro e Literatura da Secretaria da Cultura de Porto Alegre promove um debate sobre os clássicos de Simões Lopes Neto e Erico Veríssimo nesta terça-feira, 14, às 19h, na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães (av. Erico Veríssimo, 307). O evento é aberto ao público. O intuito é comparar as obras desses autores e homenagear Simões Lopes Neto, pois neste dia completa 100 de sua morte.

Participarão do debate a dra. em Teoria Literária e professora do Instituto de Letras da Ufrgs, Márcia Ivana de Lima, a escritora e dra. em Literatura da América Latina, Lélia Almeida, e a pós-graduanda do Curso de Letras da Ufrgs, Paula Marcolin.

João Simões Lopes Neto
- Nasceu em Pelotas no ano de 1865 e faleceu em 1916. Aos 13 anos, foi para o Rio de Janeiro, onde estudaria no Colégio Abílio e depois faria Medicina, porém ficou doente e voltou para o Rio Grande do Sul e trabalhou como professor, tabelião, funcionário público, comerciante e industrial. Em Pelotas, incentivou a vida cultural e atuou na imprensa. É uma das principais figuras do regionalismo rio-grandense, pois valorizou a história do gaúcho e suas tradições. Uma de suas obras mais famosa é Contos Gauchescos.

Erico Veríssimo - Nasceu em Cruz Alta, no ano de 1905, e faleceu em 1975. Em 1930, foi morar em Porto Alegre e, depois de trabalhar como desenhista e de publicar alguns contos na imprensa local, empregou-se na Editora Globo como secretário do departamento Editorial. A obra deste autor é dividida em três partes: Romance Urbano, com os livros Clarissa e Caminhos cruzados, Romance histórico, com a trilogia O Tempo e o Vento e o Romance, com O Senhor Embaixador.



/literatura
Texto de: Josiele Rangel de Campos (estagiária)/Supervisão: Cleber Saydelles
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.