Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

8 de dezembro de 2016

OP: Região Glória escolhe Habitação como prioridade

Foto: Joel Vargas/PMPA

Votantes também indicaram, na ordem, Saúde, Educação e Pavimentação Votantes também indicaram, na ordem, Saúde, Educação e Pavimentação
Foto: Joel Vargas/PMPA
Foi eleita chapa de consenso para representar a região no Conselho do OP
Foi eleita chapa de consenso para representar a região no Conselho do OP
Os presentes na plenária da região Glória, da Rodada Única de Assembleias Regionais e Temáticas do Orçamento Participativo 2016-2017, elegeram Habitação como prioridade de investimentos, seguida de Saúde, Educação e Pavimentação. A plenária ocorreu na noite dessa quarta-feira, 7, no Ginásio do Colégio Marista Assunção, no bairro Glória.
 
Nas suas manifestações, os moradores dos bairros Belém Velho, Cascata e Glória destacaram questões habitacionais, de educação e de saúde. Cultura também foi mencionada. “Descentralizar é a solução”, disse o presidente do Conselho Municipal de Cultura,  Jorge Maestrinho, destacando que o tema ficou em segundo lugar no OP do ano passado. 
 
A conselheira Sirlei Vargas destacou que a comunidade não pode dizer em plenário que a região não teve conquistas. “Dizer que aqui não se ganhou nada é faltar com a verdade. Ninguém foi enganado na Glória. O que não pode ser feito, foi por falta de verbas. Não é Porto Alegre que não tem verba, é o Brasil inteiro”, disse.   
 
O vice-prefeito Sebastião Melo, representando o prefeito José Fortunati,  também destacou a  crise que vive o país e propôs uma reflexão sobre o futuro do OP. “O regimento interno do OP ainda é falho. Foi dado um importante passo, mas não suficiente”, disse, referindo-se à mudança nas regras de votação. Pois, apesar de o cidadão poder exercer seu voto em apenas uma das 17 regionais a partir desse ciclo, ainda assim, pessoas de outras regiões podem acabar sendo conduzidas a votar. “Esta prática de levar pessoas de uma região para votar em outra tem que acabar”, enfatizou o vice-prefeito.
 
Melo destacou algumas conquistas como a solução do problema de água no Jardim Marabá, além do tratamento de esgotos que atinge 80% da cidade e as 65 novas creches. Ele afirmou que as melhorias de uma cidade precisam estar em conformidade com o que desejam as pessoas que nela vivem. "Dar voz às comunidades faz um futuro melhor", finalizou.
 
Foi eleita chapa de consenso para representar a região no Conselho do OP (COP). Os eleitos são: Renan da Silva (1° titular), Sirlei Vargas (2° titular), Adão Marcos da Silva (1° suplente) e Milton Borges Buenos (2° suplente).
 
Posse  – Os conselheiros e delegados eleitos nas seis plenárias temáticas e 17 regionais tomarão posse na noite de quinta-feira, 15, em Assembleia Municipal. No evento, realizado no Centro de Eventos Casa do Gaúcho (rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 301 - Parque Mauricio Sirotsky Sobrinho), haverá o lançamento da Revista Observando, do Observatório da Cidade de Porto Alegre (ObservaPOA), com o tema  “Perfil e Percepção dos Participantes das Assembleias do Orçamento Participativo de Porto Alegre”.
 
Nesta quinta-feira, 8, a partir das 19h, acontecerá a plenária da região Partenon, na Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (rua Veiga, nº 223 – Bairro Cel. Aparício Borges).
 
Orçamento Participativo 2016/2017
Acesse aqui o calendário completo das assembleias temáticas e regionais. 
 


/orcamento_participativo

Texto de: Indaiá Dillenburg
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.