Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

14 de dezembro de 2015

Três importantes vitórias para o MTG

 ROGERIO BASTOS
 
O Movimento Tradicionalista Gaúcho encerra 2015 com três importantes vitórias relacionadas a episódios que ao longo do ano causaram polêmica: a CPI do Acampamento Farroupilha e duas ações judiciais, uma pedindo vínculo empregatício de narrador de rodeios e outra pedindo anulação de cláusula do Regulamento do Departamento de Narradores.

Durante seis meses as contas do Acampamento Farroupilha de Porto Alegre, relacionadas aos anos de 2009 a 2013, foram vasculhadas, verificadas, confrontadas, investigadas pela CPI e não se encontrou nenhuma prova de ilegalidade. Segundo o presidente do MTG, Manoelito Savaris, o resultado foi o esperado por todos que realizaram o evento nesses anos, com muita dedicação e seriedade. “Nenhum indicativo de desvio de recursos. Nenhuma prova de cometimento de delito”, afirma.

Outra vitória importante está relacionada a processo judicial movido pelo narrador de rodeios Gustavo Leite de Oliveira, que pedia vínculo empregatício com a instituição. A Justiça concluiu que ‘é evidente que a natureza da função exercida pelo depoente é eventual, já que sequer diz respeito com as finalidades essenciais da ré, e evidentemente não é permanente, já que, como o próprio autor afirma, cada rodeio é um contrato. Não houve, portanto, continuidade na prestação laboral do demandante.’

Outra decisão importante da Justiça em favor do Movimento Tradicionalista Gaúcho reconhece a legitimidade do Regimento Interno do Departamento de Narradores e a vedação para seus integrantes narrarem rodeios estranhos à instituição. A ação havia sido movida por Ubirajara Carlos Gomes, pedindo anulação do artigo 49 do Regimento.

Segundo Savaris, estes três episódios causaram polêmica junto à sociedade e também desgaste para todos que se envolvem no desenvolvimento das atividades da instituição, mas prevaleceu a justiça, o equilíbrio e o bom senso, demonstrando a seriedade com que o MTG trata seus eventos e o tradicionalismo.

Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG