Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

29 de maio de 2016

Radiografia da Lei Rouanet

Para pensar, analisar, e constatar as distorções: Radiografia da Lei Rouanet, na Zero Hora de hoje.

Captação de verba por área em 2015
Artes cênicas - 433,73 milhões - 36,55%
Música - 274,8 milhões - 23,16%
Artes visuais - 196,06 milhões - 16,52%
Patrimônio cultural - 115,98 milhões - 9,77%
Humanidades - 91,34 milhões - 7,7%
Audiovisual - 74,24 milhões - 6,26%
Artes integradas - 536,93 mil- 0,05%
Total: R$ 1,18 bilhão


Maiores captadores em 2015
Aventura Entretenimento* 21,71 milhões
Instituto Tomie Ohtake 19,73 milhões
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand 17,72 milhões
Instituto Itaú Cultural 14,73 milhões
T4F Entretenimento 13,46 milhões
Fundação Bienal de São Paulo 13,27 milhões
EXPOMUS - Exposições Museus Projetos Culturais 12,28 milhões
Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira 10,8 milhões
D+3 Produções Artísticas 10,72 milhões
Instituto Cultural Inhotim 10,6 milhões

*A Aventura Entretenimento é produtora de espetáculos de grande porte, como Chacrinha, o Musical e Sambra – 100 Anos de Samba. O Instituto Tomie Ohtake é um espaço cultural em São Paulo que viabiliza seu plano anual de exposições e atividades pela Lei Rouanet.
 
A divisão do bolo por regiões
(captação de recursos)
Sudeste 79,3% (R$ 940,9 milhões)
Sul 13,04% (R$ 154,8 milhões)
Nordeste 4,61% (R$ 54,7 milhões)
Centro-Oeste 2,4% (R$ 28,5 milhões)
Norte 0,65% (R$ 7,75 milhões)
Fonte: Ministério da Cultura