Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

22 de dezembro de 2014

II Jornada da Cultura apresenta balanço e lança nova plataforma colaborativa



Durante a manhã desta quarta-feira, 17, a II Jornada da Cultura, realizada na Sala de Música do Multipalco Theatro São Pedro, foi lançado o FAC Sonora Musical, novo edital das Ações Especiais, que conta com o patrocínio do Instituto GVT e está focado em experimentações musicais multimídia, circuitos de shows e intercâmbio ou capacitação de grupos, com investimento total de R$ 650 mil. O evento contou com a presença do Secretário de Estado da Cultura em exercício, Jeferson Assumção e da presidente do Instituto GVT, Heloísa Genish.
Na ocasião, também foram apresentados os resultados dos cinco projetos selecionados pelo Edital Pró-Cultura RS FAC – Processos Culturais Colabortivos: o Birô de Empreendedorismo Cultural, desenvolvido pela Chili Produtora, em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e que realizou cursos de capacitação para agentes culturais; Patrimônio Histórico e Cultural: Uma Rede Viva!!! da empresa Valorize Assessoria em Turismo, Cultura e Educação, situada em Ivoti, que busca conceber uma rede informativa sobre o patrimônio histórico cultural; o Nós da Rede, idealizado pela Comissão Estadual de Pontos de Cultura e pelo Coletivo Catarse tem o objetivo de articular pontos de cultura em rede; o Cadernos de Gestão: compartilhamentos de espaços artísticos independentes em rede – EAI, uma plataforma de conteúdo focada na gestão cultural desses espaços independentes, desenvolvido pela Atelier Subterrânea; e o TransLAB, uma proposta de Laboratório Cidadão, que busca alinhar arte, ciência, tecnologia e sociedade.
No começo da tarde, a Diretoria de Economia da Cultura, Denise Viana Pereira, apresentou um balanço da gestão 2011 – 2014. Foram apresentados dados dos investimentos via isenção fiscal( LIC) e através do Fundo de Apoio à Cultura. foram contemplados 15 editais, com investimento de R$ 26,85 milhões. Já pela LIC foram  liberados mais de R$ 125 milhões. Para o próximo ano estão previstos R$ 11,9 milhões no orçamento da Secretaria 2015.
Também foi apresentado o status dos convênios sob comando da Diretoria de Economia da Cultura. Sobre o Convênio Criativa Birô, com prazo de vigência até 31 de dezembro de 2015, a diretora informou que foi assinado o contrato com a empresa que fará a obra de adaptação do espaço do futuro equipamento no 3º andar da Casa de Cultura Mário Quintana. Sobre o Convênio para o Fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura, assinado com a Funarte/MinC, com recursos já empenhados mas ainda não repassados à SEDAC, Denise apresentou o plano de trabalho aprovado. Nele está previsto o lançamento de um edital para curtas-metragens, bolsa de criação literária, incentivo à publicação, à literatura digital e novas montagens em circo, dança e teatro.