Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

5 de julho de 2016

Prefeitura cancela repasse para o Acampamento Farroupilha




Todos os anos, o município contribuía com mais de R$ 300 mil
Por: Marcela Panke

A prefeitura de Porto Alegre cancelou o repasse que fazia todos os anos para o Acampamento Farroupilha. O valor, de cerca de R$ 330 mil, era utilizado na instalação da rede elétrica para atender a toda a estrutura do evento, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia). As informações são da Rádio Gaúcha.
O coordenador de Tradições e Folclore da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), Giovani Tubino, esclarece que o Acampamento Farroupilha é realizado por meio de um convênio entre a SMC e o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), através da Fundação Cultural Gaúcha. Nos anos anteriores, a prefeitura colaborava com esse repasse. Em 2016, vai participar do evento na organização e com serviços, como limpeza feita pelo DEP e Dmae e instalações realizadas pela Smov.

Com relação à distribuição de energia elétrica durante o evento, Tubino explica que a rede do parque é antiga e não atende à demanda do evento, que ocorre entre 7 e 20 de setembro. Todos os anos, a organização aluga uma nova rede elétrica, que é instalada e retirada após o final das festividades.
— Foi uma orientação da prefeitura que, nesse ano, o convênio que a Secretaria Municipal da Cultura faz com o MTG não fosse executado com verbas públicas. Um pouco eu acho que é reflexo da situação econômica, mas também para termos transparência na execução do evento. O conveniado (MTG) vai fazer o uso de verbas de patrocínio e a prestação de contas será facilitada, no sentido de que não há verba pública, o evento ficará mais transparente e exequível — afirmou.
A instalação da rede elétrica no Parque da Harmonia deverá ser implementada pelo MTG com a captação de patrocínios. O presidente do MTG, Nairo Callegaro, afirma que a entidade não foi surpreendida pelo cancelamento do repasse da prefeitura e que inclusive não tem expectativa de receber os R$ 350 mil investidos pelo governo do Estado em 2015 na realização dos desfiles, tradicional e temático:
— Nós já esperávamos que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde, e veio a acontecer. Vamos buscar suprir essa lacuna que vai ficar, mas também vamos fazer o evento do tamanho que a disponibilidade financeira nos permitir.


O orçamento do Acampamento Farroupilha em 2015 foi de cerca de R$ 2,1 milhões.