Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

8 de junho de 2018

Projeto quer fazer do Harmonia lugar permanente do turismo gaúcho

08/06/2018 15:15:46

Foto: Brayan Martins/ PMPA
Marchezan reiterou objetivo de multiplicar parcerias para a  população Marchezan reiterou objetivo de multiplicar parcerias para a população
A Prefeitura de Porto Alegre assinou nesta sexta-feira, 8, um acordo de cooperação com o Instituto Semeia para o desenvolvimento de projetos de concessões para parques urbanos de Porto Alegre. O acordo faz parte do plano de práticas que a gestão municipal está buscando, promovendo cada vez mais parcerias para entregar à população serviços melhores e de qualidade, conforme explica o prefeito Nelson Marchezan Junior: “Este momento é muito especial para nós. Queremos que esta parceria sirva de exemplo para outros setores, outros parques e praças da Capital. Mas queremos sobretudo que seja copiado em locais com menos visibilidade comercial, como no Extremo Sul de Porto Alegre ou na zona Norte. Queremos multiplicar estas parcerias para atender toda a população”, afirmou o prefeito.

O trabalho será dividido em três frentes de atuação, com diferentes grupos de parques. No primeiro grupo está o Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, também conhecido como Parque Harmonia. O Instituto já está auxiliando a prefeitura no desenvolvimento de um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para obtenção dos estudos necessários para a estruturação do projeto de concessão do local. O nome do projeto é: “Parque Harmonia – Lugar Permanente do Turismo Gaúcho”.

O auxílio do Semeia está voltado para análise de documentos elaborados pelo grupo de trabalho. A partir deste conhecimento técnico, deverão ser elaboradas sugestões que servirão para o desenvolvimento de um edital e termo de referência eficientes e que tenham grande atratividade para a iniciativa privada, com garantia de manutenção das tradições gaúchas e adequação ao contexto de Porto Alegre.

Para o secretário de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, que está à frente deste projeto de parceria, a concessão vai permitir que o Parque Harmonia, que hoje não é utilizado com toda sua capacidade, possa virar uma referência cultural da cidade e do Estado: “Estamos planejando ter um Acampamento Farroupilha com segurança permanente, conforto, patrocínio e previsibilidade, que vai proporcionar mais visibilidade para o evento e atrair mais turismo para a cidade”, explicou o secretário.

O diretor-executivo do Instituto Semeia, Fernando Pieroni, destacou que a organização escolheu a capital gaúcha para realizar o acordo por acreditar que o projeto será executado da melhor forma: “Nossa parceria se dá pela confiança na equipe e na sua condução para conseguirmos realizar um bom trabalho”, disse Pieroni.

A parceria não gera custos para a gestão municipal, pois o Semeia é uma organização sem fins lucrativos que fomenta parcerias para levar aos brasileiros parques melhores. O prazo total estimado para execução deste plano de trabalho é de 12 meses, podendo ser prorrogado.

O evento contou com a participação do prefeito Nelson Marchezan Junior; do vice-prefeito Gustavo Paim; do diretor-executivo do Instituto Semeia, Fernando Pieroni; e dos secretários Bruno Vanuzzi, das Parcerias Estratégicas; Ramiro Rosário, dos Serviços Urbanos; Maurício Fernandes, do Meio Ambiente e da Sustentabilidade; Leandro de Lemos, do Desenvolvimento Econômico; Luciano Alabarse, da Cultura e também do Procurador-Geral adjunto de Domínio Público, Urbanismo e Meio-Ambiente, Nelson Nemo Franchini Marisco.

Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) -  Com 65 hectares, o parque caracteriza-se por reunir diversos aspectos da tradição gaúcha, com churrasqueiras ao ar livre e galpão crioulo. Também há espaço para recreação infantil e quadras de esportes. Durante o mês de setembro é realizado no local o Acamamento Farroupilha, uma manifestação da cultura gaúcha e que reúne um público de mais de um milhão de pessoas.

Todo ano, antes da instalação dos piquetes, são realizadas montagens de uma infraestrutura com instalações hidráulicas e elétricas, além de drenagem do terreno. Todo este trabalho é desfeito com o fim do mês farroupilha.

Com a concessão, a ideia é manter o parque como referência na cultura gaúcha, tornando-o uma atração turística permanente, como os parques Cataratas do Iguaçu (PR), Fernando de Noronha (PE) e o Rota Lund (MG), todos concedidos à iniciativa privada.

Instituto Semeia -É uma organização sem fins lucrativos que fomenta parcerias para que os brasileiros tenham acesso a parques melhores. Atua junto aos governos federal, estadual ou municipal no apoio ao desenvolvimento de projetos que visem a inovar os modelos de gestão dos parques naturais e urbanos, de maneira que a sociedade tenha como resultado espaços mais bem preparados para o público.



/concessao /parques /parque_harmonia /projetos
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.