Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

28 de junho de 2018

Porto Alegre Film Commission fomenta a produção audiovisual



Escritório já licenciou mais de 158 produções que resultaram em 340 licenças

Escritório já licenciou mais de 158 produções que resultaram em 340 licenças
O Porto Alegre Film Commission (Escritório de Apoio à Produção Audiovisual) vinculado à Diretoria de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) destina-se a captar, coordenar e servir de agente facilitador para produções audiovisuais nacionais e internacionais na Capital. Desde que foi criado, em novembro de 2015, o escritório já licenciou mais de 158 produções, que resultaram em 340 licenças, mais de 1000 dias de filmagem e 15 projetos tiveram o apoio institucional do escritório.

De acordo com o coordenador do Porto Alegre Film Commission, Rafael Camargo, o POA Film Commission é uma oportunidade de fomentar o setor e atrair empreendedores da área e turistas, estimulando o chamado turismo cinematográfico local, gerado pelo marketing e a mídia espontânea, que filmes documentários, conteúdos publicitários e outras produções audiovisuais geram para os destinos onde são produzidas. "Os benefícios econômicos gerados por uma Film Comission são bem atrativos. Podemos destacar alguns números de estudos já realizados por outras, FC que demonstram o potencial do movimento da cadeia produtiva deste setor: as filmagens de O Tempo e o Vento no Rio Grande do Sul, por exemplo, tiveram um impacto econômico de R$ 8 milhões em gastos com diárias, alimentação e outras despesas; estudo realizado pela Secretaria de Estado de Cultura do governo espanhol demonstrou que mais de 30% do custo de uma produção termina sendo revertido para o local onde se faz a filmagem; nos EUA, as filmagens em locação de uma produção de longa-metragem geram em média US$ 200 mil por dia em atividade econômica e receitas públicas; a Nova Zelândia teve um incremento de 5 mil por cento no turismo após as filmagens do longa metragem O Senhor dos Anéis; na Espanha, concluiu-se que por cada euro público cedido, se obtém um impacto direto de 5,25 euros e um impacto total, incluindo o impacto direto, indireto e induzido, de 15,25 euros", explica.

Camargo destaca, ainda, que o projeto é um motor de desenvolvimento e revitalização econômica local e de promoção do turismo da cidade. “Temos um papel fundamental na estratégia de promoção do desenvolvimento econômico, turístico e também na geração de empregos, estimulando à prestação de serviços locais, fomentando a produção audiovisual em nossa Capital. Desde sua criação foram concedidas autorizações de filmagens de todo tipo de conteúdo audiovisual, desde seriados de televisão, comerciais, curtas e longas metragens”, conclui.

Para mais informações entre em contato com o Porto Alegre Film Commission, por meio do fone (51) 3289-6709 ou pelo email: filmcommission@turismo.prefpoa.com.br

/audiovisual
Texto de: Letícia Santana
Edição de: Denise Righi
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.