Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

15 de março de 2015

Mais de 300 mil pessoas participaram do Carnaval de Rua 2015

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Último dia reuniu 12 mil foliões em dois pontos do Centro Histórico Último dia reuniu 12 mil foliões em dois pontos do Centro Histórico
Foto: Cristine Rochol/PMPA
Ao todo, 21 blocos animaram os 14 dias de Carnaval de Rua da Capital
Ao todo, 21 blocos animaram os 14 dias de Carnaval de Rua da Capital
Dois blocos encerraram a programação do Carnaval de Rua de Porto Alegre 2015 neste sábado, 14. Mais de 12 mil foliões dançaram e se divertiram em dois locais do Centro Histórico. Skafolia apresentou-se na avenida Augusto de Carvalho, entre a avenida José Loureiro da Silva e a Rótula das Cunhas. Olha o Passarinho do Mário desfilou na rua dos Andradas e na avenida Borges de Medeiros. O primeiro reuniu 8 mil pessoas, o segundo, 4 mil.
Ao todo, 21 blocos animaram os 14 dias de Carnaval de Rua da Capital. Mais de 300 mil foliões – 301,5 mil, para ser mais preciso –  participaram da festa, segundo levantamentos da Brigada Militar. A Orla do Guaíba passou a fazer parte do circuito e em 2016 terá mais atrações. Apesar da multidão, não houve nenhuma ocorrência policial durante os desfiles, informou o comandante da 2ª Companhia do 9º BPM, capitão Fernando Maciel.
Ajustes - O sucesso do evento deve-se à parceria da Prefeitura de Porto Alegre com a Brigada Militar, o Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul, os moradores dos bairros onde ocorreram os desfiles, os blocos, os comerciantes e o pessoal do Grupo Austral –  responsável pela produção do evento. “Todos agiram de forma integrada”, destacou. “Uma festa de rua deve ser assim: com muita alegria, confraternização, cuidado com a cidade e respeito aos moradores”, acrescentou Melo.
Para o ano que vem, o coordenador do grupo de trabalho criado organizar e fiscalizar a organização da festa, Leonardo Maricato, antecipou algumas medidas. “O número de desfiles na Cidade Baixa será reduzido”, adiantou. A Orla do Guaíba será mais utilizada e a infraestrutura, como a de banheiros químicos, vai ser ampliada. Em 2015, a média de banheiros químicos por bloco foi de 65.


/carnaval
Texto de: Adriano Santana
Edição de: Manuel Petrik
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.