Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

14 de outubro de 2016

Feira do Livro 2016 começa a tomar forma na Praça da Alfândega


Foto: Brayan Martins/ PMPA
Evento será realizado entre 28 de outubro e 15 de novembro
Evento será realizado entre 28 de outubro e 15 de novembro
Começou, nesta sexta-feira, 14, a montagem dos estandes da 62ª Feira do Livro de Porto Alegre, que se realiza entre 28 de outubro e 15 de novembro, na Praça da Alfândega, com apoio da Prefeitura de Porto Alegre. O tema do evento em 2016 é o analfabetismo funcional. Institutições da Secretaria Municipal da Cultura promovem lançamento de livros durante a festa. 
 
No dia 12 de novembro, sábado, a Coordenação do Livro e Literatura promove sessões de autógrafos de Os Silêncios de Pedro, de Sergio Napp (Vol. II - Coleção Gurizada - Infantil), às 18h, e de Cecília que Amava Fernando, de Caio Riter, às 19h, ambos na Praça de Autógrafos. No dia 13, domingo, será a vez de serem lançados Histórias de Trabalho 2016, coletânea dos trabalhos vencedores nas categorias Histórias Verdadeiras e Inventadas, Cartum, HQ e Fotografia, de vários autores, às 14h, e Poemas no Ônibus e no Trem 2016, coletânea com os 50 poemas vencedores que circularão nos ônibus da Capital e no Trensurb em 2017, de vários autores, às 16h, os dois no Memorial do Rio Grande do Sul (Rua 7 de Setembro, 1020). 
 
Por sua vez, a Coordenação da Memória Cultural da SMC lançará, na quinta-feira, 3 de novembro, o livro Vila do IAPI - Orientações para Conservação, organizado por Luiz Bolcato Custódio e Manuela Franco Lopes da Costa, às 16h30min, na Sala Oeste do Santander Cultural, onde às 14h30 haverá debate com os autores e os arquitetos João Rovati e Maria Almeida, arquitetos e urbanistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). No dia 14, segunda-feira, será a a vez de Viva o Centro a Pé, organizado por Bolcato e Liane Klein, que é tema de debate no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223), às 16h, com os autores e os arquitetos urbanistas Glênio Bohrer e Cláudio Calovi Pereira, seguindo-se autógrafos às 18h, no memorial.
 
O secretário municipal da Cultura, Roque Jacoby, sublinha a importância da feira. Para ele, o fato de ela ser realizada há 62 anos ininterruptamente mostra uma determinação clara da comunidade cultural em fortalecer o hábito de leitura que considera fundamental para o desenvolvimento do cidadão. 
 
A Feira do Livro de Porto Alegre foi inaugurada em 1955 graças à atuação do jornalista Say Marques, diretor-secretário do jornal Diário de Notícias, junto aos livreiros e editores da cidade. O evento, o maior do gênero a céu aberto da América Latina, é considerado referência no país por seu caráter democrático e pela consistência do trabalho que desenvolve na área da promoção da literatura e da formação de leitores. Realizada desde sua primeira edição na Praça da Alfândega, a feira é dividida em Área Geral, Área Internacional e Área Infantil e Juvenil. Este ano, o patronato ficou a cargo da escritora Cíntia Moscovich. 
 


/cultura /feira_do_livro

Texto de: Maristela Bairros
Edição de: Isabel Cristina Kolling Lermen
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.