Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

20 de setembro de 2016

Comida campeira criativa atrai público no Acampamento Farroupilha

Foto: Ricardo Giusti/PMPA

O 1º Festival Comida de Galpão foi integrado ao evento deste ano O 1º Festival Comida de Galpão foi integrado ao evento deste ano
Foto: Ricardo Giusti/PMPA
Treze cozinheiros difundem a culinária gaúcha na perspectiva da alta gastronomia Treze cozinheiros difundem a culinária gaúcha na perspectiva da alta gastronomia
O Espaço de Hospitalidade, ponto de referência do projeto Turismo de Galpão dentro do Acampamento Farroupilha, está tomado nesta terça-feira, 20, de diferentes aromas e sabores da comida campeira em pratos originais especialmente preparados e servidos ao público por 13 criativos cozinheiros de Porto Alegre. A novidade no Parque Harmonia, onde a oferta gastronômica predominante durante a festa das tradições costuma ser o tradicional churrasco, é o 1º Festival Comida de Galpão, integrado ao evento deste ano pelo Turismo de Galpão com a proposta de difundir a culinária gaúcha na perspectiva da alta gastronomia.

Bonito e bom - Foi isso que comprovaram os cozinheiros e atraiu a curiosidade do público, que a partir das 11h pôde experimentar o resultado de diferentes técnicas de cozinha, temperos e combinações em porções servidas no estilo “comida de rua” dentro do Espaço de Hospitalidade. Com ambiente animado por música gaúcha feita ao vivo por gaita e violão do piquete Gaudério de São Pedro.

Frequentador assíduo do Acampamento Farroupilha, o porto-alegrense Roberto Machado programou conferir a novidade quando assistiu uma reportagem pela televisão. “Voltei ontem do Rio de Janeiro e hoje estou aqui para experimentar”, anunciou o visitante assim que entrou no Espaço de Hospitalidade. Sua escolha foi a costela bovina assada em forno por 12 horas, depois defumada na churrasqueira em brasa de galhos de árvores frutíferas e acompanhada de arroz cremoso de queijo colonial. “Além de bonito, um prato muito bom e totalmente diferente da costela que a gente está acostumada a comer, do jeito tradicional”, disse Machado, satisfeito com a escolha por uma nova comida.
 
Não foi diferente com a psicóloga paulistana Gisele Santos de Souza. Assim como outras quatro amigas, ela veio ao Estado para um congresso na área de saúde realizado na Serra Gaúcha e, juntas, decidiram ficar em Porto Alegre quando souberam, ainda no Aeroporto Salgado Filho, do Acampamento Farroupilha. “Decidimos dormir uma noite na Capital para hoje pegar esta festa linda dos gaúchos e encontramos este festival neste espaço totalmente receptivo e agradável”, comentou Gisele antes de escolher o prato que iria degustar. “Excelente, totalmente delicioso e novo pela textura, maciez da carne e as combinações do prao”, aprovou a paulistana que optou por porco assado à baixa temperatura servido com moranga ao modo tradicional, picles de moranga ácida e azeite defumado preparado com brasa e especiarias. Gisele pode experimentar a especiaria ouvindo música gaúcha feita ao vivo por gaita e violão de integrantes do piquete Gaudério de São Pedro, parceiro do projeto Turismo de Galpão na realização de oficinas da cultura gaúcha abertas aos visitantes.
 
Pratos até 21h - Ao todo, entre 11h e 16h, a primeira equipe de cozinheiros – Gabriela Zilio, Allan Santos, Ramiro Saldanha, Raphael Dittrich e Ju Crasoves – preparou cinco pratos diferentes. O cardápio incluiu ainda duo de rabanada com mel campeiro e doce de abóbora em calda; polenta campeira com cubos de bacon, charque desfiado puxado em oliva e crispies de couve; e cordeiro desfiado servido sobre batata dos pampas que leva linguiça, manteiga e queijo colonial, tudo temperado com geleia de hortelã!
 
A partir das 16h, assumem o preparo de outros pratos os cozinheiros Glauber Santos, Charles Mendes, Aky’re Moura, Zuleica Correia, Israel Bertamoni e Tiago Varela. Os visitantes do Acampamento Farroupilha poderão comer, até às 21h, arroz de vazio e aipim crocante; rabada cítrica com purê de batata doce; matambre recheado com moranga caramelada, farofa de milho, salada de trigo e espuma de erva mate; sanduíche de paleta de porco com chicória de alho, queijo colonial e mostarda de bergamota; e pudim de leite. Os tickets para consumo dos pratos são vendidos no local, a R$ 20 a porção.


/acampamento_farroupilha /turismo

Texto de: Eliana Zarpelon
Edição de: Manuel Petrik
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.