Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

19 de novembro de 2016

CinePapoPoético acontece no dia 22 de novembro, às 20:00, na Sala Alvaro Moreira

 


 


CinePapoPoético


Em parceria com a Biblioteca Josué Guimarães, a Associação Negra de Cultura convida para o encontro poético-literário CinePapoPoético, que acontece no dia 22 de novembro, terça-feira, às 20:00, na Sala Álvaro Moreira do Centro Municipal de Cultura. O evento reúne o lançamento do curta-documentário Sopapo Poético:  Ponto Negro da Poesia, produzido e dirigido pelo documentarista José Francisco S.S. da Silva, uma roda de conversa sobre a Invisibilidade da Literatura Negra no Rio Grande do Sul e, ainda, um sarau com os poemas da antologia Pretessência, lançada este ano pelo Sopapo Poético. A entrada é gratuita.

 

CURTA-DOCUMENTÁRIO SOPAPO POÉTICO: PONTO NEGRO DA POESIA

Produzido e dirigido por José Francisco S.S. da Silva (Chico MeuFilho), o curta-documentário Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia apresenta um resumo dos saraus que abrilhantaram a cena cultural de Porto Alegre entre novembro de 2015 e abril de 2016. O filme exibe depoimentos de alguns dos organizadores e colaboradores do sarau, além de poetas e artistas que integraram a programação especial que circulou por diversos espaços e contextos sociais, a fim de fortalecer a criação, produção e difusão da literatura negra brasileira.

Sobre o diretor:

JOSÉ FRANCISCO S.S. DA SILVA é graduado em Comunicação Social e em Ciências Sociais. É um dos fundadores do IACOREQ - Instituto de Assessoria às Comunidades Remanescentes de Quilombos. Como bolsista de extensão, trabalhou em projetos do Departamento de Educação e Desenvolvimento Social (DEDS) da UFRGS relacionados à educação antirracista no cotidiano escolar e acadêmico. Participou da elaboração e produção do documentário "Caminhos da Religiosidade Afro-Rio-Grandense", em parceria com Rafael Derois Santos.

 

RODA DE CONVERSA

Antecedendo a exibição do documentário, haverá uma roda de conversa sobre a Invisibilidade da Literatura Negra no Rio Grande do Sul. Motivo de muitas discussões e reivindicações, sobretudo acerca da falta de incentivo e presença em eventos literários, oficiais ou não, a literatura negra no Estado ainda padece de uma inegável invisibilidade. Questões de identidade, reconhecimento e formas de fomento e, também, a escrita de autoria negra e feminina serão debatidas na roda de conversas, que será mediada pela escritora Lilian Rocha e pelo jornalista Vitor Diel, reunindo os escritores e professores Ana dos Santos e Luiz Maurício Azevedo e a jornalista Priscila Pasko.

Sobre os participantes:

ANA DO SANTOS. Natural de Porto Alegre, é poetisa e professora de Literatura Brasileira. Morou no Rio de Janeiro, onde vendia poemas na Lapa e fazia performances poéticas em Santa Tereza com o "Circo Beat". Foi vencedora do Concurso de poesias Mário Quintana (UFRGS - 2003). Criou o jornal digital "Sociedade dos Poetas Vivos" (2005). Participou com outros escritores e fotógrafos da obra "Brazil by night" sobre a noite brasileira. Faz parte dos A.G.U.I.A.S. (amigos unidos incentivando as artes), onde recitou, performou e escreveu na "Antologia A.G.U.I.A. 2009 - Prosa e Verso" (2010). Ganhou o Concurso Ministério da Poesia – World Art Friends (Porto - Portugal), onde estreou seu primeiro livro "Flor" (2009). Colou poemas nas ruas de algumas capitais brasileiras (projeto "As paredes têm ouvidos... e sabem do nosso amor") e mantém o blog pessoal Flor do Lácio. Seus poemas integram a antologia poética Pretessência, lançada em 2016 pelo Sopapo Poético.

PRISCILA PASKO. Jornalista, trabalhou na editoria de Cultura do Jornal do Comércio durante quatro anos. Colaboradora do site Nonada - Jornalismo Travessia, é também idealizadora, editora e repórter do Veredas, espaço que discute e divulga a literatura produzida por mulheres. O blog anunciou recentemente a criação do Prêmio Veredas para Literatura de Autoria Feminina - Edição Carmen da Silva, voltado exclusivamente para as mulheres. Priscila publicou um conto na coletânea "As coisas dos outros" (Coisas Edições/2015) e hoje escreve no Tumblr "Parece a vida mas é real".

LUIZ MAURÍCIO AZEVEDO. Possui graduação em Letras pela PUCRS (2005) e mestrado em Comunicação Social (2009) pela mesma universidade. É, também, doutorando em Teoria e História Literária, pela UNICAMP. Em 2015, ocupou uma posição de visiting researcher na Rutgers University, onde realizou pesquisa sob supervisão de Barbara Foley. É autor de doze livros individuais, dentre eles: Em todo Caso (Plus) e Le Musée (Flaneur). Mora em Porto Alegre.

LILIAN ROSE MARQUES DA ROCHA. É natural de Porto Alegre (RS), Farmacêutica e Analista Clínica (UFRGS), Especialista em Homeopatia (ABH), Musicista (Liceu Palestrina), Poetisa, Facilitadora Didata de Biodanza (IBF) e Formação em Educação Biocêntrica (CDH/UB). É autora dos livros A Vida Pulsa: Poesias e Reflexões,2013 e Negra Soul, 2016, Editora Alternativa. Já publicou em inúmeras Antologias Poéticas brasileiras e portuguesas. Seus poemas são publicados em várias revistas, sites, blogs e redes sociais. Membro atuante do Coletivo Sarau Sopapo Poético. Há 18 anos, a Poesia faz parte das suas oficinas biocêntricas, como ferramenta no reforço da identidade e na capacidade de expressão do ser humano nos mais variados grupos sociais

VITOR DIEL. Jornalista, nascido em Porto Alegre, em 1982. Assessor de imprensa dedicado ao mercado editorial, autor da coletânea de crônicas "Granada" (Armazém de Livros, 2008) e coeditor de "Pé de Sapato: histórias de muitas histórias" (Armazém de Livros, 2007). Participa das coletâneas "101 Que Contam" (Nova Prova, 2004), "Festschrift para Assis Brasil" (Bestiário 2015) e "Eu Palavro" (Sintrajufe RS, 2015), e já teve artigos publicados em jornais e revistas como Zero Hora e Revista Simples. Especialista em Literatura Brasileira na UFRGS e edita a fanpage Literatura RS.

 

SARAU PRETESSÊNCIA

Na abertura da noite, o tambor vai chamar os poetas para a Roda de Poesia, celebrando o lançamento da antologia poética Pretessência, do curta-documentário e a trajetória de quatro anos do Sarau Sopapo Poético.

 

FEIRA AFRO

Estaremos com a tradicional FEIRA AFRO com exposição dos seus produtos no saguão do Centro Municipal de Cultura. A diversidade de estilos é característica da feira, formada por expositores que acompanham e apoiam o sarau. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música - e muito mais - são opções da feira para o eclético público sopapeiro.


SERVIÇO:

CinePapoPoético
Quando: terça-feira, 22 de novembro, às 20:00

Onde: Sala Álvaro Moreira - Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues (Av. Érico Veríssimo, 307, Bairro Menino Deus, Porto Alegre/RS)

ENTRADA FRANCA


Contatos:
sopapo.poetico@gmail.com
9365-3315 - 9985-6991 - 9218-5449


Realização:
ANdC - Associação Negra de Cultura

Biblioteca Josué Guimarães - Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues


Apoios:
Centro de Referência do Negro Nilo Feijó

Cine Kafuné

SINDIPETRO - Sindicato dos Petroleiros

Boteko do CANINHA (Areal da Baronesa)