Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

23 de abril de 2013

Estudantes da Rede terão aulas de gaita ponto

Foto: Tiago Nequesaurt/Divulgação PMPA
Renato Borghetti e secretária Celci definiram projeto para alunos da Rede
Renato Borghetti e secretária Celci definiram projeto para alunos da Rede
A secretária municipal de Educação Cleci Maria Jurach recebeu, na manhã desta terça-feira, 23, o músico Renato Borghetti para tratar de projeto musical destinado a alunos da Rede Municipal de Ensino. A reunião ocorreu no gabinete da Secretaria Municipal de Educação (Smed), no Centro Histórico. (fotos)
A proposta será desenvolvida em parceria estabelecida entre Smed e Instituto Renato Borghetti de Cultura e Música, por meio do projeto Fábrica de Gaiteiros. Serão oferecidas aulas individuais de gaita ponto para estudantes de sete a 15 anos, no Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis (CPCA), na Lomba do Pinheiro.

Os instrumentos serão disponibilizados pelo Instituto Renato Borghetti, cujo objetivo é preservar a tradição musical da gaita ponto, além de estimular a sensibilidade e o conhecimento da cultura local. Para o músico, a ação na capital representa mais um espaço dedicado ao ensino, além da atuação em diversos municípios gaúchos.
De acordo com a secretária Cleci, a proposta é uma excelente oportunidade para alunos da rede municipal na aprendizagem de um novo instrumento, além de agregar valor ao trabalho executado na região da Lomba do Pinheiro, com destaque para a Orquestra Villa-Lobos e o Instituto Popular de Arte Educação.
O encontro também contou com a presença da coordenadora e regente da Orquestra Villa-Lobos, Cecília Rheingantz Silveira, e do diretor do CPCA, Frei Luciano Elias Bruxel, que demonstrou entusiasmo com a iniciativa. “É uma grande alegria receber esse projeto, acreditamos que será um trabalho de muito êxito para expandir a valorização da educação musical que já ocorre por meio da inclusão social, artística e musical na Lomba do Pinheiro”, destacou.
Também participaram do encontro, pela Smed, o coordenador financeiro Ramiro Tarragô e a assessora do Cidade Escola, proposta de educação integral da Smed, Patrícia Travi.


/educacao /musica
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.