Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

12 de abril de 2013

Programas de desenvolvimento cultural tiveram intensa movimentação nesta semana


A Secretaria de Estado da Cultura, durante esta semana, realizou diversos encontros voltados para a seleção e debate de projetos de fomento e apoio à cultura no estado. Contando com o pré-lançamento do novo edital do FAC e reuniões de seleção dos Pontos de Cultura e dos projetos inscritos no FAC dos Museus, as atividades marcam o fortalecimento e o desenvolvimento dos programas em diferentes áreas da mobilização cultural.
Na noite da última quarta-feira (10), foi apresentada a nova modalidade de edital do Fundo de Apoio à Cultura, em evento no espaço Nós Coworking, localizado no Shopping Total. Produtores e representantes de coletivos culturais debaterem os regramentos do concurso, direcionado a redes colaborativas de produção, distribuição e formação cultural, módulo inédito no Rio Grande do Sul. O edital, com lançamento marcado para o dia 11 de maio, será aberto redes culturais que atuam de forma colaborativa em todo o estado, sendo exigido o cadastro de produtor cultural junto à Sedac.
Totalizando R$ 500 mil em repasses, a iniciativa contará com três categorias distintas de inscrição: Rede, Desenvolvedor e Facilitador. Na categoria Rede, que visa fomentar a descentralização da produção cultural colaborativa, serão destinados R$375 mil a cinco projetos provenientes de pessoa jurídica sem fins lucrativos, localizados no estado, mas podendo incluir componentes de outras regiões do país e de fora do Brasil. Também destinado à pessoas jurídicas, o projeto único selecionado como Desenvolvedor receberá R$ 65 mil para a criação de uma plataforma tecnológica com o objetivo de abrigar as iniciativas na web. Por fim, a categoria Facilitador prevê o incentivo de R$20 mil a três pessoas físicas para atuar junto à Secretaria da Cultura na gestão e acompanhamento dos projetos contemplados.
Produtores e coletivos culturais participaram da apresentação
Foto: Gabinete Digital
Também durante terça e quarta-feira, a comissão de seleção dos Pontos de Cultura do Rio Grande do Sul reuniu-se para debate relativo à decisão final dos projetos selecionados no programa. Os 21 integrantes da comissão, formada por representantes do Ministério da Cultura, Funarte, Secretaria de Estado da Cultura e da sociedade civil, definiram os mais de 80 pontos conveniados, distribuídos por todo o estado. Em breve a lista final será divulgada nos canais de comunicação da Cultura e é previsto o lançamento de novo edital dos Pontos ainda neste ano.
O FAC dos Museus foi outra das pautas em destaque esta semana na Secretaria. O edital, lançado no ano passado, teve 16 projetos habilitados que agora passam pela comissão julgadora, cuja formação abrange entidades públicas e privadas, representadas por membros com qualificação específica da área do programa. Além de todas as atividades mencionadas, a Secretaria da Cultura também deu início ao processo de habilitação dos 130 projetos inscritos no FAC das Artes. O edital, lançado em 2012, contempla quatro áreas artísticas: cinema, música, artes visuais e circo, dança e teatro.
As ações confirmam a participação da Secretaria de Estado da Cultura no crescimento do fomento público para diferentes os diferentes setores e etapas que envolvem os processos criativos. A conexão Sedac a diferentes mecanismos de fomento e apoio à Cultura representam a crença de que, em todas as regiões do estado, existem demandas de comunidades e grupos heterogêneos e igualmente merecedores de investimento na cultura.
Texto: Asscom Sedac