Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

5 de fevereiro de 2014

Escavações da Smov revelam sítio arqueológico pré-colonial

Foto: Anselmo Cunha/PMPA
Smov já havia localizado alicerces da antiga cadeia da cidade Smov já havia localizado alicerces da antiga cadeia da cidade
Foto: Anselmo Cunha/PMPA
Prédio, construído no século XIX, foi demolido no início da década de 1960 P
rédio, construído no século XIX, foi demolido no início da década de 1960
Escavações realizadas em função das obras do trecho 4 da duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva revelaram vestígios de casas construídas no século XIX e material do período pré-colonial. O sítio arqueológico está localizado na Praça Brigadeiro Sampaio, no mesmo trecho que compreende o grupo de obras da duplicação da Edvaldo Pereira Paiva. O secretário municipal de Obras e viação, Mauro Zacher, visita o sítio esta manhã, a partir das 10h30.
 
As escavações fiscalizadas pelo engenheiro Alander Ceratti Lopes, da Smov, são acompanhadas por equipe de técnicos que monitora a existência de sítios arqueológicos. O trabalho coordenado pelo arqueólogo Alberto Tavares localizou, no fundo dessas casas do século retrasado, materiais de índios que viviam no local, incluindo uma ponta de flecha. Ele explica que isso se deve ao fato das construções terem preservado o sítio.
 
No trecho, já havia sido encontrado parte do muro da antiga cadeia da Capital (foto), a Casa de Correção, localizada na praça Júlio Mesquita, na confluência das ruas General Salustiano, Duque de Caxias e Riachuelo, próximo ao Aeromóvel. O prédio, construído no século XIX, foi demolido no início da década de 1960.
Texto de: Fabiano Cardoso
Edição de: Pedro Fernando Garcia de Macedo
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.