Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

16 de junho de 2014

Escola do chimarrão recebe turistas no Cais do Porto

Foto: Dani Bracellos/CAM/PMPA
Objetivo é disseminar a bebida típica o Brasil e outros países Objetivo é disseminar a bebida típica o Brasil e outros países
Na entrada da Feira da Agricultura Familiar Sabor Gaúcho, no Cais Mauá, uma banca expondo cuias com variadas apresentações de ervas recepciona os visitantes em até três idiomas. Na Escola do Chimarrão, os turistas que vierem acompanhar a Copa 2014, em Porto Alegre, podem aprender sobre a tradicional bebida gaúcha, incluindo uma técnica de preparo de 11 segundos. Até dia 29 de junho, a ONG Escola do Chimarrão estará na Feira levando aos interessados a cultura dessa bebida.
Fundada em 2004, a ONG tem como objetivo ensinar a fazer chimarrão e disseminar o reconhecimento dessa bebida para o restante do Brasil e outros países. Segundo Pedro José Schwengber, diretor executivo da Escola, torcedores franceses e alemães já passaram pela banca do chimarrão na Feira. “Os turistas chegam aqui com bastante curiosidade, pois observam os gaúchos com as cuias e querem saber qual o sabor da bebida”, relata Schwengber.
O diretor conta que um grupo de torcedores franceses comprou todo o aparato para o preparo da bebida, e procuraram a Escola para aprender a fazer por si mesmos.  O chimarrão combina com o clima do Mundial, deseja mostrar Schwengber, uma vez que o princípio da bebida também é a coletividade.
Na expectativa para o evento, a Escola do Chimarrão preparou uma equipe de sete pessoas, incluindo uma recepcionista bilíngue em inglês e alemão, e criou um chimarrão especial para a Copa, com o desenho de uma bola de futebol feita com erva na superfície da cuia. A decoração também é ensinada na banca, conforme demonstra André Ricardo Franceschi, colaborador da Escola há dois anos.  O instrutor demonstra passo a passo as etapas de preparo para leigos e experientes aprenderem a fazer chimarrão de variados modos, mas sempre preservando a fluidez da bebida para que o ronco no final soe alto. 


/copa_2014
Texto de: Jéssica Soares (estagiária) Supervisão de Vitor Paz
Edição de: Cleber Saydelles
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.