Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

16 de junho de 2014

Hospitalidade: costa-riquenho dança música tradicional gaúcha

Foto: Divulgação/PMPA
Turismo de Galpão Turismo de Galpão
Os visitantes que circulavam na noite deste domingo, 15, pelo Galpão da Hospitalidade, centro de referência do projeto Turismo de Galpão, tiveram a oportunidade de aprender a dançar músicas tradicionais gaúchas. Peões e prendas do CTG Chimangos apresentaram danças como: Anu, Tatu de Castanholas, Pezinho, Chimarita e Balaio.
 
Encerrada a demonstração, o patrão do CTG, Marlon Rocha, convidou os visitantes para aprender a famosa dança do Pezinho. O costa-riquenho Daniel Fernández não titubeou e logo formou par com uma das prendas. A breve explicação do padrão sobre os passos foi o suficiente para os participantes conseguirem aprender a dança. “Estou contente por conhecer a cultura gaúcha, que é muito bonita”, disse o costa-riquenho. Há dois dias em Porto Alegre, Fernández optou pela cidade para vivenciar o Mundial. “Não comprei ingressos, mas queria muito acompanhar a Copa no Brasil, então pesquisei sobre as cidades sedes e escolhei Porto Alegre por ser tão rica culturalmente”, contou Fernández que deve ficar na capital gaúcha até o dia 2 de julho.
 
Turismo de Galpão – O projeto oferece aos visitantes oficinas criativas de curta duração sobre os costumes e tradições gaúchas. A programação completa, bem como as fichas de inscrições para participar das atividades,  estão disponíveis no Galpão da Hospitalidade, que atende das 9h às 22h, localizado ao lado do Centro de Eventos Casa do Gaúcho (acesso pela entrada principal do Parque Harmonia). Para acompanhar a agenda completa do Turismo de Galpão basta acessar o portal www.portoalegrecriativa.info. 


/copa_2014 /turismo
Texto de: Cristiane Serra
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.