Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

16 de agosto de 2013

Usina do Gasômetro traz premiado espetáculo de dança

Foto: Divulgação/PMPA
Apresentado na sala 209, espetáculo é vencedor do 3º Prêmio Vivadança
Apresentado na sala 209, espetáculo é vencedor do 3º Prêmio Vivadança
Foto: Divulgação/PMPA
Música do berimbau e capoeira ilustram movimentação dos artistas
Música do berimbau e capoeira ilustram movimentação dos artistas
A Usina do Gasômetro (sala 209) recebe sexta-feira e sábado, 16 e 17, o espetáculo de dança "m'bolumbümba: entre o corpo e o berimbau", de Guilherme Bertissolo e Lia Sfoggia. Os ingressos custam R$ 20, sendo a meia entrada no valor de R$ 10. Vencedor do 3º Prêmio Vivadança em Salvador, o espetáculo utiliza a música do berimbau para ilustrar a movimentação dos artistas, além da arte da capoeira.

Sobre o espetáculo - Quais conexões pode o corpo guardar com um berimbau? Num ambiente onde música e movimento são indissociáveis, elementos reincidentes abrem o jogo para um nova perspectiva em cena. Seria a ação o resultado da música ou a música o resultado da ação? m'bolumbümba: entre o corpo e o berimbau é mais uma plêiade de perguntas do que uma fonte de respostas. Um arcabouço de ideias inferido no contexto da capoeira regional na Fundação Mestre Bimba, Salvador, Bahia, Brasil, é posto em diálogo com elementos da dança e música contemporâneas, gerando uma teia de possibilidades rica em desdobramentos. A capoeira, ainda que presente no som e no corpo, a partir de um olhar ampliado, promove um universo criativo singular e não representativo. A arte da capoeira é muito mais do se pode ver em um primeiro olhar. O espetáculo foi contemplado com o 3º Prêmio Vivadança, Salvador, BA, onde desenvolveu uma pesquisa iniciada na C.A.R.L. Residency, no Barbara and Culver Center of Arts, University of California, Estados Unidos.

Ficha técnica - Lia Sfoggia, bailarina e direção cênica; Guilherme Bertissolo, música e concepção; Alexandre Espinheira, berimbau e colaboração técnica. Colaboração artística de Marta Saback. Duração total: 1 hora.

Guilherme Bertissolo é doutor em Composição pelo Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal da Bahia, onde é professor-adjunto 1. Teve obras estreadas em diversas das mais importantes cidades brasileiras, na Alemanha, em Portugal e nos Estados Unidos. Foi premiado em concursos no Brasil, na Alemanha e nos Estados Unidos. Organizou o “3º Festival Internacional de Música Contemporânea PPGMUS-UFBA” (2010), coordena o projeto “Música de Agora na Bahia” e é membro da Oficina de Composição Agora (OCA).

Lia Sfoggia é graduada em Dança (Universidade Estadual do Rio Grande do Sul) e Educação Física (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e mestre em Dança (Universidade Federal Bahia). Foi professora substituta na Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia entre 2009 e 2011 e atualmente é professora da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia. Coreografou e interpretou obras em diversas cidades brasileiras e nos Estados Unidos. Recebeu diversos prêmios em dança, tais como o Yanka Rudzka (2010), Vivandança (2012) e a C.A.R.L. Residency (Barbara Culver Center of Arts em Riverside, Califórnia, 2012).

LOCAL: Sala 209 da Usina do Gasômetro (av. Presidente João Goulart, 551)
DATAS: 16 de agosto, 18h (dentro da programação do Festival Babel) - 17 de agosto, 20h
INGRESSOS: R$ 20,00 (R$ 10,00 meia entrada)

Videodocumentário realizado pela produção do Prêmio Vivadança:
http://youtu.be/yB5R3pD_EW0

Trechos do espetáculo:
Ato 2: http://youtu.be/cxKX6sr1eHo
Ato 3: http://www.youtube.com/watch?v=jFu-dxl7fmk

Áudios:
http://soundcloud.com/guilherme-bertissolo/mbolumbumba1
http://soundcloud.com/guilherme-bertissolo/mbolumbumba2
http://soundcloud.com/guilherme-bertissolo/mbolumbumba3
http://soundcloud.com/guilherme-bertissolo/mbolumbumba4


/cultura /danca
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.