Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

2 de março de 2014

Imperatriz abre Grupo Especial cantando a Coluna Prestes

Foto: Evandro Oliveira/PMPA
Imperatriz desfilou com quatro carros alegóricos e 16 alas Imperatriz desfilou com quatro carros alegóricos e 16 alas
Foto: Evandro Oliveira/PMPA
Escola entrou na avenida com 1,8 mil integrantes
Escola entrou na avenida com 1,8 mil integrantes
A Imperatriz Dona Leopoldina abriu a segunda noite de desfiles do Grupo Especial neste sábado, 1º de março, relembrando a Coluna Prestes. O movimento encabeçado por Luís Carlos Prestes na década de 1920 foi associado à onda de manifestações de rua que eclodiram no país a partir de junho de 2013.

Com as arquibancadas do Complexo Cultural do Porto Seco lotadas, a escola apresentou o samba-enredo "A Marcha da Imperatriz Prestes a Encontrar Luís”, com quatro carros alegóricos, 16 alas e cerca de 1,8 mil pessoas. A evolução contou com algumas falhas, como a falta de sapatos em uma das alas. A presidente Juciane Afrausino lamentou os problemas, mas disse que, no final, o que fica é a boa sensação pela beleza do desfile. "Tivemos alguns probleminhas, mas servem para a gente aprender. Nem sempre conseguimos acompanhar tudo de perto e nós, mulheres, somos ainda mais exigentes. Mas vai trazer ensinamento", afirmou.

 A escola – Fundada em 5 de janeiro de 1981, presidida atualmente por Juciane Afrausino. As cores são laranja, preto e branco e seu símbolo é uma coroa ornada com louros da vitória. Seu nome é uma homenagem à Imperatriz Leopoldinense, do Rio de Janeiro. Sua sede fica no bairro Rubem Berta. Títulos conquistados no Grupo Especial de 2010 e 2013.

Samba-enredo 2014 – “A Marcha da Imperatriz Prestes a Encontrar Luís”
Compositores – Saimon Nunes, Vinicius Marone, Vinicius Brito, Rafael Tubino e Arilson Trindade
Intérprete – Renan Ludwig
Integrantes – 1,8 mil
Carros Alegóricos – 04
Alas – 16

LetraA Gigante acordou!
Vem pra rua
Pintar de laranja esse país
Com sangue da minha, da tua, da nossa Imperatriz

Viver
É melhor que sonhar
Acreditar, na esperança de um dia alcançar
A vida sonhada por um cavalheiro
Que inspira o desejo da nossa missão

Partiu, galopando do sul do país
Seguiu, “Prestes” a ganhar todo o Brasil
Lutar, marchar, preservar
A “Coluna” não vai se calar:

Meu amigo, abre a porta!
Já é hora de mudar, deixa eu entrar...
Vem comigo, companheiro!
Ver a pátria despertar

Cada soldado na estrada
Escreve a história da revolução
Valentes guerreiros de lenços vermelhos
Usando a palavra, melhor munição
O verbo resiste ao tempo
Lançado no vento
O legado ficou... a luta não acabou
Vim deste povo lutador (Eu Sou)
Cara pintada sim senhor
É raça, paixão, é sina
Leopoldina!
Meu amor por toda a vida
Leopoldina!


Texto de: Roberta Obelheiro
Edição de: Caco Belmonte
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.