Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

23 de julho de 2013

OP: descentralização é prioridade na temática Cultura e Juventude

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Melo destacou o empenho para qualificar o complexo Cultural Porto Seco
Melo destacou o empenho para qualificar o complexo Cultural Porto Seco
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Durante a plenária, foram eleitos os representantes da temática no Conselho do OP
Durante a plenária, foram eleitos os representantes da temática no Conselho do OP
Confirmando as manifestações da noite, os participantes da plenária temática Cultura e Juventude elegeram como prioridade de investimentos o tema Atividade de Descentralização da Cultura. As votações aconteceram na noite de segunda-feira, 22,  no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa. (fotos)
 
As outras prioridades eleitas foram Ações e Eventos da Cultura, Equipamentos Culturais e Comunicação Comunitária. As manifestações dos inscritos para usar a tribuna tratavam de temas como a diversidade cultural, descentralização da cultura além da preocupação com o destino do Complexo Cultural Porto Seco e garantia do acesso da população com preços acessíveis aos eventos do Auditório Araújo Vianna.
 
Em resposta às manifestações da noite, o prefeito em exercício, Sebastião Melo, destacou o empenho da administração municipal para qualificar o complexo Cultural Porto Seco. “É um desafio para o governo equiparmos aquele espaço e o transformarmos numa área de cultura e lazer o ano todo”, disse.
 
Sobre o Auditório Araújo Vianna, Melo lembrou que a reforma orçada em R$ 9 milhões, alcançou valores na ordem de R$ 18 milhões. “O município não tinha condições de arcar com essa reforma sozinho e a solução foi uma parceria público privada com espaço garantido para a municipalidade”, destacou. O prefeito em exercício disse ainda que há uma determinação do prefeito José Fortunati no sentido de propor no termo de ajuste com a Opus, empresa que administra o Auditório, formas de garantir o acesso das pessoas de menor poder aquisitivo.
 
Juventude – O secretário da Juventude, Luizinho Martins manifestou durante à plenária sua satisfação pela entrada do tema juventude na Cultura, possível graças às manifestações de ativistas culturais. “Hoje é um dia especial, pois cultura e juventude são dois temas que se completam”, disse. Luizinho lembrou a proximidade do 3º Festival de Música da Juventude, destacando a participação de jovens de todas as camadas sociais. “O talento não tem escala social”, enfatizou.
 
COP – Para representar a temática no Conselho do OP, se apresentaram duas chapas. Com 63,15% dos votos válidos, a chapa 1 elegeu os dois conselheiros titulares e o primeiro suplente. Foram eleitos, Cleber Noé da Silva Lescano, Pedro Igor Chaves e Ernani Goulart Silveira, respectivamente. O segundo suplente será escolhido entre os membros da chapa 2, que obteve 38,85% dos votos válidos.
 
Nesta terça-feira, 23, acontece a última plenária temática, de Saúde e Assistência Social, a partir das 19h, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa (praça Marechal Desodoro, 101 – Centro Histórico).


/orcamentoparticipativo
Texto de: Indaiá Dillenburg
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.