Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

11 de junho de 2013

Porto Alegre na Revolução Farroupilha


 

Nos Fragmentos de hoje, vamos relembrar o livro Porto Alegre Sitiada, de Sérgio da Costa Franco. O título foi lançado em 2010 pela Editora da Cidade, e retrata o cerco que a capital sofreu durante os anos da Revolução Farroupilha. O livro faz parte da série Porto Alegre Revisitada.

Além de utilizar da bibliografia tradicional e das fontes documentais de arquivos públicos, buscou no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, apontamentos inéditos de individuos que lhe forneceram, sobre o episódio, informações adicionais.

A cidade, isolada, com escassez de alimentos e paralizada no que se refere a desenvolvimento, é descrita no texto. Traz com clareza a angústia da população em meio a combates inesperados.

Segue trecho da obra: "(...) Vale dizer que os farrapos simularam atacar por um lado e realmente investiram na éarea que é hoje a Cidade Baixa. Neste local, chegaram a penetrar na trincheira; porém, para fazê-lo, molharam o cartuchame, ficando sem possibilidades de reagir ao tiroteio dos legalistas, segundo o depoimento do mesmo Araújo Viana (...)".


Fonte: clicRBS
Sérgio da Costa Franco nasceu em Jaguarão, no ano de 1926. Advogado, jornalista e historiador, sempre dedicou-se a memória de Porto Alegre. Neste livro, ele retrata o ocorrido a partir do ponto de vista dos moradores da época. Entre os anos de 1836 e 1840, o povo da Capital sofreu inúmeras restrições, mas nunca chegou a ser dominada. E por jamais ser dominada recebeu o título honorífico de "leal e valorosa".

Vale lembrar que o livro esta a venda na Coordenação do Livro e Literatura (Erico Verissimo, 307) e disponível no acervo da Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães.