Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

3 de junho de 2013

Etnia Charrua assume loja de artesanatos no Mercado Bom Fim

Foto: Divulgação/PMPA
Cacique Akuab festejou a visibilidade que a loja de artesanato dará a sua etnia
Cacique Akuab festejou a visibilidade que a loja de artesanato dará a sua etnia
A cacique Akuab, primeira cacique mulher do Povo Charrua do Rio Grande Sul recebeu, neste domingo, 2, do artesão Mbyá Guarani Santiago Franco, as chaves da Loja de Arte Indígena, situada no Mercado Bom Fim. Pela primeira vez, indígenas da etnia Charrua assumiram a gestão do local. Compartilhada com as demais etnias (Guarani e Kaingang), a administração da Loja só foi possível a partir do reconhecimento oficial de sua etnicidade junto à Funai. 
 
O local, segundo a coordenadora do Núcleo de Políticas Públicas para os Povos Indígenas (NPPPI) da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, Rosa Maris Rosado, é um espaço relevante no cenário cultural e turístico da cidade, propiciando a produção material e simbólica desses povos originários. “É uma forma de reverter os preconceitos decorrentes da dominação cultural que ainda persiste”, avalia Rosa.

Para Akuab o espaço dá visibilidade à cultura até pouco tempo ignorada pelos não indígenas. Além disso, lembra a cacique, o artesanato é a principal forma de sustento de seus parentes. No local, são comercializados colares, pulseiras, tiaras pampeanas e outros adereços.


/indios
Edição de: Caren Mello
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.