Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

2 de novembro de 2013

Feira do Livro de Porto Alegre de 2013 está aberta



Escritores, poetas, leitores veteranos e iniciantes já tomam conta da Praça da Alfândega em Porto Alegre. No inicio da noite dessa sexta-feira (01) foi aberta oficialmente a 59ª edição da Feira do Livro. A grande homenagem da noite foi para o “Xerife” José Júlio La Porta, morto em outubro passado, aos 80 anos, em decorrência de complicações da doença de Alzheimer. Por 36 anos, ele foi o responsável por tocar o sino que anunciava o começo e o fim da festa literária.
Secretário Assis Brasil destacou o PELLL
Secretário Assis Brasil destacou o PELLL
Representando o Governo do Estado, o secretário da Cultura Assis Brasil, também prestou sua homenagem ao principal personagem da Feira e falou sobre a participação do governo no evento tanto pelas leis de incentivo como na programação e  nos debates. “Nesse sentido o governo cumpre seu dever de fazer circular os bens da cultura. Temos a comemorar em 2013 a consolidação do Plano Estadual do Livro, Leitura e literatura, antiga aspiração da comunidade rio-grandense e somadas a isto mais de duas centenas de bibliotecas públicas modernizadas”.
O titular da pasta da cultura também elogiou a escolha da Alemanha como país homenageado pela contribuição que os imigrantes alemães deram para a história e vida literária do Rio Grande do Sul. Cumprimentou Luiz Coronel que se despediu como patrono e elogiou o novo patrono, Luiz Augusto Fischer, “um pensador, um professor, ficcionista e critico que faz por arejar a nossa literatura. Tem posições fortes e é isto que queremos numa época de relativismos”, completou Assis Brasil.
O patrono Luiz Augusto Fischer citou a importância das Leis de Incentivo à Cultura
O patrono Luiz Augusto Fischer citou a importância das Leis de Incentivo à Cultura
Na fala de posse o escritor Luiz Augusto Fischer elogiou as leis de incentivo à cultura que facilitam o patrocínio para o evento e o esforço coletivo para que o evento se realize. “O livro é uma forma singela e trivial onde cabe o mundo, onde cabem todos os mundos, os técnicos e os sutis da fantasia e da imaginação”. Fischer citou também a importância social de um evento como a Feira do Livro. “A gente pode chamar este do maior evento público do sul do país. Num tempo de shopping centers apartados da cidade vida e de carros individuais comandando nosso cotidiano, a Feira nos lembra a força das grandes vivências. Estamos aqui para viver o melhor que podemos ser” concluiu.
O prefeito em exercício, Sebastião Melo, lembrou o lado positivo da mudança física na Feira que é o inicio das obras de revitalização do Cais Mauá. “Espaço alternativo e plural abraçado pela praça da Alfândega.Qualidade e diversidade são palavras que bem conceituam Porto Alegre, cidade do conhecimento e das ideias. Onde há as ferramentas necessárias para educar, construir, divergir e somar. A feira oferece uma relação estreita do leitor com seus escritores. – conhecimento para um mundo melhor.
O presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, organizadora do evento, Osvaldo Santucci Junior, destacou a força do mercado editorial que se apresenta nas 124 barracas, “temos orgulho de entregar à cidade mais uma Feira do Livro, fruto do trabalho incansável de tantos colaboradores, mais do que nunca a feira é neste ano um momento em que as ideias se encontram. Acreditamos que os livros têm o poder de transmitir poderes muito especiais, de descobrir, de saber, de trabalhar a imaginação e o questionamento, poderes de encantamento e desejo de mudar o mundo e viver paixões” disse Santucci ao declarar aberto mais um encontro literário no centro da capital gaúcha.
Ao final da cerimônia, a surpresa que emocionou os presentes: dos alto-falantes da rádio da Feira veio a gravação das notas agudas do sino do Xerife marcando o tradicional inicio do evento.
Festival de Roteiro Audiovisual
A Feira do Livro de Porto Alegre vai inovar este ano e incluir o cinema no seu universo. Em parceria com Epifania Filmes e com a Coelho Voador, o Festival do Roteiro Audiovisual de Porto Alegre (Frapa) será o primeiro evento de cinema do Brasil focado na escrita de roteiros. Estas atividades ocorrem dentro da programação da Feira entre os dias 2 e 9. Com palestras, debates, mostra competitiva de curtas, workshops, rodada de negócios, pitching e ciclo de filmes, roteiristas locais, nacionais e internacionais vão debater os aspectos que envolvem a construção de um roteiro. Além disso, serão incentivados encontros entre roteiristas, produtoras e canais de televisão para estimular as cadeias produtivas.
Para o festival foram convidados: Aly Muritiba (curta pré-selecionado ao Oscar A fábrica), José Eduardo Belmonte (Se nada mais der certo), Di Moretti (Nossa vida não cabe num Opala), Thiago Dottori (Vips), a alemã Jasmin Ramadan (o livro Soul kitchen), José Roberto Torero (Memórias Póstumas), Fabiano de Souza (A última estrada da praia), Max Malmann (A grande família), Gibran Dipp (Ainda orangotangos), o argentino Jonatan Schutz (autor do livro Guiones para ver y mirar), Augusto Canani (curta pré-selecionado ao Oscar Amores passageiros), Fernando Marés (Netto perde sua alma), Rubens Rewald (Super nada), Cristiane Oliveira (Nove crônicas para um coração aos berros), Ismael Caneppele (Os famosos e os duendes da morte), o norte-americano Sean Branney (Um sussurro nas trevas), e, ainda, a produtora Aletéia Selonk.
Os gaúchos convidados do Frapa são: Fabiano de Souza, Gilson Vargas, Rodrigo John, Gibran Dipp, Ivana Verle e Carlos Gerbase.
Mais sobre a Feira
Praça da Alfândega recebe a 59ª Feira do Livro de Porto Alegre entre os dias 1º e 17 de novembro. Na programação mais de 700 sessões de autógrafos, 156 eventos em salas (mesas-redondas, palestras, seminários), 31 oficinas ligadas ao livro e à criação literária, 31 eventos artísticos e culturais, a presença da literatura internacional e uma área dedicada a crianças e jovens, com 293 atividades.