Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

27 de setembro de 2013

Demhab apresenta projeto à aldeia indígena Charrua

O Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) destinado à Aldeia Polidoro foi apresentado nesta sexta-feira, 27, ao povo indígena Charrua, pelo arquiteto do Departamento Municipal de Habitação (Demag), Raul Pilla. A apresentação do Projeto Especial de Assentamento Indígena na Área Urbana de Porto Alegre foi realizada na aldeia localizada na Estrada São Caetano, 2004, Região Extremo-sul, e teve a participação do representante do Núcleo de Políticas Públicas para os Povos Indígenas da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, Luiz Fagundes.

Durante a reunião, os charruas puderam visualizar o local em que serão construídos as unidades habitacionais e os equipamentos comunitários, os quais foram projetados de acordo com as sugestões apresentadas por eles próprios. O projeto deve atender nove famílias com moradias dignas e, também, com espaços para atividades culturais, área de produção agrícola, estação de tratamento de esgoto e espaço para a instalação de unidade de saúde. Dentre as atividades sociais que já são desenvolvidas na aldeia, destaca-se a oficina de artesanato para 20 crianças da aldeia, que fazem colares, brincos e enfeites para a casa.

Na próxima semana, está prevista a votação do projeto de lei que define o local da aldeia como Área Especial de Interesse Cultural. A partir da aprovação do projeto de lei, o EVU será encaminhado para regularização nos diversos órgãos da Prefeitura.

Assinaram o estudo de viabilidade a primeira mulher cacique no Rio Grande do Sul, Maria do Carmo Lima de Moura (a Aqaba), Gérson Luís Lima de Moura, Solange Lima de Moura, Márcio Lima de Moura, Ângela Lima de Moura, Sérgio Aníbal Varela, Guiomar Martins de Lima, Osvaldo de Moura e Darci Porfírio de Lima.



/habitacao
Texto de: Maria Inês dos Santos Mello
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.