Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

12 de setembro de 2013

Estrangeiros visitam Acampamento Farroupilha e dão sugestões para Copa do Mundo

Dentre as ideias está a criação de uma linha especial de ônibus que passe em áreas centrais da Capital


Estrangeiros visitam Acampamento Farroupilha e dão sugestões para Copa do Mundo Mauro Vieira/Agencia RBS
Richard e Bárbara Both, com a filha Catarina, que faz intercâmbio na Capital, tiveram boa impressão 
 Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS
Atraídos pela filha Catarina, que desde fevereiro reside em solo gaúcho por conta de um intercâmbio universitário, o administrador de empresas alemão Richard Both e a mulher, Bárbara, visitaram o Acampamento Farroupilha na tarde de ontem. E ficaram muito impressionados com o que viram.

De cara, foram recepcionados com um almoço campeiro, onde foi servido carne de panela com aipim (a vaca atolada) e carreteiro de charque. Como bom alemão, Richard pediu uma cerveja gelada para acompanhar o menu e amenizar o calor.

— Porto Alegre é uma cidade linda, grande, bem urbanizada, mas quando entrei no parque, esqueci completamente dos prédios. Parecia que estava em outro lugar. Impressionante como conseguem reproduzir a cultura do campo — diz Richard, admirado.

Dentre tantas particularidades, o que mais chamou atenção foram as casas de madeira, com detalhes que diferenciam uma da outra. Impressionou também pelo risco de incêndio. 
A hospitalidade despretensiosa, que para alguns dá ares de indiferença, é a marca que o gaúcho deveria conservar, na visão de Both, se quiser agradar os turistas no próximo ano.

— Aqui, se nota as pessoas fazendo de coração, porque gostam de manter as tradições — acrescenta o visitante.

Por prudência e segurança, o uso de facas embainhadas na guaiaca dos gaúchos seria um hábito impossível de reproduzir na Alemanha porque, para ter porte de armas como essas, a pessoa precisa de uma permissão oficial.

Argentino ficou impressionado com o acolhimento do gaúcho
Presente no parque para fazer um documentário para um canal de televisão argentina, Franco Vilche diz nunca ter visto nada igual. Embora compartilhe a cultura gaúcha em Buenos Aires, sentiu-se impressionado com o acolhimento afetuoso dos gaúchos.

Também foi assim com um estudante canadense, que faz intercâmbio na UFRGS e prefere não se identificar. Ele notou que a interação entre as pessoas no parque tem mais calor humano do que no resto da cidade, o que o fez se sentir mais relaxado.

Ideias de turistas ao Acampamento Farroupilha para a Copa do Mundo
TRANSPORTE: Uma linha especial de ônibus que passe em áreas centrais da cidade e tenha como destino o acampamento ajudaria a desafogar os estacionamentos e a quantidade de carros. Outra ideia seria criar estacionamento em área afastada, onde haveria condução especial.

SEGURANÇA: Atuar de forma mais preventiva do que ostensiva para evitar confusão, dentro ou fora do parque. Outra ideia é investir na presença de mais policiais à paisana.
INFORMAÇÕES: Um guia rápido sobre o tradicionalismo, explicando os principais símbolos da cultura gaúcha, como a indumentária, a dança, a história da Revolução Farroupilha, o chimarrão e o churrasco, em vários idiomas, facilitaria a vida de quem aterrissa pela primeira vez no Rio Grande do Sul e vai parar no Acampamento Farroupilha. Outra sugestão seria a colocação de placas em vários idiomas e guias poliglotas também facilitariam a vida dos estrangeiros.

INVESTIMENTOS: Os protestos que ocorrem no país às vésperas da Copa preocuparam os europeus. Segundo Richard Both, o que mais se comentou é que o governo está colocando dinheiro no lugar errado.

BICICLETÁRIOS: Colocar bicicletários nas entradas do parque e perto dos piquetes como forma de estimular que os visitantes deixem o carro em casa e adotem uma forma de transporte que ocupe menos espaço e não polua o ambiente.