Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

22 de agosto de 2015

A FORÇA DAS REDES SOCIAIS


 


No semana passada, em nosso blog, resgatamos um projeto do legislativo municipal que vinha passando desapercebido por todos. Para dar um ar de atualidade, retiramos a data da citada proposição (que é lá de 25 de janeiro).

Estamos fazendo referência ao PROC. NO 0247/15 - PLL NO 021/15, do vereador Claudio Janta, que estabelece que desfiles e paradas de caráter civil, militar ou folclórico, bem como festas da cultura popular, sejam realizados no Complexo Cultural do Porto Seco e determina que, para esse fim, sejam disponibilizadas estruturas permanentes nesse local.

Pois bueno. Compartilhado por dezenas de pessoas no facebook e por outros blogs que tratam da cultura nativa do Rio Grande, inclusive pelo Conselho de Cultura do Município de Porto Alegre (não vi nenhuma entidade tradicionalista aqui de Porto Alegre se manifestar - penso que estão de acordo com a transferência) o assunto ganhou peso.

Ontem pela manhã, no programa Bom Dia Rio Grande, o jornalista Cláudio Brito falou no assunto, diretamente do Porto Seco (foto acima) e manifestou-se contrário as transferências dos desfiles, do acampamento, inclusive do próprio carnaval que já acontece lá. Disse que tal procedimento foi um erro e que deve-se respeitar as origens culturais e seus locais de identificação.

Não queremos mérito algum por um assunto que levantamos ter-se tornado pauta de uma grande emissora. Isto já aconteceu outras vezes. Apenas queremos mostrar o nosso contentamento em poder contribuir, como cidadãos, para uma cidade e um estado melhor.