Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

11 de agosto de 2015

Os jovens no Movimento Tradicionalista Gaúcho

Blog do Léo Ribeiro

TEM A PARTICIPAÇÃO DE 400 MIL JOVENS
Com menos de 25 anos, eles estão presentes em competições e CTGs.
O ambiente familiar mantém os jovens longe da violência


Letícia Costa Do G1 RS
Atividades tradicionalistas contam com a participação de cerca de 400 mil jovens de até 25 anos apenas no Rio Grande do Sul. O dado do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) utiliza dois parâmetros para chegar neste número.
O presidente do MTG, Manoelito Savaris, explica que é contabilizada a participação de grupos de dança em rodeios e a quantidade de jovens em modalidades de laço. Segundo Savaris, o número tem se mantido estável nos últimos cinco anos.
O envolvimento nas atividades tradicionalistas tem um benefício não contabilizado em números, mas perceptível para o presidente do movimento, que é tenente-coronel da Brigada Militar aposentado.
“É muito raro ter algum jovem do MTG envolvido em qualquer tipo de transgressão. Não falo só de drogas e bebida, mas também de roubo, furto, pichação”, comenta Savaris ao G1.
Para ele, o ambiente familiar e os desafios propostos ao frequentadores dos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) são pontos importantes para manter os jovens distantes da violência.
“O jovem procura uma turma de identificação e os que fazem parte das turmas do CTG estão sempre com os pais. O segredo do CTG é convivência de gerações. Essa convivência serve como uma barreira natural, pois as oportunidades de problema neste terreno são raras”, avalia Savaris.