Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

18 de agosto de 2015

Emenda ao projeto de mudar o local do Acampamento Farroupilha

Via Blog do Léo Ribeiro:http://www.blogdoleoribeiro.blogspot.com.br/

NOVIDADES


SOBRE O PROJETO DE LEI QUE OBJETIVA LEVAR 
O ACAMPAMENTO FARROUPILHA PARA O PORTO SECO

Em relação a matéria que postamos aqui, na semana passada, onde o projeto de lei do vereador de Porto Alegre, Claudio Janta, tem por fim retirar do Parque da Harmonia o Acampamento Farroupilha (e que foi alvo de centenas de contestações), recebemos, do também vereador, Bernardino Vendruscolo, uma emenda de sua autoria ao citado projeto apregoando que o Acampamento, os desfiles da Semana Farroupilha, Semana da Pátria e dos Blocos Carnavalescos dos Bairros permaneçam como estão atualmente. Vejam na íntegra a emenda.   
PROC. NO 0247/15
PLL NO 021/15
EMENDA Nº
Estabelece que desfiles e paradas de caráter civil, militar ou folclórico, bem como festas da cultura popular, sejam realizados no Complexo Cultural do Porto Seco e determina que, para esse fim, sejam disponibilizadas estruturas permanentes nesse local.
Onde couber a referida emenda:
Exclui do referido Projeto os desfiles da Semana Farroupilha, Semana da Pátria e dos Blocos Carnavalescos dos Bairros.
JUSTIFICATIVA

Em que pese o Vereador Clàudio Janta ter legitimidade para propor o presente Projeto, tenho eu e os demais colegas Vereadores o mesmo direito de votar contra, propor um substitutivo ou fazer emendas alterando a proposta.
O Acampamento Farroupilha e o Desfile do Acampamento Farroupilha não podem ser deslocados do Parque da Harmonia ou das suas proximidades. O local é histórico no surgimento da prática de acampar para reverenciar os cultos à tradição, usos e costumes e relembrar a Revolução Farroupilha — conhecida como Epopeia Farrapa -1835/1845.
O Acampamento é algo continuado, não é somente um, dois ou três dias de desfile. O Acampamento se constitui em evento conhecido e reconhecido como divulgador e cultuador das tradições gaúchas, servindo de referência histórica para a população de todo o Rio Grande do Sul, do Brasil e de todos os turistas que o visitam anualmente.
Durante o evento, que ocorre anualmente do dia 25 de agosto até 20 de setembro, Lei no 10.428 de 2008, várias atividades culturais e de comemoração são ali desenvolvidas. Levar o Acampamento Farroupilha para a Região do Porto Seco (sambódromo) seria o mesmo que extingui-lo, desconsiderando a cultura própria do Gaúcho.
Querer estabelecer que o desfile da Pátria corra no sambódromo, é, da mesma forma, atentar contra uma prática já consagrada na região central da Capital, próxima aos quartéis.
Proibir ou não incentivar o carnaval de bairros é um retrocesso, uma insensibilidade com as questões culturais e tradicionais de cada bairro.
Em sua fala da tribuna, o Vereador Cláudio Janta já sinalizou que, a se manter a situação atual de que só os carnavalescos devem desfilar no sambódromo, é uma discriminação. Em resposta a esta afirmativa, posso dizer que não foram os tradicionalistas, os militares ou outras entidades que desfilam no desfile da Pátria que determinaram o complexo do Porto Seco para os carnavalescos.
Sem considerar as particularidades que têm as escolas de samba, em consideração aos PQTs, CTGs e DTGs. Além de que, no complexo do Porto Seco, as escolas de samba têm estruturas e galpões individuais que utilizam durante todo o ano.
Ademais, se o autor buscar defender o retorno dos desfiles carnavalescos para uma região mais central, pode contar com este Vereador, depois de ouvidas as entidades carnavalescas.
Sala das Sessões, 12 de agosto de 2015.
VEREADOR BERNARDINO VENDRUSCOLO


NOTA DO BLOG DO LÉO RIBEIRO:

Caro Vereador Bernardino Vendruscolo. Louvamos seu intento. Contudo, apesar de não sermos legisladores, percebemos uma falha na sua emenda, a qual tem as melhores intenções e comunga com o pensamento de milhares de tradicionalistas.

Em nossa opinião, faltou colocar na emenda as FESTAS DA CULTURA POPULAR, onde encaixa-se o Acampamento Farroupilha.

Tecnicamente, pensamos que a emenda não altera a ideia de levar os festejos farroupilhas para outro local, embora, em sua exposição de motivos, Vossa Excelência faça referência a permanência do Acampamento.

Vejam a emenda:

"Exclui do referido Projeto os desfiles da Semana Farroupilha, Semana da Pátria e dos Blocos Carnavalescos dos Bairros."