Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

16 de outubro de 2013

Orquestra Villa-Lobos receberá nova premiação

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Grupo realizou mais de mil apresentações para público superior a 250 mil pessoas
Grupo realizou mais de mil apresentações para público superior a 250 mil pessoas
A Orquestra Villa-Lobos, coordenada e regida pela professora Cecília Rheingantz Silveira, receberá nesta sexta-feira, 18, o Prêmio Educação RS 2013, do Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro) do Rio Grande do Sul, categoria Projeto. A escolha ocorreu por meio de votação on-line com mais de 18 mil docentes associados à entidade. Os vencedores – eleitos pela Comissão Julgadora dentre os três finalistas de cada categoria: Profissional, Projeto e Instituição – serão laureados com a estatueta Pena Libertária às 19h30, em solenidade no auditório da sede estadual do órgão (av. João Pessoa, 919), em Porto Alegre.
“Esta premiação tem uma dimensão muito importante para a educação do Rio Grande do Sul, considerando que é um prêmio estadual e promovido por uma entidade que representa os profissionais do ensino privado”, avaliou Cecília, idealizadora do grupo musical oriundo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Heitor Villa Lobos, no bairro Lomba do Pinheiro. Segundo ela, “também essa parcela de profissionais está reconhecendo no trabalho feito pela rede municipal um projeto de referência no Estado”.
Na categoria Profissional, o prêmio será entregue à irmã Genoveva Guidolin, de Porto Alegre. Ela foi a primeira professora do Colégio Marista Rosário, onde trabalha há 44 anos. Na categoria Instituição, venceu a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (Apada), de Santa Rosa. A instituição trabalha na formação pedagógica, acompanhamento psicológico e social para que os alunos atendidos se desenvolvam com capacidade plena para exercerem seus direitos e deveres com autonomia.
Orquestra – existe há 21 anos, proporcionando a crianças, adolescentes e jovens a inclusão social por meio da educação musical e de vivências artísticas. A Villa-Lobos tem dois CDs gravados e prepara seu primeiro DVD, que será lançado em novembro. São realizados 800 atendimentos gratuitos por semana em sete locais da comunidade, envolvendo 20 educadores em diferentes oficinas de música. Também recebeu importantes honrarias: Prêmio Artístico Lupicínio Rodrigues, da Câmara Municipal; troféu de Defesa de Direitos Humanos no Rio Grande do Sul, pela Unesco/Assembleia Legislativa/Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho; certificação, pelo Ministério da Cultura, com o selo Prêmio Cultura Viva, como iniciativa reconhecida pelo caráter inovador e impactante na vida da comunidade; o Prêmio Líderes & Vencedores 2009, pela Federasul e Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul como destaque comunitário; certificação do Prêmio Itaú Unicef 2011 e menção especial do Prêmio Açorianos de Música 2012. Já realizou mais de mil apresentações para público superior a 250 mil pessoas.