Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

24 de outubro de 2013

Turismo sob a perspectiva da inovação é tema de debate


Foto: João Alves/Divulgação PMPA
Importância da economia criativa foi discutida em painel na conferência
Importância da economia criativa foi discutida em painel na conferência
Na mesa-redonda que abriu os trabalhos da parte da tarde do segundo dia da 1ª Conferência Brasileira de Turismo Criativo, foi abordado o tema “Turismo sob a perspectiva da Inovação e da Economia Criativa”. Participaram do debate Frédéric Vacheron, Abdon Barretto Filho, Elói Zanetti, Luiz Gustavo Barbosa e Caio Carvalho.
 
O especialista internacional do Programa de Cultura do Escritório Multipaíses da Unesco para a Argentina, Paraguai e Uruguai, Frédéric Vacheron destacou que a cultura não pode ser mera decoração, deve estar no centro do conceito econômico e de sustentabilidade. Para ele,“a importância está na valorização da cultura local, da alma do destino”.
 
O economista e diretor da Associação Brasileira de Indústrias e Hotéis do RS (ABIH/RS) Abdon Barretto Filho ressaltou que é necessário se pensar de maneira global com ações locais. “Temos que observar o que está se fazendo lá fora, mas sempre valorizando o que é daqui. No receptivo, o cantar da nossa aldeia é muito importante”. Ele concluiu dizendo que “o Turismo Criativo é a oportunidade para tentar aumentar a participação do turismo na economia”.
 
Conforme o coordenador de Projetos da Fundação Getúlio Vargas Projetos, Luiz Gustavo Barbosa, os dados da Pesquisa de Orçamento Familiar, realizada periodicamente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram o crescimento da economia criativa. “Há uma tendência acentuada por produtos deste setor”. Barbosa acredita que o grande desafio é convencer as pessoas a conhecerem algum destino no cenário atual, onde as suas vontades são ilimitadas, mas seus recursos são limitados. “Hoje em dia, os destinos são ilimitados, porém o tempo é limitado”, explicou.
 
Para atrair turistas do segmento de turismo criativo, é importante que o destino saiba contar boas histórias, destacou Elói Zanetti, co-fundador da Escola de Criatividade, empresa que desenvolve projetos do pensar criativo e inovação aplicada aos negócios para diversos setores. “Os visitantes passam a ser contadores de histórias e experiências, o que gera um sentimento de pertencimento ao destino. Eles são convidados a ser personagens, fazer parte e não só contemplar a cultura local”, concluiu.
 
O debate foi conduzido pelo diretor geral da Enter Entertainment Experience, Caio Luiz de Carvalho, que finalizou dizendo que os sul-americanos são turistas em potencial, devido à proximidade dos países. “Eventos de grande porte como a Copa do Mundo são a grande oportunidade de captar e fidelizar estes turistas”.


/turismo
Texto de: Cristiane Serra e Patrícia Castro
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.