Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

3 de outubro de 2013

Delegação gaúcha terá 31 representantes na Conferência Nacional de Cultura


No final da tarde dessa quarta-feira (02) foram escolhidos os delegados que vão representar o Rio Grande do Sul na 3ª Conferência Nacional de Cultura, de 26 a 29 de novembro em Brasília. A homologação dos nomes ocorreu no encerramento da 4ª Conferência Estadual de Cultura em Lajeado.
Delegados representantes da sociedade civil
A Conferência Estadual teve um total de 414 participantes, sendo 313 delegados, oito suplentes e 93 observadores. De acordo com o regimento a quantidade de delegados para a Nacional é 10% do total de delegados presentes na Estadual.
Delegados do poder público municipal
A composição ficou dividida em 21 representantes da Sociedade Civil, sete dos municípios e três da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). A Plenária da sociedade civil optou pela representação a partir dos Coredes.  Pela proporcionalidade definida no regimento três regiões ficaram sem representantes, por este motivo,  a Sedac  ofereceu passagem e hospedagem para  três observadores e com isso todas as regiões do estado estarão representadas em Brasilia. Como representantes da Sedac foram escolhidos a diretora de Economia da Cultura, Denise Viana Pereira, o diretor de Cidadania e Diversidade Cultural, João Pontes, e o diretor do Instituto Estadual de Cinema, Luiz Alberto Cassol.
Sociedade civil homologa seus delegados
Depois de três dias de intenso debate e análise de 2600 propostas municipais, os participantes definiram 16 resoluções que vão ser levadas à Conferência Nacional que após a sistematização estarão disponíveis para consulta no site da Sedac – www.cultura.rs.gov.br
Políticas públicas com participação
Na solenidade de encerramento da 4ª Conferência Estadual o secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, ressaltou os avanços conquistados para as políticas públicas do setor desde 2011 e comemorou o resultado da Conferência. “Os delegados e observadores aproveitaram muito bem seu espaço de participação e ficamos entusiasmados com o resultado. Chegaremos em Brasília para mostrar o quanto o Rio Grande do Sul pode fazer em prol da cultura”, disse.
Sedac, CEC e prefeitura de Lajeado comemoram resultado da conferência
Para o secretário Adjunto da Cultura, Jéferson Assumção,  “ na participação é que qualificamos  o que pensamos. Já estamos praticando o Sistema Estadual de Cultura”. Assumção destacou ainda a riqueza do debate ocorrido nos três dias de trabalho.
O secretário municipal de Cultura de Lajeado, Eduardo Gomes  Müller, falou sobre os avanços conquistados. “ Cumprimos aqui um grande passo para a enorme potencialidade da nossa cultura”, concluiu.
A diretora de Economia da Cultura, Denise Pereira, aproveitou para lembrar os três editais do Fundo de Apoio à Cultura que estão abertos e disponíveis para as prefeitura e sociedade civil. E o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Neidmar Alves, saudou a parceria entre governo e conselho.
A 4ª  Conferência Estadual de Cultura foi uma realização da  Secretaria de Estado da Cultura e do Conselho Estadual de Cultura, com apoio da Prefeitura de Lajeado e da Univates.
 Texto: Asscom Sedac