Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

9 de setembro de 2015

Obras de revitalização da orla do Guaíba iniciam neste mês

09/09/2015 13:08:09

Foto: Luciano Lanes / PMPA
Contrato com a empresa vencedora da licitação foi assinado nesta quarta

Contrato com a empresa vencedora da licitação foi assinado nesta quarta

Foto: Luciano Lanes / PMPA
Fortunati salientou que a obra soma-se ao Pisa e à revitalização do Cais Mauá

Fortunati salientou que a obra soma-se ao Pisa e à revitalização do Cais Mauá

Dentro do prazo máximo de 18 meses, os porto-alegrenses receberão o primeiro trecho da orla do Guaíba revitalizado. O contrato com a empresa vencedora da licitação foi assinado na manhã desta quarta-feira, 9, e a previsão é de que até o final deste mês a área compreendida entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias passe pelas primeiras transformações. A obra qualificará as atividades de lazer e gastronomia da região, além de agregar acessibilidade em todos os espaços. (fotos)

 
O local, que passará a chamar-se Parque Urbano da Orla do Guaíba, poderá ser usufruído por moradores da cidade e turistas durante 24 horas por dia, em função da nova iluminação e segurança. Além de novas quadras esportivas, ganhará restaurantes, quiosques, belvederes, ancoradouros e nova arborização. Durante o evento de assinatura do contrato, o prefeito José Fortunati destacou a importância histórica da data de hoje para a cidade. "Desde o início da década de 1970, quando as águas ficaram poluídas, costuma-se dizer que Porto Alegre virou as costas para o Guaíba. Hoje é um dia que em que se rompe esta barreira. É o dia que marca uma nova fase para a Capital, em que o seu cartão postal passa a ser revitalizado", destacou.

Fortunati salientou que a obra soma-se ao Programa Integrado Socioambiental (Pisa), que devolverá a balneabilidade de boa parte do Guaíba, e à revitalização do Cais Mauá, que acontece em parceria com os governos do Estado e federal. Ao descrever os detalhes da primeira fase das obras, o prefeito ressaltou as parcerias dos técnicos das secretarias envolvidas e do Legislativo municipal, além dos técnicos do Tribunal de Contas do Estado, que acompanharam a construção de um edital complexo, com mais de 5 mil itens. "Não tenho dúvida de que a cidade trabalhou irmanada para este que era um anseio de todos: ter a Orla revitalizada, fazendo com que mais pessoas usufruam deste espaço."   
 
O resultado do processo licitatório foi anunciado no último dia 25. Com o menor valor oferecido - R$ 60.682.477,52 -, o consórcio Orla Mais Alegre atendeu às exigências do edital e do projeto de autoria do arquiteto Jaime Lerner. Nesta primeira fase, o consórcio irá revitalizar cerca de 10 hectares, compreendendo 1.320 metros da beira do Guaíba, entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias. Os recursos são provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina - a CAF (Corporação Andina de Fomento).

Participaram do evento o vice-prefeito Sebastião Melo, os secretários do Gabinete de Desenvolvimento de Projetos Especiais (Gades), Edemar Tutikian, do Meio Ambiente, Mauro Moura, de Urbanismo, Valter Nagelstein, e da Cultura, Roque Jacoby, além dos técnicos responsáveis pelo projeto. 
 
Obras - De acordo com o representante da empresa no evento, engenheiro Caetano Pinheiro, ainda neste mês terão início as primeiras intervenções. Serão construídas ciclovias e novos passeios, com iluminação em fibra ótica e lâmpadas LED. Ao longo do trecho, também serão colocados 47 postes inclinados com iluminação cênica de LED, criando atração turística. Também está previsto um ancoradouro para barcos de passeio e para o Cisne Branco, um restaurante e seis bares, quatro decks, duas quadras de vôlei, duas de futebol e duas academias ao ar livre, vestiário, playground, além de duas passarelas metálicas com jardim aquático. O restaurante e os bares serão envidraçados, permitindo a abertura total no verão.

Sobre os bares, haverá belvederes em laje de concreto, no nível da avenida, funcionando como mirantes e áreas de estar. A Praça Júlio Mesquita também ganhará uma quadra de futebol em piso de concreto, um playground e um deck de madeira. Com foco na segurança de quem frequentar o parque, além da iluminação especial, será colocada uma central de segurança com a Guarda Municipal para videomonitoramento da região. 
 
O projeto passou por avaliação do Tribunal de Contas do Estado e pela Promotoria de Justiça e Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público do Rio Grande do Sul.


/obras /orla

Texto de: Caren Mello
Edição de: Isabel Cristina Kolling Lermen
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com