Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

8 de setembro de 2015

Oficina de culinária ensina receita típica do inverno gaúcho

Foto: Divulgação/PMPA
Atividade faz parte do projeto Turismo de Galpão
Atividade faz parte do projeto Turismo de Galpão
Comum na Serra do Rio Grande do Sul, o pinhão é um alimento frequente na mesa de gaúchos de todas as regiões do Estado no inverno. O piquete Lendas do Sul ensina uma receita diferente da semente: paçoca de pinhão. A entidade é parceria do projeto Turismo de Galpão desde sua primeira edição, no Acampamento Farroupilha de 2013, e conquista cada vez mais visitantes, curiosos em aprender receitas da culinária campeira.

No comando dos ingredientes e do fogão, Maria da Graça Spíndola mostra como preparar o prato de origem indígena. "O prato leva bastante proteína, portanto, é uma refeição reforçada como o gaúcho precisa", comenta. Dona Graça aprendeu a receita com a amiga tradicionalista Márcia Cardoso. "É um prato simples e rápido de fazer", comenta ao iniciar o passo-a-passo.

Para fazer o prato usa-se: um quilo de pinhão assado e descascado, um quilo de lombo de porco assado, um quilo de carne assada, meio quilo de salsichão assado, 200 gramas de bacon, cebola, alho, sal e tempero verde a gosto. O primeiro passo é colocar no moedor de carne o pinhão, o lombo de porco, a carne e o salsichão. “O pinhão deve estar ainda quente”, destaca dona Graça. A cozinheira ainda conta que antigamente o processo de moer era feito em um pilão. Na sequência, ela refoga o alho junto com o bacon e a cebola. Depois ela acrescenta a massa que foi moída e o sal e refoga. “No final entra o tempero verde para dar um gostinho”, conta. Segundo Dona Graça, a receita pode ser também com a sobra do churrasco.

Origem - O prato era preparado por índios, que misturavam a caça com o pinhão e socavam no pilão. Com a colonização, os portugueses acrescentaram mais ingredientes à receita. “Os portugueses passaram a preparar a paçoca, pois era um alimento que não estragava rapidamente”, afirma.

Oficinas - A oficina de paçoca de pinhão é uma das atividades oferecidas pelo projeto Turismo de Galpão, que oferece oficinas de aprendizagem sobre a cultura gaúcha. A próxima edição será realizada no dia 15, às 11h. Para participar basta fazer a inscrição no Espaço de Hospitalidade do Turismo de Galpão, localizado próximo à entrada principal do Parque Harmonia, ao lado do Centro de Eventos Casa do Gaúcho. Toda a programação de oficinas está disponível no local, diariamente das 10h às 22h, em guias impressos em português, inglês e espanhol. Outra opção é consultar antecipadamente o portal www.portoalegrecriativa.info.

O projeto Turismo de Galpão é uma iniciativa das secretarias municipais de Turismo e da Cultura, da 1ª Região Tradicionalista e da Fundação Cultural Gaúcha.



/acampamento_farroupilha /tradicionalismo /turismo
Texto de: Cristiane Serra
Edição de: Isabel Cristina Kolling Lermen
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.